segunda-feira, 14 de outubro de 2013

JÁ CHEGOU O OUTONO

JÁ CHEGOU O OUTONO
 
 

(Foto minha – USA 2003)

Mal salto da cama, às sete e meia, como habitualmente, sou surpreendida por uma luz fortíssima, que me cega, rapidamente seguida por outras. Penso:
- Mas o que é isto?
- Sou assim tão famosa que, logo que me levanto, os fotógrafos já estão a postos para registarem a   minha imagem? Estarei a sonhar?
- Ora bolas! Tantos flashes e esqueci-me de sorrir…
 
 
Poucos segundos depois ouço um estrondo enorme.
Oh! Afinal é apenas trovoada...
A casa encontra-se imersa numa escuridão quase total.
O céu, carregado de nuvens negras, não permite que a mais leve claridade atravesse os vidros das janelas.
Acendo a luz, encaminho-me para a janela, e olho para o céu, consultando “os astros”.
Não há dúvida – o Outono vestiu a capa do Inverno.
As nuvens, pesadíssimas, despejam litros e litros de água sobre a terra sequiosa.
O vento, forte, arrasta a chuva para longe, fazendo com que as árvores quase varram o chão.
Irão resistir a tal investida? Provavelmente, os ramos mais frágeis vão atapetar o chão…
Parece um dia de Inverno, não fora a temperatura amena que se faz sentir – 18 graus, agora, com previsão para temperatura máxima de 24º.
(27.09.13 das 7,30H às 8,00H)
 
O dia manteve-se sempre de céu “fechado”, o sol não mostrou o seu sorriso e não aqueceu as almas e os corações.
 
Tempo cinzento. Dia tristonho.
Mas o mau tempo vai passar.
Afinal…“Tudo passa!”, não é mesmo?

 
 
A CHUVA

A chuva cai.
Violenta, fustigada pelo vento,
Trazendo consigo as impurezas
Que o Homem,
laboriosamente,
Foi acumulando no infinito azul.
 
Vendo-a, através das vidraças,
Ouvindo o seu cantar feito de lágrimas,
Pergunto-me:
Quem chorará deste modo?
 
Será o céu, em desespero,
Ao ver do Homem a ignomínia,
O mesmo que,
ultrapassadas todas as barreiras,
O desvenda,
Em total desrespeito pela sua intimidade?
 
Não há lágrimas bastantes
Para um desgosto assim…
Só um dilúvio lhe poria fim!
 
Mariazita
(Lisboa, 1997, Abril)
(dentro do carro, no parque do Hospital de Santa Maria, Lisboa,
sob chuva intensa)
 
PS – Entretanto, o Senhor Tempo resolveu brindar-nos com mais alguns dias do simpático Verão, apresentando-nos um céu muito azul, sem nuvens, um sol brilhante, radioso, e temperaturas muito amenas – 26 a 28º.
Enquanto durar… há que aproveitar... :)
10.10.13

Aproximam-se os meses em que só apetece estar em casa, enroscadinhos no sofá, com uma manta pelos joelhos – especialmente para quem o pode fazer em boa companhia.
Apetecia-me dizer “Enjoy it!”, mas, como estou em Portugal, direi:
- Aproveite a vida, e cada momento bom que ela lhe oferece.
Por último, e parafraseando Raul Solnado:
- Façam-me o favor de ser felizes
 

82 comentários:

Miguel Azarati disse...

Minha querida Nina
Talvez por sempre ter pautado a minha vida por regras bastante rígidas, sempre dentro da lei, etc., etc., etc…))))), agora, que me sinto liberto de tudo isso, apetece-me virar o mundo de pernas para o ar!!!
Vem isto a propósito de não comentar o teu post direitinho, começando pelo princípio e acabando no fim, com passagem pelo meio…
Pois é, vou começar pelo meio.

O teu poema, apesar da beleza que consegues imprimir-lhe, chama a tenção para um ponto deveras preocupante – a poluição do Planeta - assunto por demais sério, em que todos precisamos reflectir.

Quanto à primeira parte da tua postagem… fizeste-me sorrir, coisa que, pelos vistos, te esqueceste de fazer aquando da aparição dos fotógrafos… perdão, dos relâmpagos! A tua sorte é ficares sempre bem na fotografia, mesmo sem sorriso ))))

Finalmente… a parte final.
Acho uma delícia essa ideia de “enroscadinhos no sofá”. Eu, que tanto gosto de passear ao ar livre, começo a desejar que o frio venha já, já!

E termino com um voto: faz-me o favor de seres feliz!

PS - Deixa-me voltar ao princípio para dizer que acho as cores dessa foto verdadeiramente espectaculares.

Perdoa-me a extensão deste comentário. Sabes que sou muito falador…

Beijos meus, com todo o carinho

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Bom dia
O temporal passou. Foram apenas dias mais tristes e frios que nos mostraram a poluição do nosso planeta.
Com as chuvas todo o lixo deixado ao abandono junta-se ou espalha-se tornando-o mais visível.
Gosto das cores do Outono. São belas.
Dias mais frios virão e com estas notícias de cortes aos pensionistas adivinham-se Invernos ainda mais frios e invernosos...

✿ chica disse...

O tempo nos presenteia com essas surpresas. Ora feio, carrancudo, ora sorridente... Que bom que sempre tudo passa e há a esperança de bons dias, coloridos sempre! beijos,linda semana,chica (adorei também a poesia)

Daniel Costa disse...

Boa Amiga Mariazita

O Outono hoje está tristonho, não como o dia, em que os trovões pareciam flaches dos fotógrafos, mas a animação que soubeste imprimir aqui, dá para sorrir a ver o cair da folha. Por outro lado, pelas temperaturas que se anunciam, ainda se pode pensar em mergulhos.
Como gosto do Outono, vale a pena reler o teu poema, saboreando-o, de novo, com o tempo ameno.
Agrada-me bem o Outono.
Creio que é a primeira vez que vejo um poema teu, sem o bonito e poético pseudónimo de Maispa.
Beijos de amizade

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Mariazita!

Tardiamente,sem vontade, parece que finalmente o Outono se instalou.Mas, curiosamente, olhando as árvores à volta elas ainda mantêm o tom verde; será que ele chegou...?

E gostei do poema, muito a propósito do falta de pudor do homem, que ao tudo querer saber vai enchendo o infinito de lixo - que um dia destes sai de órbita e ainda nos vai cair na cabeça...

Bonito post!

Beijinhos amigos; boa semana.
Vitor

Ives disse...

Olá! Estive me meio a sua tempestade, divina e talentosa forma de escrever, de situar a leitor! abraços

Ritinha disse...

Bom dia!
Aqui no Brasil é Primavera e tivemos dia sbem frios, mas agora os dias parecem amenos, sol, pouca chuva, mas a vida seguindo em frente.
Um poema bem interessante de momentos vividos e expresso em palavra tão bem colocadas.
Gostei!
Bjs e excelente semana
Ritinha

Sotnas disse...

Olá prezada Mariazita, e que tudo esteja bem!

E cá neste teu belo cantinho de histórias e lírios sorrindo enquanto lia este teu belo e repleto de bom humor escrito, gostei desta de você representar ser uma estrela. Destas que estão a todo o momento fugindo sem querer dos famosos e por vezes odiado incansável paparazzo iluminadores flashes. E também me preocupei também logo ao término deste teu relato, pois senti a tua intensa preocupação com a saúde deste nosso planeta que sofre os maus tratos por parte de nós humanos!
Mas, é como diz ao final da postagem, devemos e temos a obrigação de sermos felizes, sendo assim sejamos!

E grato por compartilhar mais este belo texto e belas imagens também, e por tuas sempre tão generosas visitas e comentários eu desejo que seja o teu viver deveras iluminado e feliz, um grande abraço e, até mais!

São disse...

A foto é linda e gosto das cores de Outono, mas detesto nevoeiro, chuva e dias pequenos!!


Neninha, gostei do que escreveste...e vamos para a frente!

Um abraço com votos de boa semana, amiga minha

Luis disse...

Amiga Mariazita,
A natureza é bela mas assim descrita ainda melhora no seu todo! Gosto imenso da forma como escreveu descrevendo o Outono e a chuva! Até apetecia apanhá-la não fugindo dela!
Beijinhos muito amigos.

Lúcia disse...

Olá, minha amiga!
Mesmo distante da Cadeirinha de Arruar, recebi seu e.mail e vim voando, deixando o eterno verão cearense para me encantar com a sua bela crônica outonal e a poesia chuvosa. Tudo lindo! Obrigada, beijos da Lúcia.

Carla Ceres disse...

Oi, Mariazita! O calor aqui chega fácil aos 40 graus, no verão. Por isso, acho o outono uma estação deliciosa. Eu gostaria de saber mais sobre as temperaturas em Portugal. Aí chega a fazer frio de verdade, com neve? Qual é o máximo de calor? Bom, você já viu que faltei às aulas de geografia, mas isso não me impediu de achar seu poema bonito demais. Beijos!

lita duarte disse...

Oi, Mariazita.
Que foto linda!
Esse post está repleto de acontecimentos.

Tudo passa e temos que ir ao encontro da felicidade.

Beijos.


Gisele Claudya disse...

Amo o frio, a chuva e PORTUGAL! Adoraria estar aí pra poder curtir essa época deliciosa do ano. ehehehe Beijosssssssssssssss

Manuel Luis disse...

Os dias tornam-se mais curtos e as noites mais frescas. Este Ano, as temperaturas estão muito acima do normal. Pigmentos ocultos de amarelos, vermelhos e outros matizes. Espectáculo de cor, a estação do descanso, as árvores exibem ramos nus que deveriam estar salpicados de alguma chuva.
Hoje pingou. Obrigada!
Bj

Vall Nunnes disse...

Adoro ler seus escritos, tenha a impressão de ouvir você os narrando.
Não sei como é sua voz. Mas imagino que seja fortemente doce.
Abraços querida.

Olinda Melo disse...


Bom dia, Querida Mariazita

Que texto lindo, leve, com que me bafejaste esta manhã! É verdade, há que saudar todos os dias o novo dia, dar graças por tudo de bom que nos é concedido, sorrir à grande benesse que é a luz do Sol e a chuva benfazeja. Falar com os amigos, trocar impressões sobre isto e aquilo,mimar a família, dar beijinhos e apertos de mão e abraços, revigora e dispõe bem a nossa alma. Há tempestades? Claro que sim, mas procuremos nos dias bonitos a energia necessária para enfrentar as intempéries. Que a chuva nos lave das impurezas e se possa construir uma sociedade melhor. Gozemos também e com intensidade estes dias de amena temperatura, é o tempo de que mais gosto, nem frio nem calor... Ainda dá para fazer umas churrascadas mas também um chazinho quente já sabe bem :)

Minha querida, tudo de bom para ti e para a tua família.

Beijinhos

Olinda

SOL da Esteva disse...

Bom Dia para ti, Mariazita

Aos poucos, consegui ler todo o teu feliz Post. Não é a mesma coisa que lê-lo duma só vez, porque se perde a espontaneidade no ajuizar e no sentir.
Consigo perceber a globalidade, mas fico-me pelos desejos de poder, de algum modo, ficar “[…]enroscadinho no sofá, com uma manta pelos joelhos […]”, embora nem isso me seja “permitido” para além de alguns momentos.

Parabéns pelo texto e pelo teu Poema, em particular.

Beijos

SOL

Bergilde disse...

Tempos assim de mudança imprevisível também por aqui nesta belíssima estação Mariazita.E bom também é aproveitar o calor de dentro de casa para ler o que gostamos e refletir sobre o que de melhor se pode fazer para mudar a situação no que se refere à poluição.
Abraços meus,bom dia!

Zé do Cão disse...

O Outono chegou, mas até hoje, para os meus lados, não se dá conta dele.
Todavia, já me chegou a primeira remessa de lenha, para nos dias mais agrestes a lareira faça o seu trabalho serenamente e nos retempere em conforto, o que o tempo e os governantes (?), nos dão em desconforto. Ontem, "enroscadinhos nos sofás individuais" comentei com a minha "Dona" que o ano passado por esta altura já a chuva caia em força.
Mas o Outono, é uma das estações que mais gosto. As primeiras chuvas, o inicio de algum frio,os dias mais curtos e o assar e comer castanhas. Adoro-as.
Tudo isto faz o meu fascinio pelo Outono. O texto que a Mariazita escreveu é lindo e o poema amoroso, só me meteu medo aqueles olhos observadores que nos espiam enquanto nos deliciamos na leitura.
Tive receio de pegar uma folha que a arvore deixou cair (aquela Cor de Outono)pensando que o olhar fosse reprovador e desenquadrasse
a beleza daquela paisagem.
Jinhos, querida Amiga

Carlos Rímolo ( Poeta Cigano ) disse...


Querida amiga e poetisa Mariazita !!!

Senti-me honrado com mais uma sua presença Em minha Página. Passando para retribuir e deixar O meu Abraço e carinho. Perdoa-me um pouco A ausência, pois estou meio atarefado e sem Tempo, mas não a esqueço.
Como é lindo e real o seu outono. Gostei.
Uma semana maravilhosa é o que desejo Para você. Com muita paz, amor e, felicidade em Seu coração. Que haja muita luz em seu caminho.
Beijos de luz !!!

POETA CIGANO – 15/10/2013

http://carlosrimolo.blogspot.com
“Poesias do Poeta Cigano”

Evanir disse...

Querida Mariazita.
Quando chega o outono logo vira o
inverno com seus dias gelados.
Aqui já vai iniciar o horário de verão.
Amada eu simplesmente amei seu poema
és um anjo de amiga minha querida.
Beijos no coração ,Evanir.

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Mas que bela homenagem fazes tu ao nosso simpático Outono. Vou ser sincera, preferia que estivessemos a festejar juntas a chegada da Primavera, pois gosto mais de tempo quentinho, mas....como não podemos escolher, irei fazer dele o melhor que puder. Adoro a lareira acesa e a mantinha no meu sofá, a ler um livro, mas os dias de chuva e céu cinzento deixam-me nostalgica; preciso de sol, amiga. Mas, como disse, vou tentar fazer o que o Solnado aconselhou pois não adianta querer mudar o ciclo natural das coisas. Tristes e infelizes estarão aqueles que não têm uma manta quentinha e outros tantos que nem sequer têm um tecto que os abrigue. Para esses, sim, o Inverno é um pesadelo. Parabéns, amiga pela poesia que colocaste neste" teu Outono " Gostei muito! Beijinhos e fica bem!
Em

Regina Magnabosco disse...

Mariazita, sempre gosto muito quando vejo que há uma nova publicação sua.
Seu poema e seu texto sobre o tempo de um dia anos atrás me vieram mesmo como mãos amigas, em um momento um pouco difícil que estou vivendo e que há de passar, como o tempo, como o vento...
Um grande abraço!

Anne Lieri disse...

KKK...Adorei a frase final!Que os dias de chuva não sejam empecilho para suas belas postagens,Mariazita!Relato divertido e, ao mesmo tempo comovente.Gostei das lágrimas do céu tb! bjs e lindo outono pra vcs, queridos portugueses!

PINTA ROXA disse...

Por aqui os dias ainda se manteem quentes e solarengos, hoje até está nublado mas nada frio.
Pinta

Zilani Célia disse...

OI MARIAZITA!
TE ENTENDO PERFEITAMENTE, POIS AQUI NO BRASIL, ESTAMOS SAINDO DO INVERNO E ENTRANDO NA PRIMAVERA, O QUE PARA MIM É VIDA QUE SE INICIA, NÃO QUE NÃO GOSTE DAS OUTRAS ESTAÇÕES, MAS, ESTA É ESPECIAL, PRINCIPALMENTE QUANDO ACORDO PELA MANHÃ E OUÇO OS PÁSSAROS Á CANTAR, SOU FUSTIGADA PELA LUZ FORTE DO SOL, AÍ, PARO E PENSO,- MAIS UM BELO DIA PARA SE CURTIR...
ABRÇS AMIGA
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Severa Cabral(escritora) disse...

BOM DIA MINHA QUERIDA !
VIVENDO NUM PAÍS TROPICAL,MAIS NO NORDESTE DESTE PAÍS ,ONDE AS ÁGUAS SÃO MORNAS O ANO INTEIRO,ONDE O SOL NASCE PRIMEIRO,PORQUE ESTÁ SITUADO ABAIXO DA LINHA MERIDIONAL.FICO A PENSAR EU MORANDO EM PORTUGAL,COMO SERIA.MAIS SEU HUMOR ME DIZ E ME DAR O DIREITO DE PENSAR COMO É VIVER DENTRO DESTA MUDANÇA DE ESTAÇÕES.O OUTONO É UMA DAS MAIS INSPIRADAS ESTAÇÕES QUE DAR O DIREITO DE FICAR NO MEIO,ENTRE O INVERNO E O VERÃO,SEM FALAR NA PRIMAVERA.SUA QUEDA DE FOLHAS,SEU DESNUDO NOS DAR MAIS INSPIRAÇÃO.SABIAS?
AMEI SEU POEMA ,PURO LUXO!
BJS DE CARINHO !!!!!!!!!

Graça Sampaio disse...

Tentaremos, Mariazita! Tentaremos. Mas isto está difícil para sermos muito felizes.

Beijinhos e, já agora, faça o favor de (tentar) ser feliz...

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Mariazita!

Definitivamente, por aqui Outono já se instalou - e hoje com cara de Inverno...
Qualquer que por aí seja a estação, que tenhas um bom fim de semana.

Beijinhos amigos
Vitor

Evanir disse...

Eu conheço pessoas lindas
que vivem distribuindo sorrisos
Eu conheço pessoas que sofrem
e mesmo assim comunicam alegria
Eu conheço pessoas incompreendidas
que sabem compreender
Eu conheço pessoas íntegras
que caminham semeando a paz
Eu conheço pessoas sábias
que levam o
entendimento a toda parte.
Que Deus te abençoe muito ,
que tenhas um final de semana
de muita paz e amor.
Que as bençãos do Senhor venham
sem medidas sobre tua vida.
Beijos com infinito carinho e ternura.
Evanir.

Cecília Romeu disse...

Mariazita querida amiga!
Que postagem bonita e criativa!

O outono é minha estação preferida, não só porque nasci nessa estação, mas porque é momento de reservar a seiva para a estação mais fria, por isso o cair das folhas, por isso, uma proposta de mudança, não apenas de preservação, mas de superação nossa com nós mesmos.

Grande beijo e ótimos dias!

Lilazdavioleta disse...

Uma óptima postagem .

Quanto a sermos felizes , é a nossa luta diária .

Um beijo , Mariazita , e que a tua tentativa resulte ,
Maria

Berço do Mundo disse...

Eu sou uma pessoa do sol. Fico meia cinzenta e tristonha no Inverno. Mas como a Mariazita diz "tudo passa".

Beijinho, um doce restinho de domingo
Ruthia d'O Berço do Mundo

Carla Ceres disse...

Oi, Mariazita! Voltei. Meu provedor de internet andou com problemas. Por isso, não sei se você recebeu minha resposta sobre a neve em Portugal. Achei as fotos belíssimas e resolvemos passar o Natal de 2014 aí. Quais cidades você considera "imperdíveis"? Não precisam ter neve nem praia. Museus e edifícios históricos nos interessam mais. Obrigada pelos slides! Beijos!

✿MIUÍKA✿ disse...

Olá Mariazita,muito obrigada pela visita e por seguires o meu blog,visitei os teus e gostei muito,também pela maneira como escreves,espero vir mais vezes e ter em ti mais uma amiga.
Um beijinho.
Miuíka

Lilá(s) disse...

Tem sido um Outono bem ameno, confesso que me agrada bastante andar ainda de manga curta. Vem aí mais chuva e talvez desta vez o frio a acompanhe, que venha, é tempo dele.
Bjs

Zilani Célia disse...

OI MARIAZITA!
PARA TE DESEJAR UMA BELA SEMANA VENHO AQUI.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Marly de Bastos disse...

A foto me encantou e sua descrição do dia que começa o outono também. Uma postagem completa Mariazita.
Olha vim agradecer sua visita ao meu blog num momento muito doloroso para mim, que foi perder meu companheiro de muitos anos, Suas palavras foram confortantes, embora nesses momentos nada nos dá alento, mas é bom saber que tem alguém sendo solidário nas nossas dores. ainda dói, mas o tempo tem amenizado o sofrimento.
bjkas doces e boa semana.

Samuel Balbinot disse...

Bom dia Mariazita..muito grato pela sua visita.. depois te sigo que estou fora do blog agora.. então todos os dias são bem vindos.. sei que as pessoas ficam assustadas com algumas coisas que eu escrevo.. esta poesia é de 2007.. faz tempinho já.. e como eu gosto de escrever sobre todos os temas as vezes posto algumas só pra cutucar as mentes.. tenho feito em várias areas até sonetos aos 72 anjos eu fiz foi quase 5 meses a fazer.. falar da morte sempre choca as pessoas.. por mais que a maioria só queira ler coisas de amor.. estamos envoltos por tudo neste mundo... e como tu disse sempre a mesma tecla seria monótono... então diversifico.. se desejar procure que tem muita coisa legal.. de amor.. homenagens.. outros com este estilo.. não se assusta não.. que o poeta aqui é gente boa viu rsrs sobre a chuva.. ela nos dá tanto versos. fiz uma recente para minha obra infantil.. tudo que tem movimento e até o que não tem resulta em boas poesias.. te deixo um lindo dia bjs...

francelina filipe disse...

Ó que bom...hoje fui visitar o meu jardim e vi que mais uma linda flor nasceu aqui, é amiga cada amigo que entra no meu espaço eu fico logo a pensar que lindo ramo de flores eu vou fazer aqui.Adorei ser visitada aqui por si, pois já ao longo do google+ temos seguido os mesmos passos e partilhamos os mesmos amigo, então porque não viemos por este lado, onde aqui podemos falar um pouco mais.
Amiga Marizita...que a nossa amizade seja duradoura e prazerosa pois temos sempre algo de bom para poder partilhar, e como diz sermos quase vizinhas então melhor ainda respiramos do mesmo ar e vimos nascer o mesmo sol e ainda a chegada da mesma lua, sim porque tem noites que não a vimos mas temos a certeza que ela está lá, e por muitos milhões de anos. Nós é que vamos mudando de forma algumas vezes. Tenha uma linda noite e um feliz amanhecer mas sem tantos flashes.
Beijinhos de luz e muita paz...

Beatriz Bragança disse...

Querida Mariazita
Que bela é a sua primeira fotografia!!!
Além de grande escritora,também é óptima a captar momentos!!!
Parabéns pelo seu texto,em que consegue fazer uma descrição em prosa poética!!! Gostei muito do poema.Completam-se.
Tenha uma óptima 4ª feira.
O tempo vai estar incerto,mas, por agora, o Sol brilha e não haverá frio.
Beijinhos da
Beatriz

Duarte disse...

Aqui também, mas ainda não se nota muito. Sim, o céu está mais vermelho e as folhas vão amarelando, mas segue o calor e não chove.
Besos

Maria Emilia Moreira disse...

Boa noite Mariazita!
Realmente o Outono veio em força, isto é, cheio de vento forte e chuva brava com trovoada à mistura.
Pela zona de Vila do Conde, relativamente perto do local onde vivo, houve grandes prejuízos em casa, em terrenos de cultivo...enfim!
Mas o Outono colorido e um pouco mais manso é lindo!
Saúde e paz. Um abraço amigo.
M. Emília

francelina filipe disse...

Bom dia amiga Marazita, está a chuver bastante, mas para quem está em casa e sem grandes afazeres sentada ao computador vendo a chuva a cair sobre os vidros da janela me perdoem os que tem que andar há chuva. Mas eu também já apanhei grandes molhas durante bastantes anos e, meu Deus, como eu sofri. Felizmente que isso já é passado e, que hoje mesno, não estando lá muito bem mas os meus maus estares da vida são mais morais e espirituais do que físicos. Mas vamos deixar o passado dentro do seu cofre fechadinho a sete chaves, amiga fiquei muito feliz pela sua visita e pelas suas palavras, apenas tenho pena da partida do seu querido amor.
Mas creia que ele está bem e sempre estará a seu lado mesmo não o vendo, será como o sol a gente não o vê mas sabemos que ele esta lá.
Amiga gostava de partilhar mais coisas consigo mas vou-lhe mandar o meu email se me quiser contatar terei muito gosto, por hoje desejo-lhe um santo dia com muita paz no seu coraçãozinho beijinhos de luz e muita paz na vida.
PS:francelinafilipe@hotmail.com

✿MIUÍKA✿ disse...

Amiga Mariazita,gostei muito da tua visita e das palavras que me deixaste,obrigada.
Estive a ler algumas histórias e textos teus e entendi que és uma bela contadora de histórias,adorei,voltarei para ler mais,espero merecer a tua amizade,terás a minha com certeza.
Se alguma vez me quiseres escrever,embora o meu email esteja no blog,aqui vai: marialuisa1943@live.com.pt
Para ti amiga,um bom fim de semana e um beijinho.
Miuíka

Regina Magnabosco disse...

Obrigada, Mariazita, pelo carinho que me transmitiu com o comentário que deixou no Ruas e papéis.
As dificuldades de que eu havia falado são soma de cansaço e coisas pequenas da vida q vão ficando grandes quando não conseguimos administrá-las.
Mas, como você disse, tudo passa, graças a Deus e à presença de pessoas especiais como você.
Beijo grande!

Gracita disse...

Querida Mariazita
O tempo é glorioso e nos reserva surpresas lindas. Várias estações numa mesma época. Mas depois tudo se acalma e vivemos a grandeza que a natureza nos propicia.
Beijos e um lindo final de semana

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Mariazita!

Obrigado pelo esforço para lá conseguires deixar o teu comentário.Mas melhor mesmo é seguir as regras ditadas pelo médico.Oxalá
que o tratamento resulte, e a recuperação seja breve.Quando se entra na "decadência", é preciso paciência de Job...

Eu, sei que que dentro de meses terei que fazer operação a uma catarata; a minha médica já me deu a boa nova,de modo que lá vou ter que me mentalizar - ainda que a contragosto...

E como amanhã já é Sábado, aqui te deixo os votos de bom fim de semana, de preferência com tempinho bom.

Beijinhos amigos.
Vitor

Evanir disse...

Em toda minha vida percorri um caminho...
não sei se é longo ou curto,
mas o que importa são as
pessoas que conheci
e marcaram meu coração.
Na minha vida dei carinho e amor
para aquelas pessoas especiais,
como você que é uma pessoa
especial na minha vida.
Deus fez o mundo, espalhou por
ele pessoas maravilhosas,
e nos deu a missão de encontra-las,
cumpri a minha encontrei você.
Um abençoado final de semana
Deus abençoe você hoje e sempre.
Beijos e meu eterno carinho.
Evanir.Mariazita se me permitir
gostaria muito de postar seu poema.

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite minha querida amiga !
Amiga de tantos,que faz esse mundo virtual,acontecer...
Venho trazer meu beijo de final de semana e dizer que estou adicionada a linhas e agulhas com criatividade,te convido para um convite especial.
Hoje estarei no blog da Catiaho com uma interessante matéria,te aguardo por lá
http://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com.br/

Cantinho do Amor disse...

Pois é Mariazita, tudo é passageiro...e relativo. Aí, começa o outono, aqui no Brasil, é a primavera que nos mostra a cara sorridente...Dependendo de nosso ponto de vista, as coisas podem ser boas ou más...se não há como mudar as coisas, mudemos o ponto de vista, rs...
Um feliz domingo!

Bíndi e Ghost

manuela barroso disse...

E embora ontem estivesse um dia de um azul intenso, hoje voltaram as nuvens com o cinza das manhãs mais escuras.
Mas faço sim, o favor de me sentir "feliz"
Obrigada Mariazita pelas suas carinhosas palavras.
Espero que se sinta já em pleno, da sua saúde
Um grande beijinho
boa semana!

Evanir disse...

Minha amiga já foi postado seu belíssimo poema.
Deixei na postagem um mimo para si.
Uma abençoada semana beijos,Evanir.

Malu Silva disse...

è de fato que o tempo interfere no humor das pessoas minha querida, porém aprendi a fazer valer que todos os dias são de igual beleza... Um enorme abraço e sempre meu carinho!!!!

Jardineiro do Rei disse...

Aproxima-se o Inverno com os seus frios, as longas noites "ao borralho", lendo, ouvindo música, escrevinhando qualquer disparate de ocasião.
Mas eu gosto tanto destes dias mornos de Outono, dos crepúsculos de fogo, da terra em silêncio.

Um beijito e um imenso sorriso

João

Duarte disse...

Agora sim, já é Outono, as folhas, pálidas, vão caindo, deixando as ramas nuas, tudo numa vénia de despedida. Já faz frio!
Um abraço grande

helia disse...

Estamos no Outono , que também tem a sua beleza e em breve chega o Inverno , habitualmente com dias escuros e chuvosos , mas também com dias luminosos com Sol e temperaturas amenas ! O que é preciso é , que com Sol ou sem Sol , nos sintamos bem e felizes !
Bom fim de semana

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Mariazita!

Que seja bom o teu fim de semana, e boa a saudinha e disposição.

Beijinhos amigos, fica bem.
Vitor

Dorli disse...

Oi Mariazita
Seja inverno, verão ou qualquer outra estação que tenhamos no coração sempre o verão o aquecendo, a primavera à sentir suas fragrância.
Gostei das duas poesias e da sua foto.
Obrigada
Beijos
Lua Singular

Lindalva disse...

farei sim Mariazita.. serei feliz :-) e olha meus olhos quase não piscaram lendo teu texto, como sempre fiquei maravilhada. Ah! minha querida fiquei feliz em sentir teu perfume no salão azul da ilha, dei pulinhos de alegria e ai vais participar de alguma brincadeira? Beijos doces no coração.

MARILENE disse...

Não se pode mais confiar nas estações (rss). Tanto fizeram que há calor no inverno, chuva no outono, frio no verão. Mas os dias, em quaisquer delas, tem sua beleza, quando nos levantamos dispostos a vivê-los com alegria.
Seu poema aborda, além da chuva, as mazelas que, infelizmente, estarão a prejudicar o homem, em vista de sua falta de responsabilidade para com o planeta.
Fez uma linda postagem. Bjs.

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga gosto do outono e adoro os dias com solzinho, sem muito calor e sem chuva.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

Olinda Melo disse...


Querida Mariazita

Uma visitinha para te desejar uma excelente semana, juntamente com a tua família.

Beijinhos

Olinda

Vinícius Silva disse...

Lindo.. sentime dentro da casa com vc a olhar p o céu. senti a brisa e o cheiro da chuva de inverno!

Evanir disse...

Que nunca me sinta sozinha
nem afastada das pessoas
que amo.
Peço sabedoria para perceber
a presença de Deus
em todos os corações humanos.
Que minha presença no seu blog
eu venha semear somente a paz,
Que todas visitas , que eu realizar
eu deixe uma semente , que ao
germinar seja somente esperança
a nascer fazendo da sua vida
um mundo de infinita paz.
Que a fé manifeste a cada dia maior,
e você seja mais um anjo a manifestar
evolução mostrando o poder ,
que existe no amor de Deus.
Uma abençoada semana.
Beijos ,Evanir.

Fátima Oliveira disse...

Oi Mariazita,
Primeiro quero agradecer a oportunidade de lhe conhecer, cheguei aqui e fiquei encantada com seus escritos, sua forma de escrever que nos deixa com o gostinho de "quero mais" e assim fiz, passeei bastante pelos dias 14 de cada mês e tudo que lia gostava e cada vez gostava mais, Também já estou seguindo, e prometo na próxima reunião dos orquidófilos procurar saber o nome da orquídea pipoca e passar pra você.
Sobre esse post, amei!! A prosa descontraída e bem humorada, o poema da chuva e adorei a imagem de outono, pena que aqui não tem.
Beijos!!!

Lilá(s) disse...

Hoje é dia de estar com a mantinha sobre os joelhos...e que tal um cacau fumegante vai?
Beijinhos Mariazita

Táxi Pluvioso disse...

Afinal nada passa, desde que o homem teve a vaidade de descer das árvores, ou vaidade ainda maior, ser benzido do barro de algum Deus, que não avançou um milímetro daquilo que realmente é: um animal pouco racional que é convocado para enriquecer uma parte da sociedade em que vive, e assim é que deve ser, é esse o seu destino. boa semana

Vera Lúcia disse...


Olá Mariazita,

Você iniciou sua prosa de uma maneira bem divertida. Tive que rir ao imaginá-la saindo da cama, ainda não tão bem composta, e sendo clicada por paparazzos-rsrs.
Estranho como os dias cinzentos afetam nossos sentidos. Ainda bem que passam.

Muito lindo seu poema, que traz um um alerta para o desrespeito ao meio ambiente. O homem é um ser estranho, pois sequer cuida de seu habitat natural.

O outono é mesmo uma estação que convida ao recolhimento e ao aconchego. É uma bela estação, embora eu prefira o verão. Gosto de luz e sol.

Dias felizes para você.

Beijo.

LUZ disse...

Olá, querida Mariazita!

Como tem passado? Quero e espero que muito bem, sinceramente.

Ora, o tempo não me dá tempo, passo a redundância, para ter tempo, o tempo que a Mariazita merece e de que é digna, para poder "visitá-la" e tecer algumas considerações sobre as suas palavras, ou seja, sobre o seu texto, tão natural, como a nossa própria sede, em minha opinião.

E a propósito de sede, acredite, que vou comentando os blogues seguidores dos meus, e não só, aqueles que me apetece, para ser muito franca, mas um pouco a conta gotas, e há pessoas já "desidratadas", eu compreendo, mas, PROMETO, JURO, e se Deus quiser, que talvez lhes coloque no sapatinho uma prenda vistosa, grande, pelo menos no tamanho, doce e sensual.

AQUELA METÁFORA QUE ESTABELECEU NO INÍCIO DO SEU TEXTO, ESTÁ "DE GRITOS". VERDADE! SHAKIRA OU MADONNA, EM AÇÃO. É MUITO BOM SINAL, SABIA? A SUA AUTOESTIMA ESTÁ ELEVADA E SABE "BRINCAR" COM ELA E COM AS SITUAÇÕES.

Não gosto do outono, porque "detesto coisas", situações, entre "as nove as dez", ou mais ou menos, ou, pode ser.

Adoro o verão e o calor. Gosto de pessoas quentinhas, cores quentes, e chá, também, a "ferver" no meu olhar e na minha boca, a delirar, por mais.

Então, era uma trovoada e não um bombástico e insinuante flash, e ainda por cima, minha querida amiga, esqueceu-se de sorrir e fazer "pose". "IMPERDOÁVEL"!

Vamos dar leveza e sorrisos àquelas nuvens pesadíssimas e cinzentas (detesto o cinzento, tanto em cor, como em pessoas, mas este ano está na moda, A COR, claro), que carregavam o paraíso, o lá de cima, e o seu também.

CARAMBA! TEM/MOS DIREITO AO SOL E À LUZ QUE ELE EMANA. AQUECE-NOS E MIMA-NOS O CORPO E A ALMA.

Depois, veio a surpresa: continuação do verão, com temperaturas bem agradáveis e apetitosas.
Também as senti e apetecia-me trincar, mordiscar, ousada e carinhosamente o senhor verão, para que ele sentisse "na pele" todas as minhas investidas e todo o meu "amor".

TUDO PASSA, SEM DÚVIDA, MAS HÁ MOMENTOS QUE PASSARAM E QUE NUNCA ESQUECEREMOS. A POESIA QUE A MARIAZITA FEZ, DENTRO DO CARRO, NO PARQUE DO HOSPITAL DE STA. MAARIA, FICOU PARA SEMPRE, E É BEM A PROVA DO QUE ACABO DE DIZER/ESCREVER.

Mas, o grande dia, para nós, católicas, acontecerá, porque está escrito e prometido no livro sagrado, e porque cremos na ressurreição dos mortos e na vida do mundo que há de vir.

Tenha uns dias felizes e sublimes.

Beijos da Luz, com estima e apreço.

Malu Silva disse...

Mariazita, acabo de publicar seu poema aqui - http://semolharescriticos.blogspot.com.br/2013/11/a-chuva.html

Espero que goste. Direcionei o link para sua página de blog.
Um abraço!!

manuela barroso disse...

Ola querida amiga Mariazita,
é sempre uma alegria ler as suas palavras, agora já com a chuva mais forte...
Mas que importa se elas trazem os pingos enormes da amizade?
Um grande abraço, bom fim de semana
Bji

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Mariazita!

Pois é;afinal o ditado não tinha a ver com a cor do burro quando foge( que continuo a não saber exactamente qual seja...)mas sim com quem fugia à frente dele.Mas o gosto popular decidiu trocar-lhe as voltas, e o ditado ficou como é...Obrigado!

E desejo-te um bom fim de semana, de preferência com sol.

Beijinhos amigos
Vitor

Berço do Mundo disse...

Passei apenas para desejar um domingo muito doce.
Ruthia d'O Berço do Mundo

Smareis disse...

Olá Mariazita!
Maravilhosa sua postagem.Poemas bem construído de momentos vividos.
Bonita foto, gosto muito do outono, minha estação preferida.
Sempre tenho medo de céu escuro , relâmpago e trovão,temporais vem e vão, e o sol sempre volta a brilhar.
Beijos querida!

nelma ladeira disse...

Boa noite,Mariazita lindo poema !
Cada um mais lindo que o outro,parabéns.
Agradeço o seu lindo comentário,em meu cantinho.
Obrigada pelo carinho,e uma linda semana,cheia de amor e paz.
Beijinhos.

jinx sumatra disse...

Thanks for sharing such nice information about Social Networks. This information I can use in my tour. Thanks a lot

Buy Youtube Subsribers
Buy Vine Trial

Nilson Barcelli disse...

Olá Mariazita.
Obrigado pela tua visita e comentário (acho que exageraste nos elogios...).
Dei uma voltinha pelo teu blogue e gostei do que vi. Voltarei, por certo.
Mariazita, tem uma boa semana.
Beijo.

SANTA CRUZ disse...

Mariazita: lindo poema de Outono é no cair da folha que se torna triste as nossas paisagens.
Beijos
Santa Cruz

Evanir disse...

A alegria quem me da é você que
leva seu carinho no meu blog.
A algum tempo meu céu anda
um pouco nublado e os Dias meio cinzentos.
As noites um pouco longa ,
mais sem perder o brilho das estrelas.
E o encanto da lua brilhante
beijando meu rosto.
Obrigada por você existir na minha vida,
obrigada por me ajudar a superar tantos
momentos de incertezas.
Que Deus abençoe você e eu beijos , Evanir.
Deixei mimo de agradecimento na postagem.
È simples mais de todo coração.
Com você quero comemorar 500.000 Visitas
e tenha certeza , você faz parte da minha historia.
Eu acredito em Deus.

Elvira Carvalho disse...

E o mau tempo passou e tem feito uns dias lindíssimos.
Fiquei preocupada com a menção do Hospital. Está doente amiga?
Espero e desejo que já se encontre bem.
Um abraço e que Deus a proteja.