domingo, 7 de dezembro de 2008

A ROSA



A rosa é uma das flores mais populares no mundo, cultivada desde a Antiguidade. A primeira rosa cresceu nos jardins asiáticos há 5.000 anos. Na sua forma selvagem, a flor é ainda mais antiga. Fósseis dessas rosas datam de há 35 milhões de anos.
A sua história mitológica é curiosa e longa.
Alguns poetas dão como origem da rosa o néctar espalhado pelo” Deus do Amor” num festim dos deuses.

Sobre a rosa conta-se a seguinte lenda:

“ Um rouxinol , cantando docemente, picou com o bico o próprio peito, fazendo cair ao solo gotas de sangue. Estas fizeram nascer uma bela rosa vermeha, seu primeiro amor, pelo qual o rouxinol continua a cantar, até aos dias de hoje”

Muitas variedades de rosas foram perdidas durante a queda do império romano e a invasão muçulmana da Europa.

Após a conquista da Pérsia no século VII, os muçulmanos desenvolveram o gosto pelas rosas, e à medida que seu império se estendia da Índia à Espanha, muitas variedades de rosas foram novamente introduzidas na Europa.

Durante a Idade Média, as rosas eram muito cultivadas nos mosteiros, onde deveria haver, pelo menos, um monge especialista em botânica que estivesse familiarizado com as virtudes medicinais da rosa e de flores em geral.
Contam as histórias de Amores Antigos que Afrodite teria dado uma rosa ao seu filho Eros, o Deus do amor.. A rosa tornou-se um símbolo de amor e desejo. Eros deu a rosa a Harpócrates, o Deus do silêncio, para o induzir a não falar sobre as indiscrições amorosas de sua mãe. Assim, a rosa se tornou também um símbolo do silêncio e do segredo.
Na Idade Média uma rosa era suspensa do teto da câmara municipal comprometendo todos os presentes ao silêncio.

Os romanos acreditavam que, ao decorar os seus túmulos com rosas, apaziguariam os Manes (os espíritos dos mortos).
Os ricos incluíam nos seus testamentos a seguinte cláusula:
“Que jardins inteiros de rosas sejam mantidos, para fornecer flores para a minha sepultura.”

Os romanos tinham as suas próprias idéias sobre a origem da flor.

“Para casar com Rodanthe, uma bela mulher, foram escolhidos muitos pretendentes, mas ela não se interessou por nenhum. Estes homens estavam tão cheios de amor e desejo que se tornaram violentos e invadiram a casa de Rodanthe. A deusa Diana, enfurecida, transformou a mulher numa rosa e os pretendentes em espinhos.”
Por isso… não há rosas sem espinhos.

Os chineses, no século V antes de Cristo, extraiam óleo das rosas que nasciam no jardim do imperador. Este óleo só podia ser usado pelos nobres e dignitários da corte.
Se um plebeu fosse encontrado com a menor porção deste óleo, seria condenado à morte.

Às rosas são atribuídos significados diversos, de acordo com as suas cores. Mas a roseira é uma planta tão emblemática, que até mesmo as suas folhas tem um significado especial: esperança.

A rosa vermelha, a mais desejada e admirada entre todas as outras, simboliza o amor.
Além de amor, estas flores vermelhas também podem traduzir mensagens de respeito e coragem.
Rosas Vermelhas: paixão, amor, respeito, adoração



As rosas cor-de-rosa em tom mais escuro querem dizer gratidão e estima, enquanto as rosas cor-de-rosa de tom mais claro significam admiração e simpatia.
Mas, em geral, a rosa cor-de-rosa associa-se a graça e gentileza.

Rosas Cor-de-rosa: gratidão, agradecimento, o feminino - muitas vezes aparece simbolizando o útero (da mulher) em algumas culturas, como o gineceu está para a cultura ocidental


As rosas cor-de-laranja ou coral significam entusiasmo e desejo .
As rosas cor-de-chá híbridas querem dizer “sempre me lembrarei de ti".

Rosas Champanhe: admiração, simpatia



As brancas, por sua vez, assumem vários significados, como os de inocência e pureza, reverência e humildade ou de segredo e silêncio. Também significam que quem está a oferecê-las está tentando dizer: "sou digno de ti" ou "tu és celestial". Rosas brancas já murchas significam que a tua tentativa de aproximação não surtiu efeito algum .

Rosas Brancas: reverência, segredo, inocência, pureza e paz



Em geral, as rosas amarelas significam satisfação e alegria, mas podem servir como advertência: "tens que ter mais cuidado".

Rosas Amarelas: amor por alguém que está a morrer ou um amor platónico



As rosas têm também significados próprios conforme a sua combinaçao de cores:
Rosas Vermelhas com Amarelas: felicidade
Rosas Coloridas em tons claros: amizade e solidariedade
Rosas Coloridas, predominando as vermelhas: amor, paixão e felicidade
Rosas Vermelhas com Brancas: harmonia, unidade
• Actualmente, as rosas cultivadas estão disponíveis numa variedade imensa de formas, tanto no aspecto vegetativo como no aspecto floral. As flores, particularmente, sofreram modificações através de cruzamentos realizados ao longo dos séculos para que adquirissem suas características mais conhecidas: muitas pétalas, forte aroma, e cores das mais variadas.


43 comentários:

Fenix disse...

Fantástico texto!
Muito bem!

Inserção histórica, evolução, descrição da actualidade…

Aprendi inúmeras coisas.
E as imagens também são óptimas.

Parabéns

Beijinho
Fenix

A. João Soares disse...

Um belo texto de uma linda flor.
Mas, não há rosa sem senão!!! E sinto-me defraudado porque afinal há rosas traidoras que tem cor que não a cor de rosa. Então afinal qual é a cor de rosa? Não é a de qualquer rosa. Faz-me pensar noutra confusão: um homem em frente de um guichet responde dando dados da sua identidade. A dada altura, pergunta o funcionário: estado civil? E o homem responde: casado. E o funcionário volta a perguntar, com uma mulher ou com um homem?
Tá legal, não tá???
Beijos
João

JADY*ALVES disse...

Que postagem mais linda minha querida.Meu olhar agradece, lindo conto do rouxinol rosas rosas que eu amo.
Grata presença.
Abraços e carinhos da Jady

Ps: estive aqui ontem, não consegui comentar, espero que nesse post maravilhoso eu consiga.

Lindo domingo em meio as flores.

Beijos ternos.

JADY*ALVES disse...

EBAAAAAA!!!

Conseguiiii rss

Meu carinhoso abraço..........Jady

stériuéré disse...

Gosto de todas, em especial as brancas e as vermelhas.
Cara Mariazita, peço desculpa por ter estado tanto tempo fora, durante algum tempo, não conseguia abrir o teu blog, nem sei porquê, o que interessa é que já consegui. Por isso minha amiga, ofereço-te Um belo ramo de rosas com todas as cores. Um belo dia pra ti. Abraços da sté

Mara disse...

Muito bela a história da rosa. Tema muito agradável pois ao tempo que se lê "sente-se" o seu especial aroma.

É um pedaço de história que a Mariazita nos transmite.

Parabéns e beijos a saber a rosas

Ana Martins disse...

Querida amiga,
excelente este texto, também gosto muito de rosas, principalmente das brancas e vermelhas. Mas gostei de saber do significado de todas elas, e da sua história.

Beijinhos

xistosa - (josé torres) disse...

Eu sou um desestabilizador, por natureza ...
Gostei da descrição das rosas ... e seguindo a descrição até ao óleo que era extraído das pétalas das rosas do imperador, na China.
Quem não fosse nobre e possuísse óleo era condenado à morte.
Parece-me que qualquer motivo os leva a matar o seu semelhante !!!
(não são necessárias rosas).

Experimente nesta época, em que há romãs, descascar uma ou duas e colocar os bagos num recipiente.
Arranje pétalas brancas de rosa.
Não daquelas do Equador e países da América latina que vêm cheias de insecticidas poderosos.
Há sempre quem tenha algumas.
Nesta altura tenho só algumas vermelho raiado de vermelho mais claro.
Mas tenho uma roseira que dá rosas cor-de-rosa, (que trabalho para colocar os hífenes), como se escreverá cor de laranja????.
É mesmo assim, sem hifen.
É este o acordo ortográfico.
Mas já me espalhei ... a roseira, no Verão dá rosas cor de rosa e no Natal, costuma ter rosas amarelas.
Todos os vizinhos, que são 8, têm a "semente", (uma estaca), mas só floresce no meu quintal e do meu vizinho da esquerda.
Mas este ano fizeram greve, as duas.
Nem a podo para não atormentar.

Então descascou a romã e agora juntelhe uma pétalas de duas ou três rosas brancas.
Mas se tiver mais confiança nas vermelhas, faça uma salada assim.
Eu só a borrifo com Vinho do Porto.
Se não gostar, eu envio a minha direcção.

Estou sem tinta.
Um bom feriado.

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo texto,a rosa a mais bela entre as flores(eu penso assim).

Grata pela sua visita.

Otima semana para vc.

bjs.

Paula Raposo disse...

Gostei imenso de te ler. Gosto de rosas de todas as cores! Muitos Beijos.

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Você apagou meus comentários, Mariazita? Nem me deu chance de Defesa...Mas saiba, sempre irei te admirar. Você sabe o que é ser vítima de uma injustiça, minha querida? Sabe o que é ficar uma semana inteira recebendo centenas de comentários infames, baixos, sujos?Você já passou por algo semelhante? Onde está seu SENSO DE JUSTIÇA? Agora, sou eu quem te estranha.
Qualquer bandido ou assassino só é preso depois que passa por um processo com Direito à Defesa e advogado, mas nem isso mereço de ti. Só espero que, um dia, enxergues A VERDADE!Deus te Ilumine!!!Bjs

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Apague esses também, é mais prático do que buscar a Verdade dos fatos...

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Eu publiquei e publicarei os seus, sejam quais forem os conteúdos. Pronto, não te incomodarei mais. Escolheste o pior lado...Apenas, lamento!!!

Giselle disse...

Mariazita,
amei o texto e saber mais sobre essas lindas flores ...
Menina amo rosas vermelhas ...
Má, qto ao seu comentário, vc não comentou demais não, viu?
Sei que muito do que escreve para mim, é apenas me alertando onde vc cometeu pequenos deslizes ...
Vamos ver se com o tempo eu me acostumo em não me cobrar tanto...
Mãe tem medo que o filho sofra né?
Mas, sei tamb´me que é pelo sofrimento que nossos filhos se tornam pessoas melhores, mas dóe né?
No caso de querer tomar a figura do Pai, tento fazer com que ele não sinta falta já que a figura do pai não é presente ...
Mas, o mais importante nisso tudo é o amor, e pode ficar traqnuila, vou tentar não sufocá-lo, rs...
Tenha uma excelente semana ...
imensos beijos

daniel milagre disse...

Mariazinha

Perante a eficaz dissertação, vi que só sobia; "não há rosa sem espinhos", focas a origem!
Aprendi, ou tentei reter algo, que desconhecia.
Por isso agradeço,
Daniel

Mariazita disse...

Olá, Fénix
Como é bom ler comentários assim!
É a recompensa pelo trabalho, que às vezes, não é muito leve...
Muito obrigada!

Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Querido amigo João
Muitas vezes fiz a mim mesma essa pergunta: se o cor de rosa é a cor das rosas, porque é que as rosas não são todas cor de rosa?
E o que é que apareceu primeiro: a rosa ou o cor de rosa? Quem nos garante que a primeira rosa a aparecer era cor de rosa, e assim surgiu o nome de cor de rosa?
A eterna quetão: "O ovo ou a galinha"???

A do estado civil tá legal...mas não em Portugal.
No Brasil, onde a palavra legal não tem propriamente que ver com legalidade, mas mais com "porreiro!", também não estaria legal.
Legal, à face da lei, estaria sim na Inglaterra, nalguns estados da América do Norte, e...mais não sei.
Mas legal, no sentido de "engraçado" tá, sim senhor.
E eu ainda não a tinha ouvido.

Com um beijinho especial pelo "linda flor"...despeço-me até amanhã, no sítio do costume.
Mariazita

Mariazita disse...

Oi, Jady
A minha flor preferida é a orquídea, mas a rosa vem logo a seguir nas minhas preferências.

Não sei o que estará se passando.
A Stériuéré diz que não conseguia "entrar" no blog, você diz que não conseguia comentar...
Estou a ver que tenho que encerrar para obras (reparações)!!!

Uma boa semana.

Beijinhos
Mariazita

Meg disse...

Mariazita,
Estou realmente admirada com a quantidade de informação que nos dás sobre as rosas.
A história do rouxinol é muito bonita.
E as próprias imagens das rosas, fazem deste um post à parte.
Parabéns, minha amiga

Um abraço

Mariazita disse...

Querida Sté
Pois não sei o que aconteceu...mas ninguém mais se queixou.
Com certeza a tua chave não estava boa... :)))
O que interessa é que já estás cá dentro. E com um lindo ramo de flores para mim!
Obrigada, querida.

Que tenhas uma boa semana.
Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Querida Milai
Que bom teres gostado!

Teres me deixado beijos a saber a rosas fez-me lembrar uma canção que o meu pai me cantava, quando eu era pequena.
Lembro-me de uma estrofe:

Maria, é teu lindo nome
Das coisas mais preciosas.
Maria - disse, e ficou-me
A boca a saber a rosas.

Lindo, não achas?

Também para ti beijinhos perfumados.
Mariazita

Mariazita disse...

Caro amigo Zé Torres
Sabe que tem razão? Não era preciso o óleo de rosas, qualquer pretexto servia.
Basta lembrarmo-nos dos samurais e suas katanas!

Agradeço muitíssimo a receita das romãs com pétalas de rosa.
Não preciso comprá-las, pois as fotos aqui publicadas foram todas tiradas por mim, no jardim da casa
da minha filha.
Aliás, a maior parte das roseiras fui eu que lhas ofereci.
Reparou nessa lilás (?) no início do post? Chamam-lhe "rosa azul", embora ela não seja dessa cor.
Parece que foi o que se conseguiu mais aproximado do azul, depois de feitos vários enxertos e cruzamentos. Foi conseguida num laboratório japonês.
Provavelmente você ouviu falar nisso, a notícia já não é recente.

Experimentarei a receita, mas com pétalas vermelhas. Parece-me que não há brancas lá no jardim.
E borrifada com vinho do Porto, deve ser pouco bom, deve!

Eu depois lhe conto!

Um abraço e continuação de boa recuperação.
Mariazita

Mariazita disse...

Olá, Ana Siqueira
Obrigada por ter vindo.
Uma boa semana.
Bjs
Mariazita

Mariazita disse...

Querida amiga Ana Martins
Não conheço uma pessoa, pelo menos mulher, que não goste de flores.
E a rosa é uma das preferidas; não para mim, que gosto mais de orquídeas, de que tenho algumas variedades, na varanda.

Até amanhã.
Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Olá, Paula
As rosas agradam sempre, não é verdade?
É, talvez, a flor mais perfumada, daí ser tão apreciada.

Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Oi, Vanuza
Espero que, a estas horas, você já tenho entendido as razões que me moveram.
Você, como advogada que é, deve saber, melhor do que ninguém, que não se devem fazer acusações sem fundamento.
E sabe também que, aparências apenas, não servem de prova em tribunal.
Vem isto a propósito da sua frase “Escolheste o pior lado”.
Aqui você faz uma acusação baseada em aparências. Talvez devesse ter-se informado, antes de fazer juízos temerários.
Como lhe disse, confio na sua inteligência para entender a minha atitude.
Venha quando quiser. Será sempre bem recebida, e dar-me-á sempre prazer, como qualquer outro comentador.
A única coisa que exijo, e disso NÃO ABDICO, é que, neste espaço, TODOS sejam respeitados e respeitadores.
Lamento tudo o que aconteceu, mas…NÃO TENHO NADA A VER COM ISSO.
Sempre me mantive aparte e assim continuarei.
Desculpe, mas ninguém me envolve nesses assuntos.
Fique com Deus.
Mariazita

Carlos Rebola disse...

A Rosa para mim tem um enorme e abrangente, significado, gosto muito de flores (haverá alguém que não goste?) mas a Rosa é a minha eleita pela forma belíssima, pela paleta de cores que nos oferece, pelas folhas, pelo perfume e também pelos espinhos, encerrando em si mesma uma simbologia que reflecte uma filosofia, toda humana e de todos os sentimentos. As belas fotos e lindo texto provam-no.
Talvez por isso, ela tenha perdurado além de todas as vicissitudes do planeta.
A rosa é uma flor maravilhosa que irradia boa magia e bons sentimentos.
Este post recordou-me a rosa que o “Principezinho de Saint-Exuipéry” cativou e por ela ficou responsável…

Obrigado

Beijos
Carlos Rebola

Mariazita disse...

Querida Gi
Que bom vc ter gostado do post.
Flores agradam sempre, não?
Fico muito contente por vc entender o que lhe falo acerca de Pablo.
Eu sempre digo: papel de mãe é encaminhar os filhos na vida; mas não podemos esquecer que não podemos viver a vida deles - essa só eles a podem viver.
E por agora não dou mais lições :)))

Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Caro Daniel
É assim a vida - aprender até morrer!
Pela minha parte fico muito feliz cada vez que aprendo algo mais. Se contribui para que tal acontecesse contigo... óptimo!

Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Olá, Meg
A minha "costela de lavrador" (como eu digo, por brincadeira) leva-me a interessar-me muito por plantas, flores...pela Natureza!

As imagens das rosas são MINHAS, minha querida.
Não estão na minha casa, que não tenho jardim, vivo num andar; mas são do jardim da casa da minha filha, e as roseiras foram oferecidas por mim (se não todas, a maior parte, pelo menos).

E com esta tirada orgulhosa :))) - das flores, é claro! - desejo-te um dia feliz.

Beijinhos
Mariazita

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia!

Tem selinho lá para vc.

bjs

João Paulo Cardoso disse...

Já ofereci rosas, não uma, não duas, não três vezes.
Já fui feliz com isso, não uma, não duas, não três vezes.

Isto diz muito.
Diz tudo.

Beijos.

Mariazita disse...

Oi, Ana Sequeira
Obrigada, querida.
Mais logo passo por lá.

Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Olá, João Paulo
Foste feliz e, tenho a certeza, fizeste alguém feliz!
Não uma, não duas, não três vezes.
Muitas!

Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Caro Carlos
Sabe que há cerca de 200 variedades de rosas? Identificadas e “baptizadas” são exactamente 196. Não é espantoso?
Eu também gosto muito de flores, e não conheço ninguém que não goste.
São uma bênção da Natureza, que embelezam e perfumam.
No que respeita à rosa, é também uma planta muito resistente, pois, mesmo no rigor do inverno, consegue manter-se florida.
E assim se compreende que tenha conseguido resistir ao longo de milhares de anos.

O Principezinho! Maravilhoso!

Beijinhos
Mariazita

Zé do Cão disse...

Mariazita. Confesso. Quantos corações deitei abaixo com rosas vermelhas.
Eram sempre dessa cor. Tiro e queda.

Pois a minha "Dona" só se foi abaixo quando lhe ofereci rosas brancas.
Casei 30 dias depois.


Beijocas

Francisco Sobreira disse...

Cara Mariazita,
Mais uma postagem muito boa. Você nos ensina muita coisa, ao falar de certos assuntos. Entre outras coisas que desconhecia sobre a rosa, està a que ela simboliza o silêncio. Um ou outro significado já sabia. Um beijo.

Mariazita disse...

Meu caro Zé do cão
Olha a grande novidade que me dás!!!
Como se eu não soubesse das tuas...avarias :)))
E percebeste porque a tua Dona só se rendeu às rosas brancas?
Porque as brancas são amor (puro) e as vermelhas são paixão (só).
Dona sabe...

Beijocas
Mariazita

Mariazita disse...

Meu caro Francisco
Ao preparar os posts procuro inserir alguma informação (tentando não ser maçadora nem assumir um ar doutural...)
Por isso, é muito gratificante ver um comentador dizer:
"Você nos ensina muita coisa, ao falar de certos assuntos."
Obrigada, meu amigo.

Beijinhos
Mariazita

ANA DINIZ disse...

Este texto é maravilhoso. Muito rico em conhecimento. Pude aprender muita coisa por aqui sobre rosas.

Sou devota de Santa Teresinha do Menino Jesus, a santa das rosas. Pois, é, eu não sabia q a rosa passou, desde os mitos gregos, a representar o silêncio (abnegação) e o segredo (confiança). Fiquei sabendo agora, por vc, Maria!

Vou orar para Santa Teresinha. Senti um chamado para uma meditação, sabe como é, o anjo. O anjo que clamo.

Fique com Deus. Na Luz.

Bjos.

E me dê notícias se posso publicar o seu comentário.

o que me vier à real gana disse...

Olá!

Bela mitologia... a do rouxinol e da rosa.
Excelente texto; mais uma mostra da tua sensibilidade!

bjs

Mariazita disse...

Querida Ana Diniz
Fico muito feliz por saber que gostaste.
A propósito de milagres e de rosas, conheces o Milagre das Rosas, da Rainha Santa Isabel (casada com D.Diniz, rei de Portugal)?
Se não conheceres posso te contar, se quiseres. É só dizer...
Até breve.

Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Olá Carlos Gil
Obrigada pelas tuas amáveis palavras.
Felicidades para a tua (vossa/nossa) luta!...

Beijinhos
Mariazita