terça-feira, 6 de junho de 2017

VÊ-LO PARTIR - "IN MEMORIAM"

VÊ-LO PARTIR



"IN MEMORIAM"

Este poema representa uma espécie de “memorial” em homenagem a quem partiu, faz hoje, dia 6 de Junho de 2017, cinco anos, mas permanece vivo na minha memória e no meu coração – o meu Marido
    
VÊ-LO PARTIR
Vê-lo partir
Não foi assim tão triste, não.
Foi muito mais triste depois,
Ao recordar, sozinha,
O caminho antes percorrido
Com ele ao lado, para mim sorrindo…
Segurando a minha mão…

Como era alegre o seu sorriso
E festivo e risonho
O meu abrigo!

Ele partiu, levando consigo
Toda a ternura que existia em mim,
Deixando, para sempre
Um vazio sem fim…

Os dias, monótonos,
Perderam toda a graça.
Sem saber o que fazer,
À deriva,
Penso na minha desgraça.

As horas vão passando.
O sol, em surdina, declinando.
Um arrepio, percorrendo-me,
Recorda-me que estou viva,
E que ele partiu…

E quando à tarde, sozinha,
Debruço
O olhar sobre o caminho percorrido,
Lembro-me dele
E, sem querer, soluço.

Mariazita

64 comentários:

  1. Belíssima homenagem à memória de seu marido, Mariazita. A saudade, a lembrança viva de quem partiu, a solidão que sentes, são sentimentos presentes nesse belo poema.
    Um abraço, Mariazita.

    ResponderEliminar
  2. Seria sempre lindo o que escrevesses sobre o teu marido.
    Então por que não me fico por aqui?
    É que, em cada verso, há vida, há cumplicidade, há partilha, há amor. E ficar privada de tanto (dar e receber), é mesmo difícil de suportar e de aceitar.
    Um abraço de força, amiga
    Também gostei imenso de ouvir o poema na tua voz

    ResponderEliminar
  3. Lamento muito a sua perda.
    Fique bem, seja feliz.
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. É muito doloroso, Mariazita, mas o Marido não quer que fique assim! Que as recordações boas a acompanhem, mas que continue a ser feliz, é isso que ele quer!
    Beijinhos e um dia radioso!

    ResponderEliminar
  5. Que a memória suavize a tua dor e a converta em doces recordações...
    Fraterno abraço

    ResponderEliminar
  6. Querida amiga Mariazita
    Um belo poema de homenagem a quem do céu, escutará feliz, em suave balbuciar de ternura de tamanha dedicação. Como conheci pessoalmente, por boa a alma, curvo-me neste neste quinto aniversário. Cinco anos, como o tempo passa!...
    Beijos boa amiga

    ResponderEliminar
  7. O tempo passa e a saudade fica marcadinha...Linda e emocionante homenagem! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  8. Lembro-me bem de quando aconteceu, minha querida amiga. Naquela ocasião, faziam seis meses que o meu amado marido havia partido, para só voltar na memória e no coração. Sei muito bem o grau de dor da perda e mais ainda da eterna saudade.Bela e justa homenagem. Fica bem, Mariazita, só nos resta a conformação e conforto das palavras dos familiares e dos amigos. Receba o meu abraço apertado, pleno de muita amizade.

    ResponderEliminar
  9. QUERIDA MARIAZITA
    SEI BEM O QUE É VERMOS PARTIR QUEM MUITO AMAMOS!O seu belo poema, é triste, mas devo dizer que homenageia muito bem o seu marido, nos diz como foram felizes, cúmplices, de mão na mão, viveram dias em pleno.
    Tenha força, porque a saudade nunca vai deixar de a importunar e, não queira esquecer.Lembre sempre, fale dele, porque o seu espírito permanece consigo.
    Um grande xi-coração da
    Beatriz

    ResponderEliminar
  10. Sinto-me honrada por presenciar as saudades de um tão grande amor, apesar de ter conhecido a Mariazita já após essa ausência. Venham mais arrepios. Que a recordem que continua viva e que a vida é uma benção que não pode ser desperdiçada.
    Abraço apertado neste dia emocionado.
    Ruthia

    ResponderEliminar
  11. El fin siempre llega, no avisa, se presenta muchas veces de improviso y al que le toca esperar el reencuentro, si tiene esa fe, todavía camina hacia la esperanza...pero quién no, aún resulta más duro.

    Mira, sinceramente le digo: tener la inmensa suerte de que haya dejado su vida llena de hermosos recuerdos es un tesoro que no todos los maridos dejan a sus mujeres y que esa suerte es siempre un baño de bienestar, cuando se puede tirar de los momentos maravillosos, es un modo de volverlo a nuestro lado. Piensa en él, no lo olvides,recuerdale siempre, eso te hará recuperar esa ausencia. Es un gran tesoro el que le dió la vida.

    Un abrazo. Franziska

    ResponderEliminar
  12. Apesar da triste , existe tanta beleza neste " sem querer soluço " .

    Um apertado abraço e um beijinho ,
    Maria

    ResponderEliminar
  13. Há tanta verdade, tanto carinho, tanta tristeza nesse poema que eu jamais me atreveria a sugerir que você o gravasse, Mariazita. Mo entanto, fiquei feliz ao ouvir sua interpretação e perceber a forma bela e delicada que a arte lhe proporcionou para lidar com a perda. Beijinhos!

    ResponderEliminar
  14. Minha Nina Querida
    Já há alguns anos, não muitos, mas parece para mim que foram de uma vida inteira...que acompanho a tua saudade pelo Eurico em disfarçados sorrisos, hoje mesmo ao olhar para ti...nada disse...porque há momentos em que o meu silêncio traduz o quanto gosto de ti e o meu respeito pelas tuas memórias...
    Amaste e foste amada, constituiste uma familia maravilhosa que te adora, conheço poucas familias como a tua e eu dou graças a Deus por me deixares fazer parte da tua vida...:-)
    O teu poema é lindo, aliás como tudo o que tu escreves.
    E eu... EU estou aqui, 24h por dia para ti à distancia de 7 lances de escada.
    Um imenso beijinho minha querida
    Tua
    Tareca

    ResponderEliminar
  15. Lamento muito, Mariazita! É uma dor que não nos larga nunca a partida de alguém que amamos muito.

    Beijinhos solidários.

    ResponderEliminar
  16. Olá Mariazita! Bela homenagem, esta que prestas ao teu falecido marido com este lindo poema. Com certeza ele está num bom lugar e muito bem protegido.

    Abraços,

    Furtado

    ResponderEliminar
  17. querida Mariazita:
    como é difícil a partida. É difícil ficar sem quem a gente mais ama.
    mas que bom que você construiu uma bela história ao lado dele, isto é uma riqueza muito grande.
    suas palavras e seu poema são tão doces , você tem o dom de sublimar a tristeza !!!
    desejo tudo de bom amiga !!
    Eliane
    :o)

    ResponderEliminar
  18. Bello tu sentir por tan grande pérdida, Mariazita. Hay amores irremplazables y que nunca desaparecerán de nuestras vidas. Un abrazo en la distancia y comparto vuestro dolor.

    ResponderEliminar
  19. A quienes amamos seguimos amando desde la tierra, bonitas palabras de gran cariño.
    Un abrazo

    ResponderEliminar
  20. Um poema muito belo, e emocionante!
    A saudade é sempre o preço a pagar, por na nossa vida terem entrado pessoas que amámos... e partiram...
    Ficam-nos as suas boas recordações. Acredito que estejam em algum lugar a velar por nós... e não nos desejariam ver tristes... assim sendo... enquanto por cá se anda... é sinal que a nossa missão ainda não acabou... e outros precisam de nós... e é isso que dará sentido aos nossos dias... até os encontrar-mos novamente... num outro lugar...
    Uma lindíssima e tocante homenagem!
    Beijinho!
    Ana

    ResponderEliminar
  21. Mariazita

    A cada ano uma despedida acontece. Com palavras e sentimentos que saem de um coração afável como o seu. Sua voz quente homenageia o amado e nós aqui reverenciamos esse momento de dor e de saudades.
    É triste minha amiga, mas os dias continuam ...
    sinta meu abraço de longe, mas caloroso

    ResponderEliminar
  22. Minha querida Mariazita! Sinto muitíssimo! Eu sei e te entendo... entendo cada uma das palavras que ouvi de você. A saudade, ahhh a saudade! Pois é o que aperta o nosso peito. Mas os nossos queridos que partiram, estão em nós. Podemos perceber pelos dias e até pelos arrepios, com muito bem disseste aqui.
    Lindos versos, sim, são tristes, mas é assim por estes dias, nas datas de aniversário e das partidas.
    Mas eu te sinto ampla de ternura, de amor e carinho! E não poderia ser diferente, pois sei que tem um rica história de vida e muito bem vivida. O teu blog atesta isso, sem a menor dúvida. E isso é o que te faz uma grande mulher!
    A foto que começa a postagem é belíssima. É tu com o belo chapéu, não?
    E lembrando o vídeo da dançarina de flamenco, por tua culpa agora tenho que conhecer Cáceres. Até pelo google maps eu fiz um passeio. Fiquei encantada!
    E eu quero que você seja muito muito feliz! Um beijo querida amiguita!

    ResponderEliminar
  23. Amiga, não há nada que entristeça tanto como o silêncio da ausência. Compreendo-o.
    Mas a vida segue, ainda que permaneça viva, para sempre, a recordação dos bons momentos vividos juntos.
    Hoje mais do que nunca, abraços de vida, querida amiga.

    ResponderEliminar
  24. Uma homenagem sublime Mariazita
    AS pessoas amadas só se ausentam,mas permanecem vivos na nossa memória.
    Parabéns pela inspiração que lhe e tão bonita e natural na escrita.
    Abraços

    ResponderEliminar
  25. Quando a estrada da vida é percorrida por dois que se amam, a partida é muito dolorosa para quem fica. A solidão arrefece o corpo e a alma. E então a saudade faz-se amiga sempre presente.
    Deixo um carinhoso abraço

    ResponderEliminar
  26. Primero gracias por tus amables palabras y buenísimas intenciones para ayudarme a revitalizar ese blog. Llevo más de diez años y durante este tiempo puedo decir que son incontables las personas que han comenzado un blog y lo han terminado cerrando. Sin embargo, yo sigo. ¿Cuáles son mis motivos? El más importante es que es un medio de mantener mi mente ocupada escribiendo o haciendo fotografías. Por lo comentarios que he ido leyendo a lo largo de todos estos años, veo que un porcentaje importante de los lectores de blogs se limitan a dejar un comentario que para nada se relaciona con lo que acaban de leer y eso es, sin ser mal pensada, porque no se han tomado esa molestia.

    De cualquier manera tres blogs con numerosas visitas exigiría de mi un esfuerzo de muchas horas diarias y prácticamente no podría hacer ninguna otra actividad. Las cosas están así y a mi, lo digo con entera sinceridad, no me preocupa lo más mínimo. Procuro, si es que puedo, acudir inmediatamente a leer lo que publican mis blogs amigos, sin tener en cuenta si van o no van por mis blogs.

    De verdad que agradezco la buena intención de sus palabras. Hay personas que dejan mensajes siempre en mis blogs de poesía y sin embargo, otras que lo evitan si es que pueden. Así es que para esas personas que prefieren morir que leer mis versos, está mi rincón del gato irónico -que nació para publicar mis fotografías- o lA TORTUGA DE DOS CABEZAS, que dedico a temas varios.

    Creo que ya he dado muchas explicaciones y que esto le puede resultar un tanto aburrido, perdoneme y a pesar que estoy tan mal de tiempo que no puedo dedicarme a publicar en mis espacios, he querido venir. Con todo el mayor afecto y simpatía, reciba un sincero abrazo. Franziska

    ResponderEliminar
  27. Mariazita, diz-se que jamais morre aquele que continua a ser amado, mas a saudade dói fundo e apenas cresce, jamais se extinguindo.
    Entendo muito bem o seu belo poema.
    Beijo

    ResponderEliminar
  28. Que bonita e sentida homenagem. Por mais que aqueles que partem vivam sempre no nosso coração a saudade é algo que doí. Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, acrescento que também a fiquei a seguir! :)

      Eliminar
  29. Querida amiga, não haverá palavras da nossa parte capazes de suster esse " soluço " de hoje e de tantos mais que virão sempre que recordares os momentos passados com o teu marido; " vê-lo partir não foi tão triste" , foi um momento, foi um instante, o ultimo instante que desapareceu, que acabou, mas... e os outros tantos momentos? Que fazer com aqueles bons e maus momentos vividos numa longa vida de união que tanto doem ao ser lembrados? E com estes que tens vivido nestes cinco anos de ausência ? Momentos vazios, solitários ...longos que te fazem sofrer a cada instante de cada dia e que, muito naturalmente, te apertam o peito de tanta saudade dos outros do passado. Não sei, amiga, responder à pergunta que fiz, mas sei colocar-me no teu lugar e sentir o quanto esta partida te faz sofrer e sei também dizer que me sentiria perdida, " à deriva", sem chão. Sei que és forte e que as boas recordações te dão ainda mais força, mas os fortes também soluçam, também sofrem com as saudades e ppr isso é normal que assim te sintas e que esse aperto no coração te surja muitas vezes ainda. Amiga, gostaria de estar aí para te apertar forte num longo abraço, mas, não estando, daqui to envio e a ele amarrada com um lindo laço, vai a minha sincera amizade e os votos de que a saudade seja cada vez menos doída. Uma bela homenagem fizeste àquele que hoje te fez soluçar, mas que tantas vezes te fez sorrir de felicidade numa vida a dois de grande companheirismo. Assim o recordarás para sempre.
    O meu terno abraço, amiga!
    Emilia

    ResponderEliminar
  30. UN HOMENAJE LINDO, PROFUNDO Y SENTIDO.
    ABRAZOS

    ResponderEliminar
  31. Lamento muito, Mariazita.
    O poema da sua eterna saudade é tristíssimo,
    mas muito belo.
    Abraço solidário.
    ~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  32. Ver partir quem amamos é a maior dor do mundo!

    Querida amiga, o seu poema reflecte esse sentimento tão triste de forma bela e pura.

    beijinho comovido e amigo
    Fernanda

    ResponderEliminar
  33. É tão doloroso ver partir quem amamos.
    Quanto amor e saudade nas palavras deste belo e sentido poema.
    Uma homenagem maravilhosa de quem amou e ama para toda a eternamente.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  34. Querida Mariazita,
    Suas poesias nos passam muita emoção. Sempre que leio os escritos sobre as saudades, a falta de seu marido, sinto no peito a dor que vem das suas palavras. Grande escritora, você.
    Eu hoje vim aqui para um agradecimento muito especial: recebi seu livro. Como foi bom tocá-lo e folheá-lo. Agora vou viajar com ele pela África.
    Fiz um agradecimento no Facebook, mas se você for como eu que às vezes fica muitos dias sem entrar naquele espaço, demoraria a ver. Então, minha ansiedade me fez vir aqui também, agradecer em dobro... e encontro esta tão linda poesia.
    Muito obrigada por sua amizade, Mariazita!
    Um forte abraço!

    ResponderEliminar
  35. A sua poesia me comoveu, entendi a sua dor, a falta que sentes, as lembranças agora suas companheiras, a perda de uma pessoa querida cria esse espaço em nós, que são só nossos, e que nele aprendemos a viver e sair lentamente do sofrimento. Querida senti também o quanto foram felizes juntos, daí essa falta da companhia , do amparo e do amor, mas senti também que com certeza de onde ele estiver vai querer te ver feliz, já que isso era claro entre vocês, que as boas recordações sirva de amparo para os seus sentimentos e que a alegria de viver continue em você, e que seus versos continue a nos emocionar sempre, com boas emoções.
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  36. Minha querida, não queria vir aqui ler, estou tentando esquecer, que dia nove tres dias após o seu companheiro partir, o meu partiu, no mesmo ano, todo ano postei alguma coisa, mas esse ano não, vou lembrar dele vivo esteja onde estiver, por que sei que vive na verdadeira Patria, que é a Pátria espiritual, abaixo o poema que fiz no dia que meu amor partiu em 09 de junho de 2012

    Meu sol que me aquecia,
    amparava e protegia,
    no amanhã de um novo dia,
    em paz partia.

    À pátria espiritual retornou,
    aqui o dia se nublou,
    lá a luz o recebeu,
    amparou e aqueceu.

    Mais um guerreiro de Cristo,
    que sua missão findou,
    em nome Dele foi recolhido,
    na paz de Nosso Senhor.

    ATÉ BREVE MEU AMOR

    Luconi
    15-06-2012

    ResponderEliminar
  37. Bom dia, companheira de poesia
    E de dor.
    Tu choras a saudade do marido
    Eu choro a saudade do filho...
    Bom acompanhar aqui tua dor e me espelhar nela
    abraço
    Lola

    ResponderEliminar
  38. Uma bela e sentida homenagem.
    Bom domingo e boa semana, querida amiga Mariazita.
    Um abraço solidário.

    ResponderEliminar
  39. Que bonita homenagem, cheia de carinho e de saudade. Tudo ficou na memória do coração...
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  40. OI MARIAZITA!
    NOSSA AMIGA! UMA DOR QUE PERDURA E OS SENTIMENTOS EM TUAS PALAVRAS TRANSBORDAM E ME ATINGIRAM EM CHEIO.
    TRISTE E LINDO, COISA DE POETA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  41. É uma ferida que nunca fecha.
    As vezes entendemos as vezes não entendemos nada me refiro
    ao sentido da vida.
    Boa continuação de semana.

    ResponderEliminar
  42. Olá Mariazita, tive muito prazer em receber sua amável visita, aqui estou para conhecer seu espaço, e confesso que estou encantada co sua verve... Lendo seus versos sentidos imagino como deve ser difícil curar a dor da perda de um ente querido.Mas o tempo devagarinho vai aliviando seus sentimentos, assim espero.
    Grata por seguir meu blog, em como leitura e comentário.
    Deixo o link de mais dois blog:
    Estou seguindo seu blog e com muito prazer.

    http://simplicidadeempoesia.blogspot.com.br

    http://compondosemavogala.blogspot.com.br

    Grande abraço de Paz!
    Diná

    ResponderEliminar
  43. É triste a partida e ausência . Mas é linda essa homenagem , numa lembrança eterna de um amor inesquecível .
    Bjis MARIAZITA !

    ResponderEliminar
  44. Olá Mariazita, adorei a sua visita ao meu espaço, muito me honrou seus comentários elogiosos ao meu blog e as minhas postagens. Sou grata e feliz por estar a me seguir e com maior prazer vim conhecer seu espaço, o qual adorei e vou seguir com maior alegria. Amei essa poesia que expressa o quanto é triste uma partida, uma ausência, seja por morte ou qualquer outro motivo, mas deixa lacunas no nosso coração e tristeza na alma. Na minha vida já houve tanto adeus que meu coração está um tanto quanto anestesiado. Verei sempre ao seu espaço, pois amei tudo aqui, parabéns. Beijos carinhosos!

    ResponderEliminar
  45. Bom dia doce Mariazita,
    não sei o que houve querida, deixo novamente e espero q de certo.

    Tenha um dia azul com bençãos e paz!

    bjs no coração!

    http://escrevendosemavogala.blogspot.com.br

    https://afetocolorido.blogspot.com.br

    http://simplicidadempoesia.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  46. Olá, Mariazita, muita emoção nesse poema! Infelizmente esse é o preço que pagamos por amarmos tanto nosso companheiro de vida. Ficamos num desolar, sem piso, saudade que deve doer demais. Tuas palavras são amargas, mas ao mesmo tempo emanam amor, saudade! O que te dizer, amiga? Eu não encontro palavras, a não ser meu desejo para que logo fiques melhor. E que tudo se transforme não em sofrimento, mas numa doce lembrança, sempre.
    Beijo no teu coração.

    ResponderEliminar
  47. Mariazita, minha linda amiga de coração do tamanho do mundo: sei bem o que é sentir saudade... Por mais que o tempo passe nunca leva aquela dor que fica guardadinha lá no fundo da alma e de vez em quando vem ao nosso olhar para recordar um tempo bonito, florido, em que a felicidade parecia sorrir somente para nós. E neste recordar, infiltra-se a saudade. Mesmo que com o tempo ela se torne mais suave, mesmo assim, ainda nos causa uma certa tristeza.
    Fizeste uma bela homenagem àquele companheiro de vida que um dia caminhou contigo uma parte tão grande do caminho, e deixou o legado de uma família unida, bonita, harmoniosa. Acredito, meu anjo, que essa família seja o teu esteio para continuar a tua jornada.
    O vídeo, com a doçura da tua voz, é um presente para o nosso coração. Grata por partilhar tão importante momento com os amigos.
    **************
    Minha amiga, estou dando uma pausa no meu espaço. Por tudo que me aconteceu nos últimos tempos, culminando agora com esta cirurgia, devo seguir as instruções médicas de moderar as minhas atividades. Faço isto com muito pesar, pois adoro estar na companhia dos amigos através dos seus blogs e da interatividade que os comentários proporcionam.
    Na oportunidade, quero agradecer por todo o carinho que sempre me dispensaste, bem como os votos de pronto restabelecimento que me foram deixados.
    Que a tua vida seja sempre pautada nos sorrisos dos anjos que bem sei estão sempre a te acompanhar, e nas estrelas que teu coração sempre busca ao olhar para o céu e colher mais um poema, um trecho poético ou a inspiração para um vídeo. Tudo que fazes, minha doce amiga, tem o poder de nos encantar. Sejas sempre muito feliz!
    Meu carinho num beijo no teu coração,
    Leninha

    ResponderEliminar
  48. Querida amiguita! Olá!
    Passando para desejar bons a alegres dias para você e seus queridos. Claro, aproveitei para ouvir a sua voz e, também, para deixar muitos beijnhos e abracinhos.

    ResponderEliminar
  49. Hola Marizita.
    Paso a disfrutar de este bello poema y profunda dedicatoria a la memoria de tu amado esposo.
    Un abrazo
    Ambar

    ResponderEliminar
  50. Olá minha querida Mariazita que lindo este poema eu me revejo os meus que são sempre sentimentais.
    Amiga ando tão preguiçosa sem vontade de nada, de cada dia ao chegar a noite vejo que podia fazer tanto "mas a vontade se vai e não volta mais".
    Obrigado pela sua visita levo tempo em ver quem me recorda mas quando vejo retribuo sempre com o mesmo carinho, sabe amiga agora tenho estado a fazer uma colecção no G+
    e assim se vai passando o tempo que ainda resta, tenha um bom feriado e já agora bom fim de semana com beijinhos de luz e muita paz.

    ResponderEliminar
  51. Aqui, no Brasil, é feriado hoje 15/6 sim, é Corpus Christi.
    Um beijo querida amiga.

    ResponderEliminar
  52. Bom dia! Agora é o tempo de descansarmos, repormos as nossas energias e desfrutarmos de momentos de verdadeira recreação acompanhados de nossos amigos e familiares.
    Desejo a todos vocês um bom fim de semana com alegria e muito amor!
    ♥*´¨`*♥.¸¸.♥*´¨`*♥.¸¸.♥*´¨`*♥.¸¸.♥*´¨`*♥.¸¸.♥
    …*…*…*…*…*…*…*…*…*…*…*…*
    :::::::: Hilda's Bordados :::::::::
    …*…*…*…*…*…*…*…*…*…*…*
    ¸.♥*´¨`*♥.¸¸.*´¨`*♥.¸¸.♥*´¨`*♥.¸¸.♥*´¨`*♥.¸

    ResponderEliminar
  53. Há partidas cuja dor nunca mais nos larga. Por isso, temos que aprender a viver com ela eternamente.
    Gostei do teu poema, é uma bela homenagem ao teu marido que partiu, mas que, estou certo, gostou de ler. Porque, se há céu, ele terá conhecimento de tudo o que se passa neste mundo efémero.
    Bom fim de semana, amiga Mariazita.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  54. Mariazita passei para desejar um Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  55. Passando para deixar um beijinho e votos de um bom domingo!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  56. Querida amiga é muito triste dizer adeus a quem se ama, é um espaço que fica só preenchido com saudades e lágrimas, embora seja um poema de adeus é também uma linda homenagem.
    Fique bem amiga, beijo com carinho,
    Léah

    ResponderEliminar
  57. Olá Mariazita!
    Que linda homenagem com um poema lindíssimo.
    É uma dor enorme quando se vê partir quem amamos.
    O seu marido onde estiver esta orgulhoso ao ler o fantástico poema que lhe é dedicado.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  58. Lindo, lindo!
    Assim que eu gosto de ler.
    Me acalenta...

    abraço
    Lola

    ResponderEliminar
  59. Hola Mariazita.
    Vuelvo para agradecer tu amable visita, y darte un abrazo mientras disfruto de tu maravillosa dedicatoria al amor de tu vida.
    Ambar

    ResponderEliminar
  60. Olá Mariazita,
    Impossível não se emocionar ao ouvi-la declamar este belo e sentido poema.
    Perder o companheiro de uma vida, partilhada com amor e cumplicidade, deve ser por demais doloroso. Nem gosto de pensar na possibilidade do meu marido partir primeiro do que eu. Ainda bem que as lembranças vão alimentando a saudade e a monotonia dos dias.
    Belíssimo, porque brotado do coração!

    Na oportunidade, agradeço-lhe o carinho que sempre dedicou a mim e ao meu recanto. Tivemos momentos enriquecedores em nossa trajetória blogosférica.
    Que você continue brilhando com seus poemas e textos, sempre dignos de apreciação e elogios.
    Tudo de bom para você!

    Beijo.

    ResponderEliminar
  61. Belo e sentido preito de saudade, Mariazita. Impressionante como a tristeza mais profunda nos inspira as páginas mais lindas! Bom resto de semana, amiga; fica bem.

    ResponderEliminar

A SI, QUE VEIO VISITAR-ME, UM GRANDE
BEM HAJA!

BEIJINHOS
MARIAZITA