quarta-feira, 14 de agosto de 2013

MARK O´BRIEN

MARK O´BRIEN
  
 
Vi, há muito pouco tempo, um filme excelente, que retrata a vida do jornalista norte-americano Mark O’Brien.
Mark nasceu em Boston, em 31 de Julho de 1949; quando era ainda pequeno os pais mudaram-se para Sacramento, na Costa Oeste dos Estados Unidos, onde passou a infância.
Aí sofreu um grave ataque de poliomielite, aos 6 anos de idade.
 
A poliomielite é uma doença infecciosa viral, também conhecida por paralisia infantil.
Altamente contagiosa, é, muitas vezes, mortal; quando poupa a vida, deixa sequelas muito graves, normalmente deficiências motoras que atingem sobretudo os membros inferiores, podendo, contudo, provocar tetraplegia.
 
Assim aconteceu com Mark O’Brien, que se viu confinado, por toda a vida, a um pulmão de aço, do qual se podia libertar apenas algumas horas por dia. Para isso fazia-se acompanhar de um aparelho respiratório portátil.
Com uma força interior enorme, o seu estado físico não o impediu de se matricular, em 1978, na “University of Califórnia”, em Berkeley, Califórnia.
Vivia num pequeno apartamento no “campus”, fazendo-se transportar, para as aulas, numa maca eléctrica, onde era colocado o aparelho respiratório portátil, que tinha autonomia para, apenas, umas poucas horas.
Em 1982 obteve a sua licenciatura em literatura anglo-saxónica, após o que, e depois de repetidos pedidos, foi admitido na “Escola Superior de Jornalismo” em Berkeley. Este acontecimento abriu um precedente que permitiu a outros candidatos com deficiências graves terem acesso a Universidades Estaduais.
Tornou-se poeta, escritor, e um defensor acérrimo dos direitos dos deficientes.
Em 1979 escreveu um ensaio sobre a “vida independente”, o que levou Sandy Close, editora executiva da «Pacific News Service», a contratá-lo como correspondente.
Inicialmente O’Brien ditava os seus artigos; mais tarde começou a utilizar uma espécie de pau que, metido na boca, servia para pressionar as teclas de uma máquina de escrever eléctrica; finalmente, adquiriu um processador de texto.
Em 1997 co-fundou uma editora dedicada à publicação de poesias escritas por pessoas com deficiência – «Fábrica de limonada».
Escreveu vários poemas, entre eles “Respiração”, e uma autobiografia – «Como me tornei um ser humano: a procura de um homem incapacitado, por Independência».
Mark O’Brien faleceu em Berkeley, em 04 de Julho de 1999, com 50 anos de idade.
 
Sobre a sua vida foram feitos dois filmes:
- “Lições de respiração: A vida e obra de Mark O’Brien” (1997), e
- “6 Sessões” (título em Portugal) – “Sessions” (título original) – este foi o que vi há relativamente pouco tempo.
O filme, para além de retratar a vida real de Mark O’Brien, a sua doença e as dificuldades com que sempre teve que lutar, foca o aspecto da sexualidade que, aos 38 anos, começou a perturbá-lo.
Na qualidade de católico convicto receava que as suas convicções religiosas fossem abaladas se procurasse perder a virgindade.
Decide consultar um amigo padre a quem expõe as suas dúvidas.
Tendo recebido um incentivo favorável, contrata uma terapeuta do sexo – papel brilhantemente interpretado por Helen Hunt.
 

Ben Lewin, o realizador, tem o seu maior triunfo na atuação de John Hawkes,
 
 

que constrói um protagonista muito à base de doçura e vigor.
O realizador retrata o sexo com pureza e sem qualquer espécie de falso moralismo, sem nunca roçar a baixaria.
Cenas de sexo explícito, com nu integral, não chocam minimamente, já que são apresentadas duma forma didáctica e perfeitamente enquadradas na história, e não de forma gratuita.
Considero-o um filme excelente, que aborda questões relevantes, nas quais, muitas vezes, nem sequer pensamos.
Se tiver oportunidade, não deixe de ver.
 
 
 
Como vou de férias para fora do país só quando regressar, em princípio de Setembro, poderei retribuir as visitas que me fizerem, e que, antecipadamente, agradeço.

61 comentários:

Manuel Luis disse...

Enquanto vais de férias, eu fico cá e aproveito para ler o que escreves.
Bj

Miguel Azarati disse...

Minha querida Nina
Quando me disseste que a tua postagem era interessante não imaginei que seria tanto.
Não conhecia a história de Mark O’Brien, apenas tinha ouvido falar no filme. Mas, depois de ler a descrição que fazes, e da maneira impecável que é teu apanágio, fiquei desejoso de ver o filme.
Tens que organizar aí uma sessão para que eu possa ver "as sessões"
:))).

Beijos, tantos quantos possas receber.
Miguel

Daniel Costa disse...

Mariazita

Não conhecia a histórica vida de Mark O'Brien, nem o filme com é evidente. Filmes do género, para mim foram sempre deprimentes. O mesmo não acontece com livros do mesmo género, que me comovem mas empolgam.
Aconteceu ao ler a tua bem documentada crónica.
Agora reporto-me ao TOP SECRET OLAVO, fiz a postagem do último capítulo e do prefácio, após ambos, avisei-te por E-mail.
A editora já tomou conta do livro.
Depois com tempo passarás.
Boas Férias!
Beijos de amizade

isa disse...

Boas férias, Mariazita.
Beijo.
isa.

Lilazdavioleta disse...

Bom dia Mariazita ,
já conhecia o filme . Concordo com
o que dizes sobre ele .

Boas Férias , e tudo a correr bem .

Um beijo ,
Maria

Ritinha disse...

Eu conheço essa história e vi o filme, emocionante e interessante para quem não viu ainda.
bjs
Ritinha

✿ chica disse...

Linda e interessante história e post. beijos e desejo ótimas férias, curte bem! Aproveita! chica

Anne Lieri disse...

Mariazita,uma dica bem interessante!Não vi esse filme e tb não conhecia a vida desse jornalista.Gostei!E adoro essa atriz tb.bjs e boas férias pra vc!

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Mariazita!

Há pessoas assim, com uma extraordinária vontade de viver, ainda que no meio de muito sofrer; são poucos, e transformam a vida num acto de heroísmo.
Não vi o filme, e confesso que o género tende a deprimir-me, ao presenciar tanto sofrimento...

Que os dias de férias te saibam bem, e então até Setembro!

Beijinhos amigos.
Vitor

Regina Magnabosco disse...

O filme parece ser mesmo muito bom, Mariazita. Obrigada pela sugestão. Eu choro muito com esse tipo de história...rs, mas assisto.
Eu lhe desejo uma ótima viagem.
Beijos!

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá Mariazita,uma postagem muito interessante.

Obrigada da visita e por me seguir
Bjs
Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

Carla Ceres disse...

Oi, Mariazita! Confesso que não conhecia a história desse escritor. Vou procurar o filme hoje mesmo. Faça uma ótima viagem e, se puder, tire umas fotos pra nos mostrar. Divirta-se! Beijos!

Rosa Carioca disse...

Já conhecia o filme.
Boas Férias!

Sotnas disse...

Olá prezada Mariazita, e que tudo esteja bem!

Obrigado por tuas gentis visitas e por teus generosos comentários. E assim por cá passo grato por compartilhar mais esta bela postagem, que como sempre contém boas histórias que emocionam sempre os amigos que por cá passam!

Assisti a alguns filmes sobe estes assuntos e, sempre passam belas e emocionantes mensagens, e este já estava na lista para assistir, e com certeza vou assistir, eu agradeço pela dica, mas, agora deixo cá apenas meus agradecimentos e meu desejo para que faça uma ótima e divertida viagem, pois, com certeza no seu retorno teremos outras belas histórias e lírios para nos encantar!
E que teu viver seja sempre de intensa felicidade, um grande abraço e até mais!

lita duarte disse...

Oi, Mariazita.
Esse filme é muito bom.

Boas férias para você.

Beijos.

Olinda Melo disse...


Meu Deus, que força! Isso é que é vontade de viver, persistência, procurando canalizar a sua inteligência no sentido de viver a vida com qualidade e dando um exemplo fora do comum.

Querida Mariazinha, foi excelente o teres trazido esta Força de Viver ao nosso conhecimento, (pelo menos eu desconhecia a história de Mark O'Brien). Vou vou se consigo ver o filme, como recomendas.

Desejo-te boas férias, com muito descanso, respirando e aproveitando as infindas benesses da Mãe-Natureza.

Sabes uma coisa? Carreguei em 'A Casa da Mariquinhas' na parte lateral do meu blogue e vim aqui ter sem problemas. Que bom!

Beijinhos

Olinda

Olinda Melo disse...


Hahaha...

Hoje, tratei-te por 'Mariazinha', por lapso. É que tenho cá a minha irmã que tem este diminutivo.

Bem, fica tudo em família. :))

Beijinhos

Olinda

Silenciosamente ouvindo... disse...

Amiga desejo muito que tenha umas
boas férias. E que descanse.
Bj.
Irene Alves

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida Mariazita

Que as tuas férias sejam boas e cá fico esperando e deixando um beijinho com carinho.

Sonhadora

SOL da Esteva disse...

Querida Mariazita

Desconhecia a descrição da História, embora soubesse do Filme, que não cheguei a ver.
Quanta força humana há, mais sobressai nas situações de alguma diminuição de capacidades.
Gostei do "Argumento" que descreves com admiração.


Férias felizes e retemperantes.



Beijos



SOL

Evanir disse...

Estou aqui para deixar um carinho
com bastante saudades de você.
deixei um mimo na postagem
se for do seu gosto é oferecido com muito carinho.
Quando fico ausente chega doer a saudade,
porém mesmo no silêncio jamais esqueço de você.
Eu acredito na verdadeira amizade ,
que o tempo não corrói
permanece viva e cravada no coração e na alma.
O fato de não estar conseguindo chegar a todos blogs como sempre
fiz esta me custando acreditar ,
que na dor perdemos
pessoas , que fantasiava meu blog com frases
de carinho sem medo eu digo..estão hoje sumidas
como - se contagiasse seus
dedos ou seu corpo deixar um alo nos comentários .
Estou feliz contigo , que independente
da minha presença dedicou a mim de todo coração
a mais doce amizade e presença constante.
Eu acredito em Deus e em sua divina justiça
se hoje eu choro amanhã chora quem
sem a menor sabedoria me abandona quando eu
mais preciso.
Seu carinho e amizade para mim é tudo ,
e por isso agradeço e agradecerei sempre
por seu carinho comigo.
Um abençoado final de semana muita paz
beijos até sempre..Evanir.

Vera Lúcia disse...


Olá Mariazita,

Impressionante a trajetória de vida de Mark O'Brien. Vou procurar o filme para ver.

Excelente viagem e ótimas férias.

Até a volta.

Beijo.

Duarte disse...

Excelente documento.
Uma maneira de repassar certas biografias que ficaram ancoradas no tempo. Gosto.
Abraços de vida

Carlos Rímolo ( Poeta Cigano ) disse...

Querida amiga Mariazita !!!

Perdoa-me a longa ausência. Meu tempo Há tempos tem sido escasso. Hoje, consegui Um espaço e aproveitei para visitá-la e, deleitar-me Com seus lindos textos.
Meu número de seguidores, embora me sinta Orgulhoso, tem atrapalhado um pouco, mas vou, Com certeza, Adequar o meu tempo.
Um início de semana maravilhoso é o que desejo Pra você. Que haja muita luz e amor em seu coração.
Beijos de luz !!!

POETA CIGANO – 20/08/2013
http://carlosrimolo.blogspot.com
“Poesias do Poeta Cigano”

http://odeclinardosonhos.blogspot.com disse...

Olá amiga é assim a vida tu vais agora de férias e eu acabei agora as minhas!!!!
Que sejam umas férias lindas, maravilhosas e com tudo de bom a acontecer!!
Até Setembro então
bjs
anacosta

Cecília Romeu disse...

Mariazita querida amiga, tudo bem?
Fiquei sabendo um pouco sobre Mark O'Brien justamente em razão da divulgação do filme, que quero ainda muito assistir.
Impressionante a lição de vida, e principalmente, do gosto pela vida e de aproveitar essa chance divina.

Beijos e ótimos dias!
Espero que esteja tudo bem com você.

Brisa Petala disse...

Minha querida amiga
Aproveite suas férias.Que hoje seja o dia de um novo começo na sua vida! Que não tenhas medo de arriscar, tentar, você só vai saber se não desistir logo no primeiro obstáculo que surgir.
Um beijinho
Ana

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Mariazita!

Que essas férias estejam a correr bem, com muito sol e muita praia.

Beijinhos, e até Setembro.
Vitor

Evanir disse...

Minha amiga quantas saudades a gente sente dos blogs das amigas.
Eu por estar com problemas de saúde quase ñ consigo fazer
visitas de vez em quando venho ao encontro das amiga e matar um pouco das saudades.
Uma semana abençoada beijos , Evanir.

Manuel Luis disse...

Férias! Algo que eu suportei mas não queria. Bj

Zilani Célia disse...

OI MARIAZITA!
BOM SABER QUE ESTÁS VIAJANDO, APROVEITA .
LI TUDO SOBRE O FILME E VOU TENTAR VÊ-LO, INTERESSEI-ME BASTANTE.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Berço do Mundo disse...

Pessoas inspiradoras dão sempre bons argumentos de filmes... Boas férias, aproveite bem.
Um abraço
Ruthia d'O Berço do Mundo

Sinval Santos da Silveira disse...

Boa tarde!
Amiga escritora,foi prazeroso e emocionante conhecer teu trabalho.
Fiquei seu fã.
Parabéns
Sinval

Tais Luso disse...

OLÁ, MARIAZITA, já ouvi falar nesse filme, e agora fiquei com muita vontade de vê-lo. Obrigada pela partilha, até já tinha esquecido. Vou pegá-lo para ver.

Beijos!

elvira carvalho disse...

Obrigada pela resenha do filme. Tomei nota e vou ver se consigo ver.

Um abraço e que as férias decorrem em plena harmonia.
Um abraço

Brisa Petala disse...

oi amiga linda
"Que setembro consiga colorir ainda mais os sonhos, que exista festa escancarada de bem querer no jardim de cada alma, que todos possam colher a flor do amor, da paz e da verdade. Que exista harmonia exagerada e que o fermento da vida cresça aguardando a linda primavera. Que venha setembro o querido mês juvenil. Que venha, que traga chuva de prosperidade, que as sementes plantadas no coração brotem com a chegada da menina primavera, a pupila do mestre setembro. E que venham as flores, os frutos com gosto de esperança, que a colheita de luz cubra cada alma que a vida sem querer pintou de cinza. Que neste novo mês de olhar primaveril nós possamos ver o outro com as lentes da mansidão e caridade. Que as flores venham acompanhadas do sucesso espiritual, que haja entrosamento e luminosidade. Que os elos de compreensão não se soltem, que as mudas de otimismo se espalhem por entre os ramos de compaixão. E que assim seja não apenas neste amontoado de frases, mas que se prolongue nos dias de luz e nos dias de escuridão. Espero que por dentro de nós exista sempre alguma flor para encantar o próximo, que a caixa do peito seja a porta de saída dos medos e que os olhos possam ser o orvalho surpreendente de cada manhã. Que assim seja."
UMA FELIZ PRIMAVERA
COM CARINHO
ANA

Bergilde disse...

Mariazita,meu abraço retornando ao blogspot neste fim de Verão.
Há grandes ensinamentos que podemos encontrar lendo histórias de superação como esta.Grande estimulo e incentivo para todos nós,especialmente pra quem por conta de bobagens é capaz de se fazer de vítima.Vou procurar este filme por aqui.
Até a volta,desta vez a sua,aproveite bem as merecidas férias!

manuela barroso disse...

Comovida com esta lição de vida Mariazita.
Vinda há pouco de férias,aqui deixo o meu abraço de saudades

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Estes sim são verdadeiros heróis, os tais heróis que há por esse mundo afora e a quem ningém dá valor. São sim pessoas especiais que nos dão verdadeiras lições de vida.Não conhecia a história e também não vi o filme. Adoro cinema e logo que possa irei vê-lo. Muito obrigada, amiga, por me dares a conhecer este HERÓI ESPECIAL e espero que as tuas férias tenham corrido bem. Um beijinho e até sempre.
Emília

Vera Lúcia disse...


Olá Mariazita,

Bem vinda de volta.
Espero que as férias tenham sido bem agradáveis e revigorante.

Beijo.

Zilani Célia disse...

OI MARIAZITA!
PASSANDO PARA TE AGRADECER A IDA NO "SÓ PRA DIZER" E QUE TENHAS UM BELO FINAL DE SEMANA.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Duarte disse...

Mariazita, se carregaste bem as pilhas estás plena de energia, isso é bom! Bem-vinda.
Por isso sempre vivo perto do mar e do rio, Antes o Douro, agora o Turia.
Um grande abraço

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Mariazita!

Bem vinda, já que férias não duram para sempre...
E obrigado pelos votos de melhoras.As coisas parecem estar a ir para o caminho, e já vou fazendo um pouco mais daquilo que muito gosto de fazer: "esticar as pernas"...

Beijinhos amigos, e bom fim de semana.
Vitor

MARILENE disse...

Só espíritos muito evoluídos têm essa capacidade de superação. Amei a postagem. Bjs.

LUZ disse...

Olá, querida Mariazita!

Como está? Revigoradíssima, assim o espero, e já entrou ao "serviço", como graciosamente diz num comentário ou outro, com que me cruzei.

As férias, a mim, cansam-me, porque fazer e desfazer malas, é um calvário.

E depois, os hotéis, nem sempre correspondem, ao que apregoam, àquilo que esperamos, e eu sou esquisita, pronto.

Enfim, estou sempre desejando, de regressar ao meu "aconchego".

Li, com muita atenção a sua publicação, como sempre interessante, e muito atual.

FEZ-ME PENSAR, SERIAMENTE, PORQUE ANDAMOS QUASE TODOS DISTRAÍDOS, E ESTA PASSAGEM, QUE É A NOSSA VIDA, MERECE CARINHO, DEICAÇÃO E ATENÇÃO.

Quantas pessoas, DIFERENTES, de nós não terão já passado pelo mesmo problema?

São estes que têm uma força vulcânica, que não sabemos de onde vem?

Precisamos de amor, como o ar que ele respirava, embora, com a ajuda de um aparelho.

AMA E FAZ O QUER QUISERES, dizia Santo Agostinho, E É BEM VERDADE.

Não conheço o filme, mas deve ser envolvente, do princípio, até ao fim.

HITÓRIAS DE VIDA, QUE NOS MERECEM RESPEITO E REFLEXÃO.

Bom domingo e melhor semana.

Um beijinho da Luz.

PS: pensei que já tinha comentado este texto. As minhas desculpas, por tão tardio comentário.

LUZ disse...

Pretendo retificar. DEDICAÇÃO e ama e faz o que QUE, e não quer, como lá está.

Beijinho da Luz.

LUZ disse...

Mariazita!

Encontrei mais outro erro de digitação, e qeu é: HISTÓRIAS DE VIDA, E não como lá está.

Beijinhos.

LUZ disse...

QUE e não que.

Obrigada!

Beijinhos.

lita duarte disse...

Oi, Mariazita.

Que bom que voltou.
Boa semana para você.

Bjs.

Beatriz Bragança disse...

Querida Mariazita
Só uma pessoa muito especial,como a minha amiga,para nos trazer uma tão bela e ao mesmo tempo chocante,biografia.Muito obrigada pela partilha,porque eu não tinha conhecimento de nada.
Espero que tenha tido umas excelentes férias.
Beijinhos da
Beatriz

São disse...

Já tinha cpnhecimento do filme , mas nunca o vi.

Obrigada pelo exemplo de coragem que nos ofereces.

Neninha, te desejo umas férias que correspondam ao que delas esperas.

Abraço apertado e toda a minha estima

La Gata Coqueta disse...



La amistad es compartir
la mismas estrellas,
que nos unen en la distancia...

Nuestra amistad significa:
no estar escrita en ningún libro,
no estar pintada en ningún lienzo
no estar en ninguna partitura musical.

Nuestra amistad es tan nuestra y particular
¡Que sólo vive en nuestros corazones!

Un abrazo soñando
y un beso amando.

Atte.
María Del Carmen


Marilu disse...

Querida amiga, linda história de vida de Mark O'Brien, isso serve para aquelas pessoas que apenas se tem uma gripe já não se levantam da cama e não param de reclamar. Devemos agradecer a Deus todos os dias o dom de sermos "perfeitos". Boa viagem minha querida amiga, divirta-se. Beijokas

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Não vi o filme mas já conhecia um pouco desta biografia.
Os nossos heróis crescem e vivem num mundo tão próximo de nós

Gracita disse...

Querida amiga Mariazita
Você me fez descobrir que nada na vida é mais importante do que uma amizade sincera e verdadeira. Os amores passam e os amigos ficam. Agradeço-lhe o carinho deixado em minha página enquanto estive ausente em viagem ao Rio de Janeiro. Você é uma pessoa única pois já nasceu especial. Adoro a sua amizade.
Beijos recheados de saudade e muito carinho.
Gracita

Nádia Santos disse...

Amiga, só com a leitura de tua postagem já fiquei emocionada com a historia dele. O filme deve ser emocionante e com certeza ele foi um grande ser humano, um guerreiro. Parabéns pela postagem e pela forma delicada como escreveste. Um bj

Olinda Melo disse...


Minha querida


Então, as férias foram boas?

Muito obrigada pela tua visita e pelas belas palavras que me deixaste no Xaile de Seda.

Desejo-te tudo de bom, muita saúde e alegria.

Beijinhos

Olinda

Graça Sampaio disse...

Bela história, Mariazita!

Boas férias e bom regresso. Beijinhos.

Magia da Inês disse...

¸.•°❤ ❤⊱彡
Que alegria voltar aqui, estava com muita saudade!!!!
ÓTIMAS FÉRIAS, AMIGA!!!!
¸.•°❤ BOM FIM DE SEMANA! ❤⊱彡

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Mariazita!

E como amanhã já é sábado, cá estou eu a desejar-te um bom fim de semana, com este Verão que parece disposto a por cá passar o Outono...

Beijinhos amigos, fica bem.
Vitor

Beatriz Bragança disse...

Querida mariazita
Vim até ao seu blog e,como ainda não tinha publicado de novo,procurei mais para trás.Encontrei este magnífico texto sobre um homem que desde nova me fascinava,porque nas revistas que o meu pai comprava eu tinha lido que alguém vivia num pulmão de aço.
O que eu ignorava era a existência de um filme sobre esta vida,tão precocemente ceifada.
Obrigada por me ter dado essa informação.
Beijinhos
Beatriz