domingo, 1 de abril de 2018

COLECÇÕES E COLECCIONADORES

COLECÇÕES
 Coleccionar, seja o que for, é próprio do ser humano. Para algumas pessoas constitui mesmo uma necessidade, justificada psicologicamente como algo mais do que um simples passatempo de adolescentes.
Coleccionador é o indivíduo que faz colecção dos mais variados objectos, como selos ou moedas, por exemplo. Mas são também coleccionadores os museus e as bibliotecas:
- Os museus coleccionam os mais diversos objectos – o Museu do Louvre guarda objectos desde a era napoleónica até aos dias de hoje, de entre os quais se destaca a famosa Mona Lisa, pintada por Leonardo da Vinci.
- As bibliotecas são coleccionadoras de livros. Uma das mais famosas foi a Biblioteca de Alexandria, no antigo Egipto, na qual se encontraria, segundo a lenda, a famosa fórmula da imortalidade.
O historiador Philipp Blom defende que os coleccionadores não são “maníacos que juntam qualquer coisa por compulsão”. Ele entende que há razões históricas, filosóficas e psicológicas que podem levar o indivíduo a tornar-se coleccionador. Motivos como “sentimento de grupo”, “competição”, “medos”, “desejos não realizados” ou “vontade de se isolar do mundo” poderão estar na base do coleccionismo.

“Não pense que todo o coleccionador é um sujeito mal-amado, reprimido, solitário. Coleccionar quando criança tem as suas vantagens. O hábito nos ensina a organizar e controlar as coisas, decidir a vida e a morte de cada objecto. Eis uma boa forma de aprender a tomar decisões e a lidar com o mundo exterior” – diz Blom

Desconhece-se ao certo o período em que o ser humano começou a coleccionar objectos. Mas aceita-se como válida a hipótese de o homem pré-histórico já exercer essa prática. É bem provável que o homem pré-histórico já tivesse, num cantinho da caverna, uma colecção de crânios como talismãs…
Hoje existem provas de que já havia coleccionismo na Roma antiga assim como no Egipto – é famosa a colecção de cerâmicas finas do faraó Tutancamon.
O coleccionismo era restrito a reis e aristocratas, e só no século XVI deixou de o ser. Nessa altura começou-se a coleccionar tudo, desde cromos a pacotinhos de açúcar, passando por jóias a embalagens de cigarros.

Há, e houve, em todo o mundo, coleccionadores famosos, sobre os quais não vou debruçar-me. Mas não posso deixar de referir a famosa estilista milanesa Biki, de seu nome verdadeiro Elvira Leonardi Bouyeure, neta do compositor Puccini, que vestiu princesas, milionárias e estrelas, como a actriz Sophia Loren e a soprano Maria Callas, fazendo furor nos desfiles de Alta Moda, em Milão.
Biki montou uma sala refrigerada na sua casa para conservar chocolates comprados nos mais diversos lugares do mundo.
Tudo o que até aqui foi dito se refere a coleccionadores e colecções de um nível bastante elevado.
Sem a visibilidade de qualquer coleccionador famoso… quero aqui referir uma colecção que, embora não tão famosa, não deixa de ser muito interessante e constituir já um acervo bastante razoável. Trata-se da colecção de dedais da nossa amiga, a blogueira Amélia - 

DEDAIS DA AMÉLIA, 

a quem, se me permitem, dedico esta postagem. Sei que para além de dedais ela colecciona outras coisas, mas não serei eu a desvendar o segredo…
No seu blog podemos apreciar dedais lindíssimos, de todos os lugares do mundo, nos mais variados materiais, cores, feitios… enfim, uma colecção de fazer inveja – no bem sentido, é claro!
Eu sempre tive a mania de “guardar coisas”, mas não posso considerar-me uma coleccionadora. Tenho vários objectos antigos em louça, cristal ou prata, mas nada que constitua “uma colecção”. E como gosto muito de bonecas… quando vou viajar trago uma dos países que visito – e muitas outras que me ofereceram.


 O mesmo se passa com miniaturas de garrafas de bebidas e de perfumes.


E com mochos? Como gosto muito deles… “colecciono-nos”. De vários tamanhos e materiais rondam umas centenas.


Para terminar vou citar Silvia De Renzi, historiadora da ciência da Universidade de Cambridge, na Inglaterra que diz:
“As colecções foram fundamentais para a organização da natureza como fazemos hoje.”
Um coleccionador, mesmo quando obtém uma raridade, não sente seu desejo atenuado. Na verdade, nada é mais triste que pensar em completar uma colecção. Quando as mãos seguram a nova aquisição, os olhos já vislumbram a próxima peça.” (O sublinhado é meu)

Termino esta postagem com os votos de uma PÁSCOA MUITO FELIZ.





59 comentários:

BETONICOU disse...

Oi Mariazita! Eu tenho uma paixão por facas devido a minha estadia no exercito, e sempre a coleção pede mais uma. Me fez lembrar das varia coleções que já tive durante minha adolescência. Feliz pascoa! Grande beijo.

Toninho disse...

Que linda postagem Mariazita querida!
Eu ja fui colecionador de fichas telefônicas, hoje sou de canetas e adoro ver as coleção de Dedais do nosso amigo português.
Hoje lhe desejo uma Feliz Páscoa de muito amor e paz junto aos seus.
Que possamos sonhar com uma renovação de pensamento mundial, pela tolerância e justiça.
Meu abraço com carinho.
Beijo no coração.

rosa-branca disse...

Olá amiga Mariazita, que linda postagem adorei. Eu gosto de chávenas e relógios de bolso, embora não faça colecção. Boa Páscoa amiga e beijos com carinho

Kr. Eliane disse...

Mariazita querida:

que lindas suas bonecas, queria também conhecer sua coleção de imãs de geladeira.

Passei para desejar uma imensa paz e alegria nesta Páscoa!!
grande abraço !!
Eliane
:o)

Olinda Melo disse...


Querida Mariazita

Venho desejar-te uma Páscoa Feliz ao lado da Família.
Muito interessante esse teu post sobre as colecções
e os coleccionadores. Penso que os coleccionadores
conseguem fazer sair do esquecimento obras de arte,
livros, artefactos, artigos tradicionais. Sem isso,
muitas vezes, tudo se perderia na voragem do tempo.

Beijinhos

Olinda

Odete Ferreira disse...

Admiro os colecionadores. Eu própria tenho algumas peças de coleção mas é preciso ter espaço e outros predicados. Parabéns pelo trabalho.
Hoje, deixo um bjinho doce e votos de um feliz dia de Páscoa.

Antonio Pereira Apon disse...

E vamos colecionar! Colecionar coisas pode de fato, ser bastante interessante. Mais ainda, se conseguimos colecionar bons sentires e pensares. E uma coleção de ações no bem? Que tal?

Um abraço e uma feliz páscoa.

Gracita disse...

Nunca tive fissura por colecionar objetos
Gosto de admirá-los e observar o desvelo dos colecionadores com as suas fabulosas peças
Desejo uma Feliz Páscoa para você e sua família! Que a alegria, o amor e a harmonia estejam presentes nesta celebração.
Um fraterno abraço

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Amiga, hoje é Domingo de Páscoa!
Páscoa é a festa que celebra a Ressurreição de Jesus Cristo. Jesus venceu a dor e a morte, Ele vive! Páscoa, é Alegria!
Desejo a você que as felicitações, os abraços que você venha a receber nesta data, dos seus amigos, familiares, e de todos aqueles que amam você, se revertam em muita saúde,
paz e prosperidade.
FELIZ E ABENÇOADA PÁSCOA!

Graça Sampaio disse...

Também começo muitas coleções - ou melhor - muitos ajuntamentos de coisas, mas depois aborreço-me e deixo...

Sou do Carneiro, que se há de fazer? :))

Carmen Silza disse...

Hola Mariazita, buenos días, despues de mi descando vuelvo a visitarte, y me encuentro con un lindo reportaje, y bellas imagenes. Mi felicitación.
Feliz semana amiga.
Bss.

Larissa Santos disse...

Muito bom!!

Hoje:- És o motivo, és a letra, és todo uma canção
Bjos
Boa Segunda - Feira de Páscoa

✿ chica disse...

Gosto de coleções, mas no momento não coleciono nada...Espero colecionar apenas mais e mais bons momentos... Linda semana,bjs, chica

Lúcia disse...

Já fiz muitas coleções na vida. A maior foi a de caixas de fósforos, com a grande colaboração do meu inesquecível marido. A única que ainda conservo é a de bonecas. Bela matéria, amiga, sendo a mais saborosa a de chocolates. Parabéns, aos colecionadores, principalmente a você Mariazita! Mais uma vez, Feliz Páscoa, com o meu afetuoso abraço.

Fá menor disse...

E há colecções muito bonitas.

Boa semana Pascal, amiga!

Beijinhos.

O Árabe disse...

Belo texto, Mariazita... o que, aliás, não é novidade! Eu acho que todos temos um pouco de colecionadores, sim; lá em casa, temos miniaturas, livros, discos, filmes... enfim, uma série de coisas às quais nos apegamos! E achei lindas as tuas bonecas, a propósito. :) Meu abraço, amiga; boa semana

Berço do Mundo disse...

Na adolescência coleccionei livros, depois separadores de livros, mas neste momento já não junto nada. Tento ser o mais desprendida de tudo o que é físico. Isso não significa, no entanto, que não aprecie o esforço alheio dos coleccionadores dedicados. Aliás, contribuo regularmente para as colecções de pacotes de açúcar de alguns amigos. Já trouxe alguns muito engraçados de vários pontos do mundo.
Beijinho, uma semana feliz
Ruthia d'O Berço do Mundo

A Nossa Travessa disse...

Minha querida Mariazitamiga

Não me conheces pois é a primeira vez que aqui venho (Porra!, até pareço o Monsieur de la Palisse ou o almirante Thomaz). Mas, se me quiseres conhecer - não conhecerás grande coisa... podes ir à Nossa Travessa https://anossatravessa.blogspot.pt e lá verás o meu perfil.

A "culpada" de aqui chegar foi a Larissa Santos nossa comum Amiga a quem trato como a todos os amigos por Larissamiga. Cheguei, vi e gostei. Desde puto que gosto de coleccionar, comecei por berlindes e caixas de... palitos e ainda hoje colecciono canetas, sempre a mania de escrever. E por hoje é tudo. Vou inscrever-te na lista de blogues que sigo. E espero que me respondas e que me comentes como agora faço. Amor com amor se paga...

Qjs = queijinhos = beijinhos do teu novo amigo
Henrique, o Leãozão (Sou do Sporting)

Minhas Pinturas disse...

Amiga gostei de sua postagem, embora não seja colecionadora de nada. Pelo contrário gosto de desatravancar e de coisas que use realmente.
Uma vez ganhei de um parente, um elefante de madeira todo trabalhado em pedras semi preciosas daqui do Brasil, lindo. Coloquei-o na estante junto dos livros. Dai uma outra pessoa da família, que vivia disputando importância, com o primeiro familiar, viu e me deu dois de outro material, muito bonitos também, mas para não fazer desfeita coloquei os 3 juntos, um tempinho depois, o primeiro parente trouxe mais dois ...Aquilo estava parecendo uma coleção deles na minha casa, coisa que eu não queria sustentar. mudei a decoração da estante e guardei todos durante muito tempo, numa gaveta.
Esses dois parentes, um mudou-se para outro pais, e o outro faleceu, não preciso mais de guardar todos fiquei só com um.
Beijinhos, Léah

Emília Pinto disse...

Interessantissimo este teu texto, Mariazita, mas, sabes, lendo o comentário da nossa amiga Leah, revi-me nele; sou exatamente assim. Acho importantes algumas colecções, mas há outras que não entendo, como porcexemplo latas de cerveja vazias, caixas de fósforo, etc, etc, . Eu gosto é de jogar fora aquilo que já não serve e adoro ter os armários com espaço, com as cruzetas bem
separadas umas das outras e as prateleiras têm que ter, pelo menos um pedaço livre, sem nada. Tudo muito cheio, irrita-me; tenho que ter o q. b. e não demais. Não sei se é bom ou mau, mas, sou assim e, portanto coleccionar não pode ser para uma pessoa como eu; as únicas coisas que guardo com gosto são os livros. Amiga, beijinhos e desejo-te uma boa semana
Emilia

Manuel Luis disse...

Admiro todo o trabalho de um coleccionador, contribuo com algumas coisas que vou juntando oferecendo.
Colecciono fotos.
Excelente mês.
Bjs

Evanir disse...

Minha querida amiga Mariazita .
Uma belíssima postagem seus postes são
de muito encantamento pena que muitos apenas passam.
Minha amiga.
Fiz com tanto carinho seu mimo de Pascoa tive problemas no meu computador,
espero sinceramente que consiga salvar .
Sou grata pela sua amizade.
Uma abençoada semana.
Beijinhos.
Evanir..

Majo Dutra disse...

Gosto de apreciar coleções e deleitei-me com estas...
Dias plácidos e felizes.
Beijinhos.
~~~~

Poemas em dó menor disse...


Gostei de saber um pouco mais sobre essa arte de colecionar coisas. Eu não coleciono nada, mas conheço quem faça e é interessante ver o amor com cada peça que vão conseguindo.

Beijinho, Mariazita.

Os olhares da Gracinha! disse...

Mariazita gosto das suas "coleções"!!!
Eu só colecionei colheres de café com símbolos das cidades por onde passava!
bj

Daniel Costa disse...

Querida amiga Mariazita
Este teu post é bem interessante, para mim, porque até 2000 Coleccionei (mais guardei) um pouco de tudo. Entretanto "especializei-me" a escrever sobre muitas formas de coleccionismo, mais sobre filatelia, é claro, de que cheguei a ser jurado internacional, até de literatura filatélica. Posso dizer que escrever, porque o fazia a sério, tal como o faço em tudo, estudando bem as matérias, no meio muito vasto, adquiri, grande bagagem cultural. Nos meios filatélicos fui muito conhecido, porque em Portugal, ninguém terá escrito tanto como eu.
O coleccionismo, com o avanço da Internete, caiu muito, mas até 2000 coleccionou-se de tudo. A publicidade, através de brindes, teve nas mais variadas formas, impulsionando-as: calendários, porta - chaves, autocolantes, cartões telefónicos e seus catálogos, isqueiros, etc. um manancial.

Ah, como continuo convalescente, estou sem imaginação, esperando que passe.
Beijos de amizade

Carla Ceres disse...

Ai, que fofuras supremas, as corujinhas, Mariazita! Roubaram o show das bonecas e das garrafas. Vai ser difícil encontrar alguma digna da sua coleção, mas vou continuar tentando. Procurar uma coruja especial é muito divertido. Beijinhos!

Ana Tapadas disse...

Que «post» interessante! Meus parabéns.
Apreciei também as colecções apresentadas.
Beijinho

Sandra disse...

Olá MariaZita! Não sou colecionadora, mas existem coleções bem lindas. Beijinho e Feliz semana.

Mari-Pi-R disse...

Creo que en general a todos nos gusta coleccionar, yo lo he hecho en otras temperadas pero ahora parece que todo me agobie y me gusta conservar lo menos posible de cosas, tus colecciones son muy graciosas y con tus viajes me figuro que es una buena forma de aumentarlas.
Un abrazo.

Mário Costa disse...

Nina:
Gostei muito de ver as colecções, em particular a da D. Amélia. Os dedais são lindos e alguns
talvez se possam considerar raros!
Mas o que me impressionou foi o teu texto! Tens uma habilidade na escrita que é uma pena, não
a aplicares no romance histórico.
Há um escritor nascido nos EUA, que se naturalizou português (tem dupla nacionalidade),
reside na cidade do Porto e de seu nome: Richard Zimler. A sua obra seria inspiradora e um
caso de estudo para o teu 4º. livro. Pensa nisso...
Beijo grande.Mário.

Kasioles disse...

Recuerdo que de pequeña, me gustaba hacer colecciones de cromos y de postales, después todo eso ha quedado en el olvido.
Seguramente mi vida, al tener tantos hijos, no me permitía el suficiente tiempo para estar pendiente de una colección de objectos, es más, a mí me gustan los espacios abiertos, sin muchos adornos donde se pueda pasar a limpiar fácilmente sin miedo a romper nada.
Pese a lo que te digo, admiro a las personas que tienen constancia y sienten afición por coleccionar cosas.
Te dejo cariños en un fuerte abrazo.
Kasioles

Tais Luso disse...

rsss, ótima tua postagem, amiga!!! Lembrei de imediato uma coleção que comecei, eram corujas!! Um dia 'surtei', em todas as datas, aniversário, páscoa e natal o pessoal vinha com corujas!!! Tornou-se fácil dar presente para mim...
Não aguentei e me desfiz, fui dando...
Minha mãe inventou de fazer uma coleção de chaveiros, eram quase 1000 chaveiros de todos os lugares, cada um que via lhe presenteava com chaveiro! Resultado: se desfez da tal coleção, queria passar para mim, mas me neguei! A minha experiência já foi dramática!!!
rsss, muito boa tua postagem, parabéns, querida amiga! Gostei um monte, mas na casa dos outros...
Beijo!

Jaime Portela disse...

Não tenho espírito de coleccionador, mas admiro quem o faz.
Continuação de boa semana, amiga Mariazita.
Beijo.

Mariazita disse...

Olá, Mário
Fico feliz por teres gostado das minhas “aprendizas de colecções”. Os dedais da Amélia são maravilhosos, de facto, e merecem ser apreciados.
Agradeço as tuas palavras elogiosas à minha escrita, e devo dizer-te que sou “hooked on History” – o que significa MUITO MAIS do que gostar de História. Tudo o que seja histórico me atrai – filmes, livros, documentários….
O meu 4º. livro um livro histórico? Isso é uma verdadeira utopia. Nem de perto nem de longe tenho arcaboiço para tal. É certo que tenho feito coisas que não sonhava fazer… mas essa é forte demais…
Como não conhecia Richard Zimler procurei informação, que me agradou bastante. Na próxima ida à Livraria, o que faço com alguma frequência, comprarei “Trevas de Luz”. Estive a ler a sinopse e gostei.
Resta-me agradecer teres vindo expressar a tua opinião. Muito obrigada!
Grande beijo para ti,
Nina

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga espero que tenha tido uma Páscoa muito Feliz.
Não sou coleccionadora, mas acho incrível quem faz. Conheço bem o blog da Amélia e a colecção de dedais dela que é muito bonita.
As suas colecções são lindas, adorei especialmente a dos mochos.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Amélia disse...

Querida Mariazita.
Mais um maravilhoso texto que adorei.
Parabéns pelas suas maravilhosas colecções, as bonecas são de uma grande beleza.
Agradeço a sua gentileza de me dedicar a postagem dedais da Amélia e pelo elogio que me deixou sensibilizada, muito obrigada.
A minha coleção começou por chávenas pequenas de porcelana,tenho 320,e caixinhas 260, pelo meio veio a paixão de bonecas de porcelana do mundo por falta de espaço tenho-as guardadas em caixas por muita pena minha.
Por fim vieram os dedais que realmente vai aumentando cada vez mais e toda a família colabora.
O meu filho mais novo coleciona relógios e moedas de euros dos países da União europeia, mas ele não tem blogue guarda para ele.
Um excelente fim de semana
Beijinhos

Ana Freire disse...

Adorei este post, Mariazita, no qual tão bem abordou o tema do coleccionismo... Durante algum tempo coleccionei selos... ainda hoje tenho os álbuns, apesar de não ter alargado a colecção desde já há bastante tempo...
Gostei imenso de ver os seus temas favoritos, nesta área... Desde que me mudei para uma casa menor, perdi um pouco do espírito de coleccionismo... admirando contudo, quem o faz, e o gosto que deposita, nas suas colecções...
Gosto imenso do blog da Amélia, que muito recentemente passei a acompanhar...
Beijinhos para ambas! Desejando-lhe um feliz fim de semana...
Ana

Beatriz Bragança disse...

Querida Mariazita
Que belo artigo!Muito interessante!
Aprendi aqui muito, o que sempre me enriquece.
Aproveito para dar os parabéns à blogueira que colecciona dedais e à minha amiga pelas suas variadas e tão lindas colecções.
Como hoje é Domingo de Pascoela, ainda posso desejar votos de Boa Páscoa e continuação de dias plenos de felicidade.
Um beijinho
Beatriz

Pedro Coimbra disse...

Guardo coisas.
Não tenho a disciplina e o método de um coleccionador.
Bjs, boa semana

Graça Pires disse...

Não gosto de coleccionar nada, mas gosto de ver colecções.
Desejo que tenha tido um Boa Páscoa.
Uma excelente semana.
Um beijo.

O Árabe disse...

Boa semana, Mariazita; aguardo o próximo post.

Elvira Carvalho disse...

Realmente muito interessante. Nunca fui coleccionadora de nada, mas a minha sobrinha chegou a ter quase dois mil pacotes de açúcar. Tinha pacotes de açúcar praticamente de todo o mundo, Cada amigo que viajava para o estrangeiro trazia sempre alguns e ela trocava também com outros coleccionadores. Por volta dos 35 anos cansou-se e desfez-se da coleção. Não sei mesmo o que lhe fez, mas provavelmente deu-a a a alguém que também a fazia. Só a paciência dela para despejar o açúcar sem danificar o pacote, Fazia-o descolando o mínimo na ligação do pacote com todo o cuidado para não rasgar nada. Mas às vezes escapava-se-lhe a mão, e um ou outro lá ia para o lixo.
Abraço

Amélia disse...

Noa noite querida Mariazita.
Por momentos precisamos de ficar isentos das novas tecnologias,
R. Não posso dizer que é um museu,já pensei numa pequena sala usa-la para as minhas coleções rsss.
Um excelente fim de semana
Beijinhos

A Casa Madeira disse...

Oi Mariazita; alguns anos atrás já tive
antiquário nossa adorava.
Aprendi um monte sobre esse mundo da arte...
E a diferença entre arte e qualquer coisa k.
Enfim... hoje gosto de colecionar pedras e acho que também
gostar de jardim ou flores é uma forma de colecionar pois
acabamos nos envolvendo e conhecendo mais sobre esse universo.
Gostei do post; me trouxe belas lembranças.
Bom final de semana.
Abraços.

Gil António disse...

Colecções adoráveis mas que imagino algo dispendiosas. Mas que são maravilhosas é um facto real
.
*Mulher; Flores e Borboletas, em sintonia poética (Poetizando) *
.
Votos de um dia feliz.

Smareis disse...

Boa noite minha amiga. Adorei suas coleções. Eu também adoro colecionar coisas, mais nada de valor, apenas por prazer. Eu tenho algumas coleções que é bem curiosa. Já tive uma coleção imensa de miniaturas de bebidas também, com um tempo acabei doando pra uma sobrinha. Tenho várias outras coleções. Eu adoro corujinha, tenho vários acessórios de corujinha, inclusive várias bolsas. Suas coleções são belíssimas.
Andei ausente devido os afazeres da vida, mais aos pouco tudo se ajeita.
Uma excelente semana cheia de coisas boas.
Um beijo!
Escrevinhados da Vida

Jaime Portela disse...

Voltei para ver as novidades.
E gostei de rever estas colecções.
Continuação de boa semana, amiga Mariazita.
Beijo.

Berço do Mundo disse...

Passei por aqui para deixar um beijinho e desejar um lindo fim-de-semana

Ana Freire disse...

Passando a deixar um beijinho, e votos de uma boa semana... aproveitando que vim espreitar este cantinho, depois de uns dias mais ocupados...
Ana

O Árabe disse...

Meu abraço, Mariazita; aguardo o próximo post e te desejo boa semana!

Jaime Portela disse...

Passei para te desejar um bom fim de semana, amiga Mariazita.
Beijo.

Ana Freire disse...

Passei para deixar um beijinho, e os meus votos de um excelente fim de semana... apesar do tempo, não querer colaborar muito, para tal... :-(
Ana

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga passei para desejar um excelente fim de semana
Beijinhos
Maria from
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Kasioles disse...

Gracias por tus letras.
Me alegro mucho de que vayas al teatro y sobre todo que te haya gustado la representación, el salir es una forma de distraerse, romper la rutina y pasar un buen rato.
Aprovecho para enviarte un fuerte abrazo.
Kasioles

Lucia Silva disse...

Olá inicio felicitando-a pela qualidade do texto, o qual mostra a relevância do colecionador, um texto muito útil para nosso conhecimento. Já colecionei calendário de bolso na adolescência, depois álbuns diversos, sobretudo aqueles com mensagens de amor como o bem me quer e amar é. Uma fase que passou, por isso não me classifico como colecionadora no sentido maior da palavra. Mesmo atrasada, mas lhe desejo uma feliz páscoa no seu sentido amplo de vida nova, novas atitudes e pensares.
Beijos carinhosos!

O Árabe disse...

´Boa semana, Mariazita; continuo aguardando o próximo post.

Agostinho disse...

Já me passou pela cabeça essa "tentação" mas depressa concluí que é hobby que não condiz comigo.
A maior colecção que consegui reunir foi a equipa do Benfica em cromos. Tinha então 8 ou 9 anos.
Boa semana.

Diná Fernandes O.Souza disse...

Olá Mariazita, eu admiro aqueles que tem a paciência para colecionar seja lá o que for, a exemplo disso a Ameia e a Elisabete, colecionam lindos dedais! Muito boa sua explanação a respeito dos colecionadores.

Grata pela visita,
um forte abraço e bom findi!