domingo, 17 de fevereiro de 2008

DOMINGO DE CHUVA

Domingo, dia de descanso, dia em que podemos despender
alguns minutos para meditar.
Portugal está debaixo de chuva, de norte e sul do país.
Ambiente propício a meditação.
Recebi por email uma crónica de Mário Prata, que quero apresentar-vos.
Para quem não conhece, Mário Prata é um escritor/cronista brasileiro, que reside em S. Paulo, autor de vários livros e inúmeras crónicas, premiado no campo da literatura, televisão, teatro, cinema…
Convidado para fazer o projecto de um filme e também uma mini-série televisiva em Portugal, aqui permaneceu por dois anos.
De sua autoria – Evelhescente

VOCÊ É UM EVELHESCENTE"???

Mário Prata

Se você tem entre 45 e 65 anos, preste bastante atenção no que se segue.
Se você for mais novo, preste também porque um dia vai chegar lá.
E se já passou confira.
Sempre me disseram que a vida do homem se dividia em quatro partes, infância, adolescência, maturidade e velhice.
Quase correto. esqueceram de nos dizer, que entre a maturidade e a velhice (entre os 45 e 65 anos) existe a
EVELHESCÊNCIA.

A evelhescência nada mais é do que uma preparação para entrar na velhice, assim como a adolescência é uma preparação para a maturidade.
Engana-se quem acha que o homem maduro fica velho de repente.
Assim da noite para o dia.
Não!!!
Antes a evelhescência!!!
E, se você está em plena evelhescência, já notou como ela é parecida com a adolescência?

Coloque os óculos e veja como este novo estágio é maravilhoso.
Já notou que andam aparecendo algumas espinhas em você?
Assim como os adolescentes, os evelhescentes também gostam de meninas de 20 anos.
Os adolescentes mudam a voz.

Os evelhescentes também.
Mudam o ritmo de falar, mudam o timbre.
Os adolescentes querem falar mais rápido; os evelhescentes querem falar mais lentamente.

Os adolescentes não tem idéia do que vai acontecer com eles daqui a 20 anos.
Os evelhescentes evitam pensar nisso.
Ninguém entende os adolescentes... Ninguém entende os evelhescentes...
Ambos são irritadiços, enervam-se com pouco.
Acham que já sabem de tudo e não querem palpites em suas vidas.
Às vezes um adolescente tem um filho, é uma coisa precoce.
Às vezes um evelhescente tem um filho, é uma coisa "pós-coce"
Os adolescentes não entendem os adultos e acham que ninguém os entende.
Os evelhescentes também não entendem eles.
"Ninguém me entende" é uma frase típica de evelhescente.
Quase todos os adolescentes acabam sentados na poltrona do dentista e no divã do analista.
Os evelhescentes também.
A contragosto, idem.
O adolescente adora usar um tênis e uns cabelos "da hora".
O evelhescente também.
Sem falar nos brincos.
Ambos adoram deitar e acordar tarde.
O adolescente ama assistir um show de artista evelhescente (Caetano
Chico, Mick Jagger).
O evelhescente ama assistir a um show de um artista adolescente.
O adolescente faz de tudo para aprender a fumar.
O evelhescente pagaria qualquer preço para deixar o vício.
Ambos bebem escondido.
O adolescente esnoba que dá três por dia.
O evelhescente quando diz uma a cada três dias está mentindo.
A adolescência vai dos 10 aos 20 anos.
A evelhescência vai dos 45 aos 65.
Depois, sim, virá a velhice que nada mais é que a maturidade do evelhescente.
Daqui a alguns anos, quando insistirmos em não sair da evelhescência para entrar na velhice,vão dizer:
"É um eterno evelhescente"!

.....Que bom!!!

Medite no que acabou de ler, e tenha um resto de bom Domingo.

11 comentários:

  1. De Mirita a 17 de Fevereiro de 2008 às 22:29
    Muito bom seu blog.
    Belo texto sobre envelhecer...Mande sempre pra mim..as novidades de seu blog. vou gostar de ver..
    bjs. mirita

    12 de Abril de 2008 19:31

    ResponderEliminar
  2. a casa da mariquinhas disse...
    De mariazita a 19 de Fevereiro de 2008 às 13:57
    Obrigada, amiga.
    Que bom que você gostou!
    Não esquecerei de avisar quando houver coisas novas, que será logo, logo.
    Bjs
    Mariazita

    12 de Abril de 2008 19:32

    ResponderEliminar
  3. De A. João Soares a 18 de Fevereiro de 2008 às 17:16
    Cara Amiga,
    Como penso que já passou a adolescência(!), desejo que prepare uma óptima evelhescência.
    Mas, se acreditar nessas idades apontadas pelo Mário Prata, já estou no amadurecimento depois dessa idade com um pouco de instabilidade. E sinto-me bem.
    Cá vou mantendo os blogs da minha lista bem actualizados com temas que julgo de interesse, e ao mesmo tempo dou ums fugas em visita dos amigos.
    Beijos

    12 de Abril de 2008 19:33

    ResponderEliminar
  4. a casa da mariquinhas disse...
    19 de Fevereiro de 2008 às 12:40
    Meu caro João
    Já TEREMOS mesmo passado a adolescência ???
    Talvez a física...a outra não, de certeza. Não se esqueça - somos sempre jovens!
    Os seus blogs, que, como sabe, visito com frequência, embora os não comente apenas porque não me sinto à altura para o fazer...provam bem a sua juventude de espírito.
    A análise correcta e esclarecida que faz acerca dos problemas que assolam o nosso país são disso prova evidente. Continue, qua vai muito bem.
    Beijinhos
    Mariazita

    12 de Abril de 2008 19:34

    ResponderEliminar
  5. Anónimo disse...
    De Pata Negra a 18 de Fevereiro de 2008 às 20:00
    E eu a julgar que não era mais nada e afinal sou evelhescente! Gostei desse Mário e de vir à casa da Mariquinhas
    Um abraço dos enta

    12 de Abril de 2008 19:35

    ResponderEliminar
  6. a casa da mariquinhas disse...
    19 de Fevereiro de 2008 às 12:49
    Muito obrigada, Pata Negra, pela sua visita.
    Volte sempre, que a Casa da Mariquinhas vai manter a porta aberta sempre (assim espero...)
    Para além do prazer de o receber, deu-me oportunidade de conhecer a sua existência.
    Como recém chegada a estas hostes ainda não conheço a visinhança. Aos poucos irei conhecendo.
    Logo, logo, vou retribuir a sua visita.
    Um abraço
    Mariazita

    12 de Abril de 2008 19:35

    ResponderEliminar
  7. De Canduxa a 21 de Fevereiro de 2008 às 15:09
    Surpresa boa este teu blogue.
    Adorei o espaço que criaste, tal como as tuas flores .... com AMOR!
    PARABÉNS!
    O texto de Mário Prata está fantástico...felizmente que ainda estou na evelhescência e estou adorar! Vais certamente deliciar-nos com a tua escrita, para mim tens sido uma professora....quando tenho tempo para escrever, não é?
    Vou voltar para ver as novidades...
    Muita luz e um grande beijinho da "manita"
    Canduxa

    12 de Abril de 2008 19:36

    ResponderEliminar
  8. a casa da mariquinhas disse...
    27 de Fevereiro de 2008 às 13:25
    Minha querida
    Fiquei feliz por teres gostado.
    Evelhescência??? Sei que vais continuar, SEMPRE, nesse estádio...
    É bom que arranjes tempo para escrever. A minha musa inspiradora de vez em quando mete folga...por isso preciso de colaboradores. Conto contigo.
    Volta sempre, "manita". Serás recebida com o carinho que mereces.
    Beijos mil
    Mariazita

    12 de Abril de 2008 19:37

    ResponderEliminar
  9. De Teresa Silvsstri Serrano a 21 de Fevereiro de 2008 às 19:23
    Mariazita
    Agradeço o seu comentário no meu blog, sbrigati in cucina . Aproveitei e visitei o seu que me pareceu bastante interessante e poético. Também gosto muito do Mario Prata e já conhecia esse texto, que por sinal é muito lindo. Sucesso!
    Teresa

    12 de Abril de 2008 19:37

    ResponderEliminar
  10. De Ruth a 26 de Fevereiro de 2008 às 15:35
    Adorei o que escreveu. É um pouco triste a realidade da vida. mas quando se chega na terceira idade, tudo fica mais confuso , e se fica mais só. Os mais novos não nos dão ouvidos. Estamos ultrapassados. Mas adorei que você escreveu. Beijos. Ruth

    12 de Abril de 2008 19:38

    ResponderEliminar
  11. a casa da mariquinhas disse...
    27 de Fevereiro de 2008 às 15:52
    Minha "velha" jovem amiga
    "Velha" só na amizade, já muito longa, a primeira das primeiras, lembra?
    E não esqueça que você só está SÓ fisicamente. Tem muitas amigas e amigos que lhe dão carinho e apoio, com quem pode contar sempre. E isso nem todos têm...
    Um abraço carinhoso e beijos
    Mariazita

    12 de Abril de 2008 19:38

    ResponderEliminar

A SI, QUE VEIO VISITAR-ME, UM GRANDE
BEM HAJA!

BEIJINHOS
MARIAZITA