quinta-feira, 2 de outubro de 2008

QUASE ACREDITEI

Sofia Morgado é hipnoterapeuta profissional, diplomada pelo London College of Clynical Hypnosis, supervisora e tutora do Centro de Hipnose Clínica Ibérico (extensão do London College of Clynical Hypnosis em Portugal e Espanha).

Exerce a sua profissão em Lisboa e em Sobreda (margem sul)

Especializou-se na área das perturbações de ansiedade – stress, ataques de pânico, fobias, ansiedade generalizada, stress pós traumático, etc. – ajudando muitas pessoas, ao longo dos últimos oito anos, a resolver os seus problemas.

É autora de inúmeros artigos sobre desenvolvimento pessoal e relações inter-pessoais, muitos deles condensados no livro «Consciência do SER».

É da sua autoria o texto que partilho convosco.

QUASE ACREDITEI

Quase acreditei que não era nada, ao me tratarem como nada.


Quase acreditei que não seria capaz, quando me chamavam por acharem que eu não era capaz.

Quase acreditei que não sabia, quando me perguntavam por acharem que eu não sabia.

Quase acreditei ser diferente, entre tantos iguais, entre tantos capazes e sabidos, entre tantos que eram chamados e escolhidos.

Quase acreditei estar de fora, quando me deixavam de fora, porque…que falta fazia?

E de quase acreditar, adoeci.

Busquei ajuda com doutores, mestres, magos e querubins.

Procurei a cura em toda a parte, e ela estava tão perto de mim!


Me ensinaram a olhar para dentro de mim mesmo, e perceber que sou exactamente como os iguais que me faziam diferente.

E acreditei profundamente em mim.


E tenho de, como dívida com a vida, fazer com que cada ser humano se perceba, se ame, se admire de si mesmo, como verdadeira fonte de riqueza.

Foi assim que cresci: acreditando.

Sou exactamente do tamanho de todo o ser humano.

E, por acreditar, perdi o medo de dizer, falar, participar, e até de cometer enganos.


E se errar…paciência!

Continuo vivendo e, por isso, aprendendo.


Errar é Humano!

(Sofia Morgado e José Varela)

30 comentários:

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Boa noite, amiga!
Beleza de ensinamento você nos traz, como sempre, "acredito" no que nos dizes, rsss...Não é favor algum, nem pra mim, nem para um diretor de cinema, prestar justas homenagens a uma cidade com um patrimônio Cultural como Lisboa, enfim, SOMOS PAÍSES IRMÃOS! Lindo final de semana, Mariazita e um Enorme Afeto!!!Bjs

Espaço do João disse...

Mariazita.
Grato pela visita ao meu espaço. Embora não conste nos meus perferidos não é por não gostar do seu espaço. Simplesmente sou un novato em informática e só quando a minha muleta vem até minha casa ( meu filho) é que me põe isto em ordem.Pode crer que responderei sempre aos seus comentários e virei mais vezes ao seu espaço. Um fraterno abraço João

xistosa - (josé torres) disse...

Quase acreditei que estava legalizada em Portugal, para exercer medicinas alternativas.

Por isso é que não sou crente.

talvez ela não esteja legalizada pelos deuses da ordem do Médicos.

Se estiver ... mas não está!!!

mundo azul disse...

Que linda essa mensagem!
Obrigada, por partilha-la conosco...

Beijos de luz e o meu especial carinho!

Zé Carlos disse...

Mariazita, estou muito feliz com a sua visita. Venha sempre que puder, sei que tens estado ocupada, mas podendo venha tomar um cafezinho.
Magnífico este texto de Sofia Morgado, parabéns a ela e a vc pela publicação.
Bjs do teu amigo, ZC

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Mariazita:
Por motivos de foro íntimo, não sei quando poderei voltar a publicar, por isso postei hj, mas todo dia ligarei o computador para ver se vocês têm vindo prestigiar-me.
Um beijo,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

daniel disse...

Mariazita

É sempre bom ir tomado conssiência destes problemas. A senhora recebeu tratamento tendente a recuperar a auto estima, que andava arredia. De facto, gostarmos de nós mesmos é importante para enfrentar os desafios, que a vida nos coloca, a cada passo.
Foi o que passou a acontecer!... Uma recuperação edificante!...
Beijo.
Daniel

A. João Soares disse...

Cara Amiga Mariazita,
Devia ter vindo aqui ontem, mas o Sempre Jovens ocupou-me muito tempo para a tentar decifrar o problema ... e inutilmente!
Este texto é muito interessante e enquadra-se no tema já muito batido nos meus blogs Temos que desenvolver a auto-estima. «Amai os outros como a vós mesmos» significa que devemos começar por nos amarmos, para depois termos um ponto de referência.
Por outro lado, a felicidade está dentro de nós e não depende daquilo que nos cerca, que é secundário. Há ricos infelizes e mendigos que se sentam em paz interior, sem stress nem ansiedade.
Conhece-te e ama-te e, depois, espalha a tua felicidade pelos outros porque os reflexos te tornarão mais feliz.
Beijos
João

xistosa - (josé torres) disse...

Quero que fique registado que nada tenho contra os médicos.
São os únicos com autorização legal para MATAR e que depois de condenados por erros que todos cometemos, a ORDEM... o deus supremo, absolve-os ...

É isso que gosto no nosso país ...
os "deuses" ...
que não aceitam medicinas alternativas milenares, mas ... MAS se forem eles a coordenarem o que não sabem ... talvez se arranje uma ... vá lá, para não me chamarem nomes ... UMA CUNHA!!!!, aquela coisa que ajuda a subir na hierarquia da vida portuguesa!!!

Mariazita disse...

Oi, Vanuza
Ontem não pude vir aqui, e hoje é só uma passagem rápida, para agradecer aos meus visitantes...
Que bom que acreditas no que digo...rsrss, mas nem sempre podemos acreditar em tudo; só no que nos põe para cima!
Até amanhã.
Beijo carinhoso
Mariazita

Mariazita disse...

Meu caro João (do espaço)
Gosto de o ver por cá.
Venha sempre que tiver oportunidade.
Retribuirei dentro do possível...
Até amanhã
Um abraço
Mariazita

Mariazita disse...

Olá, Xistosa
Os seus comentários são sempre muito engraçados!
Farto-me de rir!
Venha sempre, para nos alegrar com as suas piadas.
Até amanhã.
Abraço
Mariazita

Mariazita disse...

Querida Zélia
É sempre um prazer vê-la aqui.
As suas palavras são sempre generosas.
Obrigada, amiga.
Até amanhã.
Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Olá, Zé Carlos
É como dizes, o tempo disponível tem sido pouco.
Há-de melhorar...Tudo melhora!
Obrigada por teres vindo. Volta sempre.
Até amanhã.
Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Oi, Renata
Tenho estado muito ocupada, ontem nem vim aqui...e hoje continuo sem tempo.
Se puder. logo à noite (bem tarde) vou te ver. Se não, irei amanhã, tá?
Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Caro Daniel
Sempre fui de opinião que um elogio é mais proveitoso do que uma censura.
De tanto nos desvalorizarem, acabamos acreditando que não valemos nada. E isso é muito mau.
Temos que ter orgulho em nós mesmos.
Se não gostamos de nós, quem é que vai gostar???
Até amanhã
Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Meu caro João
O tempo tem estado escasso para ambos: o João às voltas com o SEMPRE JOVENS, eu à volta dos tachos...(mas não dourados -:)))
Tenhamos calma, que tudo se resolve. O que é preciso é não entrar em stress.
Amanhã é um novo dia, e vai estar sol!
Tem toda a razão quando diz que a felicidade tem que estar dentro de nós. Assim ela irradia e atinge os que nos cercam.
Um bom sábado.
Beijinhos
Mariazita

Meg disse...

Mariazita,
Que posso dizer a não ser que de teorias sabemos nós, o pior é na prática. Porque muitas vezes a cabeça está a racionalizar e o corpo não obedece... sei do que estou a falar, minha amiga.
De qualquer forma nunca são demais os conselhos dados de boa vontade.

Um abraço

Peter Pan disse...

Maravilhosa e Simpática Amiga:
Um Post sensacional bem a meu gosto.
O ano lectivo passado tive um aluno de 11 anos que era do Quadro de Excelência o ano transato. Com esta idade ganhou fobia à escola, aliada a fobia à morte. Com 11 anos apenas? Gravíssimo.
Tudo fiz porque faltou imenso às aulas.
Fiz todos os possíveis e impossíveis para que transitasse de ano.
Envei ofícios e fiz diligências em todo o lado.
Nada feito. A decisão era retê-lo porque não tinha o C. T. elementos de avaliação do 2º Período e não foi avaliado.
"Saltando" obstáculos sobre obstáculos, dado ser um aluno precioso, reuni o C. T. e propuz-lhes dar os testes um Domingo em sua casa, em que a seriedade e a não ajuda estaríam presentes.
Teve notas excelentes e por fim, passou de ano. A mãe atenta ao percurso do filho não sabia o que fazer-me.
Um Domingo? Em casa dele?
Isto fez-me lembrar o seu fantástico e pertinente post.
Esta Senhora deve ser admirável, como VOCÊ amiga que lhe deu viva voz. Sensacional atitude, a sua e a dela.
Adorei este texto importante no auxílio das pessoas.
Beijinhos amigos que sabem respeitar, estimar e considerar
Sempre a admirá-la imenso, doce amiga.
Fascinado por tantas atitudes de encanto seu.

p.pan

Táxi Pluvioso disse...

Eu acredito no iPhone que dará a felicidade que todos buscam.

Mariazita disse...

Olá, Meg
Tem toda a razão.
Quando estamos mesmo "em crise", não há conselho que valha.
E se há pessoas mais influenciáveis a quem estes conselhos ajudam, outras há que só quando elas próprias se consciencializam que têm que reagir, é que o conseguem...
Pela minha parte confesso que não sou muito influenciável...
Bjs
Mariazita

Mariazita disse...

Meu caro Peter Pan
A história que me conta desse aluno, e sobretudo a reacção da mãe, não me surpreende!
Com um professor como o meu amigo, que se preocupa tanto com os alunos (e deles recebe tantas provas de carinho...), e com as crianças, dum modo geral, outra coisa não seria de esperar!
Agradeço-lhe muito ter-nos dado conhecimento deste caso de perseverança.
É preciso acreditar!
Obrigada. Bom Domingo
Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Olá, Táxi
Também acredito que para muitos será, sim!
Não para mim...mas...cada um é como é.
Um abraço
Mariazita

ANA DINIZ disse...

Nossa. A mais pura verdade. A nossa auto-imagem tem muita importância, daí nasce a auto-estima e a auto-confiança.

Podemos escolher no que acreditar. Fazer uma triagem, vigiar nossos pensamentos. Devemos nos valorizar. Devemos crer em Deus e em nós.

Como caminhar sem o nosso próprio apoio?

Beautiful.

Uma ótima noite, Mariazita.

Luz!
Bjos.

Ana

Oliver Pickwick disse...

Com o crack das bolsas dos EUA e da Europa, acredito que a clientela da Dra. Sofia vai triplicar.
Um beijo!

Mariazita disse...

Querida Ana
Fico feliz por estarmos em sintonia...
É mesmo necessário acreditar nas nossas possibilidades.
E, se acreditarmos, somos capazes!
Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Oi, Oliver
Oxalá estivesses enganado, mas...
Aguardemos.
Beijocas
Mariazita

JADY*ALVES disse...

Olá minha querida Mariazita.
Desculpe não ter vindo mais cedo, mas confesso que a página travou por umas duas vezes, só pude retornar agora.
Falando do texto, penso que devemos acreditar na nossa força e capacidade de superar os percalços.
Dentro da fragilidade humana muitas vezes acreditamos que não podemos, mas é tentando que sabemos que existe lá no fundo uma força que nos impulsiona tornado superáveis quaquer obstáculo.
Que bom que ela superou.

Gosto de estar aqui, existe um mundo encantado que me faz acreditar que existe mesmo um tesouro no final do arco-iris porque suas cores aqui brilham e nesse teu jardim brotam flores raras.
Um grande abraço e faz-me feliz sua presença acredite.
Obrigada por suas palavras amáveis.
Lindos sonhos querida.
Abraços e carinho

Mariazita disse...

Querida Jady
Espero que tenhas ultrapassado esse problema. Informática!!!
Todos nos queixamos, uma vez por outra.
É sempre um prazer muito grande receber-te. Quando o fazes alegras o jardim desta "Casa". Mas quando não puderes vir... não fiques preocupada, eu entendo.
Não tenhas dúvida: é preciso acreditar no pote de ouro que está para além do arco íris.
Esse sonho ajuda-nos a viver melhor.
Beijinhos, querida.
Um bom fim de semana
Mariazita

Carlos Rebola disse...

O próprio texto, de Sofia Morgado, pode ser por si só, uma boa terapia, para quem sente a sua "auto-estima" em baixo.
Obrigado Mariazita por ter partilhado connosco este texto.

Beijos
Carlos Rebola