sexta-feira, 29 de abril de 2016

DIA DA MÃE


Aproxima-se o dia em que, em Portugal, se comemora o dia dedicado à Mãe – o primeiro Domingo de Maio – DIA DA MÃE
É a todas as Mães - as que o são, as que o virão a ser e as que o foram… em Portugal e em todo o Mundo, que dedico este texto a que dei o nome de “Chamada para a vida”

CHAMADA PARA A VIDA

Depois de termos estado uns anos sem nos vermos, quando a minha amiga Márcia se aproximou, verifiquei, com prazer, que conservava aquele corpo escultural que sempre lhe conhecera.
Apesar de rondar os quarenta anos, o seu andar elegante no sapato de sato alto e no caro tailleur de executiva, atraía os olhares de quem com ela se cruzava.
Abraçamo-nos efusivamente, mitigando as saudades acumuladas ao longo de tanto tempo, e que os frequentes telefonemas não conseguiam atenuar.
Impaciente, logo que nos instalámos no restaurante onde iríamos almoçar, perguntei-lhe:
- Afinal que assunto é esse, assim tão urgente, que não podia ser adiado nem um minuto e nem tratado por telefone? – perguntei, com um sorriso.
Márcia assume um ar sério, compenetrado, e responde:
- Sabes? Já há um certo tempo eu e o José temos vindo a falar sobre a questão de formar uma família. A verdade é que nunca pensámos nisso muito a sério. Mas nos últimos dias… a ideia não me tem saído da cabeça. E, na qualidade de minha maior amiga, e com a tua experiência de mãe, gostava que me desses a tua opinião…
Imediatamente penso: o seu relógio biológico começou a contagem decrescente, e ela encara, pela primeira vez com seriedade, a perspectiva de ser mãe.
Márcia continua:
- O que é que tu achas? Ultimamente, eu e o José falamos muitas vezes sobre o assunto, mas estamos indecisos…Por isso pensei em falar contigo, trocar umas ideias, como sempre fazemos quando temos dúvidas. Achas que eu devia ter um bebé?
Com todo o cuidado, sem querer denunciar o que realmente penso, respondo-lhe:
- Bem… isso vai alterar completamente a tua vida…
- Sim, eu sei. Aquelas saborosas manhãs de sábado e domingo na cama, os fins-de-semana fora, sempre que nos apetece… tudo isso se acaba.

Mas não é bem isso que me preocupa – penso para mim mesma.
Gostaria de lhe dizer que as marcas físicas, próprias da gravidez, passam com o tempo, mas o acto de ser mãe deixa uma marca emocional tão grande, tão viva, que a tornará totalmente vulnerável.
Olho para as suas unhas bem tratadas e o fato elegante, e penso que, na qualidade de sua melhor amiga, tenho o dever de a alertar para certos factos. E penso:
- Não há elegância que resista a teres que mudar uma fralda. Se for apenas de chichi, até se suporta. Mas… se estiver suja? Vais ter uma certa dificuldade em te adaptar… 
Contudo… - continuo a pensar – a sensação de tocar aquela pele tão suave, acariciar aquele corpinho morno e macio, beijar aqueles pés pequeninos, de dedinhos minúsculos…

O meu pensamento continua a divagar:
- Nunca mais poderás ler uma má notícia no jornal, sem pensares, angustiada: “E se fosse o meu filho?”.
- Todo o tipo de acidentes, incêndios, naufrágios, irão fazer o teu coração apertar-se de ansiedade e pensar: haverá algo pior do que ver um filho morrer?
Porém… em contrapartida… haverá alguma coisa que se possa comparar à alegria de vê-lo chegar a casa são e salvo, depois da ansiedade da espera? Não, não existe maior  felicidade do que esta!

E penso ainda:
- Sempre que houver uma nota de urgência no apelo - Mamã! - largarás, sem pensar um segundo, a melhor peça de cristal que tenhas entre mãos.
- A tua carreira, na qual investiste os melhores anos da tua vida, será relegada para segundo plano – a maternidade assim o exige.
- Poderás até conseguir uma boa ama para o bebé, na qual confias cegamente; mas muitas serão as vezes em que terás que recorrer a toda a tua auto disciplina para não «dar um pulinho a casa» apenas para te certificares de que tudo está bem com o teu filho. E não raras vezes te questionarás se, afinal, o alto cargo que desempenhas na empresa será, mesmo, mais importante do que o teu papel de mãe.
São estes os pensamentos que me ocorrem enquanto observo a minha amiga, tão atraente.

Devo também dizer-lhe:
- Ainda que percas o peso acumulado durante a gravidez nunca mais te sentirás a mesma.
- A tua vida, tão importante para ti neste momento, terá muito menos valor quando houver um filho. Ele passará a ocupar o PRIMEIRO lugar.
- A relação com o teu marido também sofrerá alterações. É imprescindível que compreendas que se pode amar ainda mais um homem que está sempre pronto para mudar uma fralda, e que nunca hesita quando o filho reclama a sua atenção…
Para tudo isto e muito mais devo alertar a minha amiga. Mas… tenho também que lhe falar na alegria da mãe ao ver:
- O riso descontrolado do bebé ao tocar no pêlo de um cão pela primeira vez;
- Ao ver o bebé aprender a dar os primeiros passos;
- A observar o filho a aprender a jogar à bola…

Absorta nos meus pensamentos só o olhar irónico da minha amiga me faz perceber que tenho os olhos rasos de água.
- É a melhor decisão da tua vida. Nunca te arrependerás! digo-lhe, com a voz embargada. E não acrescento mais nada.

Depois seguro-lhe na mão e, juntas, erguemos uma prece por ela e por todas as mulheres que respondem ou algum dia responderam à «Chamada para a vida». 


PS - ESCLARECIMENTO,  PARA QUE NÃO SURJAM CONFUSÕES:
        ESTE TEXTO É FICCIONADO, FRUTO DA IMAGINAÇÃO DA AUTORA DO                   BLOG - MARIAZITA

64 comentários:

  1. Nina Minha
    Excelente texto!
    Comovi-me, ao lê-lo.
    Imaginei-te a conversares com a tua melhor amiga, a quereres alertá-la para todas as responsabilidades que a maternidade envolve, e ao mesmo tempo fazendo-lhe ver todas as delícias que representa ter um pequenino ser para amar, cuidar, acarinhar, ver começar a jogar à bola… no fundo, tudo aquilo que é a bênção que eu não tive.
    Mas… Deus sabe o que faz. Hoje poderia ter um filho adolescente órfão de Mãe… o que também não seria nada bom.
    Parabéns pelo teu texto. É MUITO BOM e gostei imenso.
    As fotos são muito bonitas e muito bem escolhidas para o texto.
    Beijo-te com carinho e parabéns pelo Dia da Mãe.
    Amor fraterno do teu
    Miguel

    ResponderEliminar
  2. Amiga Mariazita, confesso que me emocionei ao ler este seu texto. É maravilhoso e para mim tem um sabor do que não tive, uma mãe. Por outro lado tive dois seres pequeninos que cuidei a tempo inteiro. agora que são pais, tenho os netos para cuidar. As fotos são lindas. Espero também que o Miguel esteja bem melhor. Abraço-os aos dois com muito carinho

    ResponderEliminar
  3. Lindo e tão emocionante. O fato de ser mãe nos torna mais sensíveis e como é boa essa experiência! Adorei te ler, as fotos, tudo! Parabéns, desde já pelo dia! Aqui é no 2 domingo de maio! bjs, chica

    ResponderEliminar
  4. Um texto emocionante.
    Não gosto quando o dia da mãe, cai no dia do trabalhador. Passa despercebido e devíamos ter direito a ter sempre e só o dia da mãe. Se o dia do pai é sempre o dia 19, Porque o dia da mãe tem que ser móvel?
    Eu sei que o dia da mãe,o é todos os dias da nossa vida. Mãe é profissão sem reforma. Mas se o tiraram de Dezembro de um dia que era fixo porque raio agora é móvel?
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Adorei seu texto Mariazita,e nele você dialoga com sua amiga e fala muito o que seja a palavra Mãe.
    Mãe é tudo isso que você diz e mais um pouco.
    Aqui parabenizo a todas as mamães pelo dia delas.
    Nós no Brasil comemoramos no segundo domingo do mês de Maio.
    Bjs com carinho.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  6. Muito lindo e emocionante o seu texto, Mariazita. Deveria ser recomendado a todas as mães e àquelas que pretendem sê-lo.
    Parabéns a todas vocês e o nosso vem aí.
    Beijo*

    ResponderEliminar
  7. Una bonita forma de conversar con una buena amiga de las inquietudes y lo positivo que pueda ser madre.
    Que tengas un día muy feliz de las madres.

    ResponderEliminar
  8. Acho que nunca li um texto tão pleno para o facto de se ser Mãe, além da forma que encontraste para a homenagear.

    Aplausos, amiga!|
    Bjo, de mãe para mãe :)

    ResponderEliminar
  9. Amei ler seu texto, emocionante!
    Amei ser mãe, adorei sua bela homenagem amiga Mariazita, aqui no Brasil se comemora no segundo domingo de maio!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  10. Mas que linda homenagem tu fazes aqui a todas as mães e pela parte que me toca deixo-te já um abraço imenso, nao só por me homenageare , mas, principalmente, porque és mãe e de certeza que consideras esse facto o mais sublime da tua vida, olha amiga, não imaginava a minha vida sem ter filhos. Vou-te contar uma coisa: a minga paixão sempre foi o ensino e sempre pensei ser professora primária: no meu tempo não era curso superior e o meu pai, apesar das dificuldades, queria p os filhos o melhor; achava eu que não gostaria de dar aulas ao ensino secundário e por isso desisti do ensino e fui para secretariado; trabalhei pouco tempo numa multinacional, porque dp veio aquela crise pós 25 de Abril e fui para o Brasil, Secretária é uma profissão que não deixa tempo livre: entra antes do patrão e sai so quando ele largar a fábrica, alem de ter de o acompanhar em deslocações;quando me decidi a ser mãe, pensei imediatamente em trocar a minha profissão de secretária pela de mãe; claro, dizem- me, não precisavas do teu salário.. certo, não precisava mt, mas se tivesse continuado a trabalhar teria hoje uma aposentadoria boa e assim não tenho nada. Vejo muitas mães que não precisam e nem por isso largam as carreiras, Estão no direito delas, mas eu não concebia a ideia de não ter tempo algum para eles, Arrependi-me? Não, amiga! Pude acompanhá-los em todos os aspectos e até dar-lhes explicações quando tinham alguma dificuldade . A carreira ficou para trás, mas ganhei muito nessa profissão de Mãe; não é remunerada, mas a satisfação de acompanhar cada passinho dos nossos filhos, cada gargalhadinha, cada dorzinha, é tão grande que não há dinheiro que pague
    E agora, quero pedir-te desculpa por este meu" testamento " e mais uma vez agradecer-te tão bela homenagem Desejo que tenhas um dia DA MÃE feliz e que assim sejam todos os outros dias, porque Mãe está presente todos os dias em todos os instantes da vida dos filhos. Há quem diga : " Um filho anda nove meses na barriga e a vida inteira na cabeça" Uma grande verdade, mas também uma verdade maravilhosa. OBRIGADA, AMIGA!
    Um abraço do tamanho do mundo
    Emilia

    ResponderEliminar
  11. Um texto excelente, cheio de lucidez e de compreensão. Uma bonita homenagem a todas as mães. Obrigada.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  12. UN TEXTO MUY BIEN GESTADO. GRAN TRIBUTO!!!
    ABRAZOS

    ResponderEliminar
  13. Querida Mariazita
    Só uma mãe para compreender a profundidade e a emoção implícita em cada palavra quando retratas com fidelidade a grandiosa experiência que é "Ser Mãe"
    Mãe, palavra que soa suave ao coração, palavra que encanta e traz alegria. Mãe, significado de paz e amor.
    Mais que ninguém, você merece ser homenageada por sua dedicação e por seu amor
    Parabéns pelo teu dia!
    Meu abraço super especial como símbolo da minha homenagem à você

    ResponderEliminar
  14. Olá querida,venho agradecer-te o comentário que me fizeste nesta minha postagem: http://sandrasofiagoncalvesafonso.blogs.sapo.pt/imagens-bonitas-1-2911,respondendo ao teu comentário,fico contente que tenhas gostado das imagens que partilhei,também desejo um excelente dia da Mãe para ti,é claro que eu voltarei mais vezes aqui ao teu cantinho,uma vez que já o conheço,espero que também voltes ao meu cantinho e que comentes sempre,muitos beijinhos,fica bem!!

    ResponderEliminar
  15. Maravilhoso e emocionante Texto ! Linda Homenagem à Mãe !

    ResponderEliminar
  16. Olá Mariazita, boa tarde,
    verdadeiramente belo tudo que você escreveu,
    tudo o que faz e deixa uma mulher no momento de tornar-se mãe ...
    lindo!

    Desejo-lhe um belo domingo
    um beijo grande

    "Feliz Dia da Mãe"

    ResponderEliminar
  17. Ser mãe é uma "chamada para a vida", como dizes.
    Um excelente texto, belíssimo.
    Boa semana, querida amiga Mariazita.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  18. Belo, Mariazita! A dádiva de e os percalços de ser mãe, descritos pela palavra inspirada de alguém que vivencia em plenitude a maternidade e o dom da poesia. Excelente post, boa semana!

    ResponderEliminar
  19. Nina Minha
    Um Texto lindo, como aliás seria de esperar e a que já estou habituada.
    Ser Mãe, é isto mesmo, estarmos SEMPRE na 1ª linha ou na retaguarda conforme a ocasião nos impõe.
    Tu és uma Mulher cheia de sorte, certamente porque o fizeste e fazes por merecer.
    Tens 3 filhos maravilhosos que te acompanham dia a noite seja em que circunstancia for. É um legado lindo,fruto de um imenso Amor...
    Que a vida te continue a proporcionar muitos Dias da Mãe rodeada de amor e carinho como mereces.
    Beijo doce da
    Tua Tareca

    ResponderEliminar
  20. O Dia da Mãe aqui só é comemorado no próximo domingo.
    Boa semana

    ResponderEliminar
  21. Que texto maravilhoso, Mariazita!...
    Repleto de emoção e sensibilidade... adorei! Uma homenagem lindíssima!
    Espero que tenha passado este dia, de uma forma muito feliz... apesar de passar por aqui, um pouquinho atrasada...
    Beijinhos! Feliz semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  22. Oi oi,minha querida,novamente estou aqui!! Venho agradecer-te o comentário que me fizeste nesta minha postagem: http://sandrasofiagoncalvesafonso.blogs.sapo.pt/nomes-dos-caes-de-manuela-moura-5024, respondendo ao teu comentário,também não sou nenhuma espertalhona em bebidas,mas também,que eu saiba,não existe nenhuma com o nome bob,aliás,bob é um nome super comum!! Em relação aos teus,tirone é um nome engraçado,jóia também é muito bonito,lamento o facto de teres tido um desgosto em relação a um animal de estimação teu,lamento por isso!! Feliz semana querida,volta e comenta as vezes que quiseres no meu blogue!!

    ResponderEliminar
  23. Muy bello lo que nos regalas, lleno de dulzura y sensibilidad.
    El día de la madre son todos los días del año y las marcas de la maternidad son adornos para el alma de una madre.
    Un abrazo para ti y recuerdos para Miguel, dile que le esperamos.
    Ambar

    ResponderEliminar
  24. Una preciosa entrada que dedicas a todas las madres.
    La conversación que has mantenido con tu amiga Marcia, está llena de experiencia y, al mismo tiempo, encierra una realidad palpable.
    Cierto es que al tener un hijo debemos renunciar a muchas cosas, pero el cariño que nos da, el instinto de maternidad que despierta en nosotros cuando lo tenemos en brazos, lo compensa todo.
    Si hablas con Miguel, dale saludos de mi parte, no se le olvida tan fácilmente, dile que deseamos su regreso y bienestar.
    Te dejo un fuerte abrazo con mis cariños.
    kasioles

    ResponderEliminar
  25. Absolutamente fantástico.
    Sim, a nossa vida muda radicalmente, mas tudo é compensado pela magia do nascer de uma nova vida.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar

  26. Querida Mariazita

    Este teu texto espelha na perfeição todas as alterações na vida de uma mulher quando decide ser mãe e também todas as alegrias que inundam o seu coração quando contempla o Ser a quem deu vida. É realmente uma "Chamada para a Vida", na sua plenitude. Muito obrigada.

    Obrigada também pelas tuas amáveis visitas e comentários.
    Tenho tido uns problemas de saúde que, penso, se vão sanando.

    Um bom fim de semana.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
  27. Lindo seu post, Mariazinha: nunca mais somos as mesmas após a maternidade.
    Ela nos traz responsabilidades, preocupações e nos engrandece.
    Tenha um ótimo Dia das Mães!

    ResponderEliminar
  28. Obrigada Mariazita pela visita e palavras tão lindas.
    Um beijo com carinho.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  29. Olá, mariazita.
    Essa chamada para a vida que nos "revira a vida de trás-para-a-frente" tantas e tantas vezes, mesmo quando já adultas as "crias".
    Mas o sonho enche o coração da mulher.
    Não há nada que supere "beijar uns pezinhos" =)

    bj amg

    ResponderEliminar

  30. Olá, Mariquinhas
    Que tenhas um fim de semana bom.
    E um dia das Mães, maravilhoso. Confesso, que não tenho mais a minha, ao meu lado aqui na terra. Mas, tenho a esperança de reencontrá-la um dia, em algum lugar de tempo e espaço, por que creio na ressurreição, em nome de Jesus Cristo.
    Um abraço, para você.

    ResponderEliminar
  31. Estou passando para deixar
    um carinho e matar as saudades.
    Desejar um feliz dia das mães,
    Um Domingo abençoado.
    Se for do seu gosto deixei mimos
    na postagem.
    Beijos.
    Evanir..

    ResponderEliminar
  32. Você fez uma bela postagem, que evidencia sua sensibilidade e que constitui uma preciosa homenagem . Amanhã é o dia das mães no Brasil. Não tenho filhos e perdi minha mãe há pouco mais de um ano, o que me deixa triste nessa época.
    Estou dando um tempo nos meus blogues.
    Obrigada pela carinhosa visita. Bjs.

    ResponderEliminar

  33. Olá Mariazita,

    Um texto/homenagem tão lindo de ler e que responde, com delicadeza e emoção, à eventual dúvida de qualquer mulher que deseje acolher este belo chamado para a vida.
    Parabéns pelo Dia!
    Adorei ver as fotos.

    Obrigada pelo carinho!

    Até breve!

    ResponderEliminar
  34. Lindo texto!! Mostrou a importância, o sentimento que realmente importa. Mostrou verdades e deixou de lado frivolidades. Parabéns, querida amiga, um texto de mulher para mulher!
    Obrigada pelas palavras de carinho.
    Beijo!! Aqui é hoje o Dia das Mães, cheguei tarde para deixar meu abraço...rss

    ResponderEliminar
  35. Vim à procura de mais.
    Mas gostei de reler o teu excelente texto.
    Boa semana, querida amiga Mariazita.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  36. ⊱✿.*☆*.¸✽ ¸.*♡*.✿⊰✽⊱✿.*☆*.¸✽¸.*♡*.✿⊰⊱✿.*☆*.¸✽ ¸.*♡*.✿⊰✽⊱✿.*☆*.¸✽¸.*♡*.✿⊰
    Bom dia Mariazita!
    Você aqueceu meu coração com esta linda homenagem, os sentimentos de uma mãe são os mais singelos e verdadeiros e o amor é incondicional e inatingível com palavras, o sentimento no seu texto nos faz lembrar de emoções muito boas! Obrigada por compartilhar suas lindas palavras conosco!
    Vim bodar um recadinho convidando você a visitar meu blog para ver a mensagem de dia das mães que deixei lá e vim desejar a você e sua família um ótimo início de semana!
    Abraços fiquem com Deus!
    http://hildasbordados.blogspot.com.br/
    https://www.youtube.com/channel/UCBptH8iCKWtTUr0Mx2fdcTQ
    ⊱✿.*☆*.¸✽ ¸.*♡*.✿⊰✽⊱✿.*☆*.¸✽¸.*♡*.✿⊰⊱✿.*☆*.¸✽ ¸.*♡*.✿⊰✽⊱✿.*☆*.¸✽¸.*♡*.✿⊰

    ResponderEliminar
  37. Boa semana, Mariazita. Aguardo o próximo post.

    ResponderEliminar
  38. Amiga Mariazita, vim à procura de mais reli com gosto este lindo texto. Tenha uma boa semana

    PS: Um grande abraço ao Miguel e que esteja bem melhor. Beijócas aos dois

    ResponderEliminar
  39. OI MARIAZITA!
    QUE COISA LINDA DE SE LER, ASSIM É, SER MÃE TEM TODOS ESTES SENÕES, MAS, TEM A ALEGRIA MAIOR DE TER AQUELE PEQUENO SER EM NOSSOS BRAÇOS NOS CHAMANDO DE "MAMÃE".
    LINDO AMIGA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  40. Uma homenagem de tanta sensibilidade. Descreve com delicadeza (emoção também) as dúvidas que podem ser inerentes ao momento de escolha.

    As fotos são lindas! E tão carregadas de ternura.

    Faço votos para que seu 'Dia de mãe' tenha sido contemplado com muito carinho.


    Um beijo.

    ResponderEliminar
  41. Mariazita, que bela mensagem! Muita sábia a sua forma de falar sobre todas as implicações que envolvem a maternidade. Tive pais que me transmitiram todas as boas posturas para se estar no mundo de uma forma digna, honrada, honesta, mas como estamos a falar de Mãe, a minha, Deus não poderia me ter dado melhor do que ela. Uma mulher batalhadora, guerreira, que olhava o mundo com olhos de amor pleno, que fazia do coração uma vastidão de bondade, que acolhia os mais necessidades, e vem dela esta vontade de estar no mundo a fazer o bem e a olhar cada semelhante como um verdadeiro irmão, ajudando a todos, na medida do possível, que não possuem as benesses de uma vida mais equilibrada. Soubeste bem, minha amiga, falar da maternidade com as preocupações e alegrias que ela traz. Em agosto faz um ano que perdi um bebê, o primeiro, uma menininha que me ficou nos braços apenas o tempo de uma oração, um beijo e um aconchego... O parto difícil impossibilitou-me novas concepções. Este o motivo lá no meu blog de uma mensagem relativa às mães num poema meio sofrido. Ainda hoje procuro levar uma vida dedicada ao trabalho (ginecologia-obstetrícia) ao lado da assistência de casas que abrigam crianças abandonadas pelos pais e idosos rejeitados pelas famílias. Uma maneira de agradecer todas as bênçãos que Deus me concedeu por ter nascido numa família de posses, vinda de pais que sabiam que não se pode viver no egoísmo, mas sim construir uma vida digna tentando minorar o sofrimentos dos menos abastados.
    Minha linda, ao lado dos agradecimentos pela sua abençoada presença no meu espaço, ao lado dos parabéns pela magnifica postagem, fica também um carinho para o nosso querido Miguel, na forma de um beijo que te peço faça chegar até ele. Espero que esteja bem, gozando de excelente saúde, e que todos os planos por ele arquitetados possam ser levados a bom termo.
    Para ti, meu anjo, deixo um punhado de sorrisos atados num ramalhete de estrelas, a demonstrar minha admiração e carinho pela pessoa linda que tu és.
    Helena

    ResponderEliminar
  42. Correções:
    1. que acolhia os mais necessitados (ao invés de: que acolhia os mais necessidades)
    2. o sofrimento (ao invés de: o sofrimentos)

    http://helena.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  43. Maravilhoso texto, Mariazita, não há nada mais belo que o milagre da vida e ser mãe é uma bênção de Deus.
    Beijinho grande e muito obrigada pela visita.

    ResponderEliminar
  44. Como muitas das mulheres que aqui deixaram o seu comentário, a maternidade foi o maior e melhor presente que a vida me deu. É, como tão bem descreve, VIDA! É viver com o coração fora do peito. É querer protegê-los de tudo e saber que eles precisam cair para aprenderem a erguer-se sozinhos. É vê-los a ganharem asas, com um misto de temor e orgulho.
    É sem dúvida, uma bênção imensurável.
    A sua homenagem às mães está tocante. O que aconteceu a seguir? A amiga engravidou?
    Beijinho, um doce fim-de-semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderEliminar
  45. Querida Ruthia
    Como se trata de ficção... vamos imaginar que sim! :) A minha amiga engravidou!!!
    Beijinhos
    Mariazita

    ResponderEliminar
  46. Aproveitando para reler este lindíssimo texto, e deixar os meus votos de um excelente fim de semana!...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  47. Hola Maríazita.
    Vuelvo a disfrutar de tus letras, saludarte, desearte un buen fin de semana y darte dos abrazos bien fuertes, uno para ti y otro para Miguel.
    Ambar

    ResponderEliminar
  48. Muy bello relato, amiga, lo mejor que me pudo pasar en vida, sin duda fue tener mis cinco hijos. son mis tesoros más preciados.
    Mi gratitud por tu buen hacer y mor tu hulla.
    Un abrazo y toda mi estima.
    Se muy muy feliz.

    Estoy un poquito delicada de salud y he cogido un descanso

    ResponderEliminar
  49. Olá minha linda temos andado desencontradas andei um pouco fora dos blogues e da vida estive hospitalizada por duas vezes e as coisas nem sempre andam para a frente tem muitos dias em que ficamos paradas a ver o nada, estando num lugar e a nossa mente estar em outra dimensão, deixei de a visitar desde que esteve em casa da sua filha por motivos de ela precisar da sua ajuda.
    Amiga hoje voltei mas confesso que foi só para desejar um lindo fim de semana pois não a sua postagem mas prometo que voltarei para ler, beijinhos de luz e paz e mais um bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  50. QUERIDA MARIAZITA
    É difícil me perdoar, depois de ir passando por aqui não ter postado comentário.
    Digo ainda, que gostei da tua ficção.
    Beijos

    ResponderEliminar
  51. Um belo texto de que gostei bastante de ler.
    Um abraço e boa semana.

    ResponderEliminar
  52. ⊱✿.*☆*.¸✽ ¸.*♡*.✿⊰✽⊱✿.*☆*.¸✽¸.*♡*.✿⊰✽ ⊱✿.*☆*.¸✽¸.*♡*.✿⊰
    Boa Tarde Minha querida amiga Mariazita!!!!!
    Vim bordar um recadinho para desejar um bom início de semana para você e toda a sua família!!
    Fiquem com Deus!!
    http://hildasbordados.blogspot.com.br/
    https://www.youtube.com/channel/UCBptH8iCKWtTUr0Mx2fdcTQ
    https://www.facebook.com/HildasBordados/
    ⊱✿.*☆*.¸✽ ¸.*♡*.✿⊰✽⊱✿.*☆*.¸✽¸.*♡*.✿⊰✽ ⊱✿.*☆*.¸✽¸.*♡*.✿⊰

    ResponderEliminar
  53. Quando eu nasci...nada mudou...apenas minha mãe sorriu e agradeceu!
    Bela e comovente homenagem! Bj

    ResponderEliminar
  54. Minha querida Nina
    Confesso! :) fui empurrado pela Estrela, que veio ler esta tua postagem há não sei quanto tempo... e disse-me: Carlos, tens que ir ler o post da Nina. Não podes perder!
    A minha Estrela tinha razão. Aliás, ela tem sempre razão, por isso me deixo guiar por ela há tantos anos :))))))))))))
    Sério, é comovente, o que escreves. E mais admirável por ser ficção. Se fosse um caso verídico... limitavas-te a relatar o acontecido. Assim... criaste uma história linda!
    Parabéns pela tua criatividade e pelo teu génio.
    Beijos das minhas mulheres e do teu,
    Carlos,
    o Botinhas

    ResponderEliminar
  55. Tu imaginación te lleva, como buena escritora, a publicar algo maravilloso como un bello homenaje a todas las madres.
    Venía por si habías publicado algo nuevo.
    Te dejo un fuerte abrazo con mis cariños.
    Kasioles

    ResponderEliminar
  56. Nininha, minha querida
    Antes que comece o "ataque mor" da criançada, resolvemos utilizar um portátil aqui da sala e vermos, em conjunto, o teu último post, já que, como sabes, esta altura é complicada...
    É simplesmente maravilhoso!
    Cada uma de nós vai dizer meia dúzia de palavras, muito rápidas, mas pela minha parte, digo-te: emocionei-me!

    Até ao próximo post, minha linda e sempre querida Nininha.
    Beijos mil da tua
    Ana

    ResponderEliminar
  57. Nininha linda
    Temos que falar à vez porque só temos uma ferramenta de trabalho, aqui... :)
    Mas chegando a casa tem sido impossível, o cansaço é tanto que depois de ver a novela só apetece ir para a cama. Não somos como tu que só te deitas depois da meia noite, apesar de te levantares às sete e meia... Eu preciso de dormir mais. Sou dorminhoca :)))
    Mas... o que conta agora é este maravilhoso texto que acabámos de apreciar.
    Sem dúvida, a tua criatividade e imaginação é imparável!
    Não digas a ninguém, mas ficámos com a lagrimita ao canto do olho...

    Beijos com todo o carinho do mundo, Nininha do meu coração.
    Tua

    ResponderEliminar
  58. Olá, Nininha querida
    Eu, como sou a mais nova, fiquei para o fim (elas não querem que eu diga isto, mas se é verdade...!!!)
    Elas demoraram o tempo que quiseram e agora estão a apressar-me. É claro que as "adoráveis criancinhas" já estão a entrar em tropel... por isso tenho mesmo que me despachar.
    Portanto... ADOREI, ADOREI, ADOREI!!!
    Para a próxima sou a primeira a falar... Nem que a vaca tussa!!!

    Beijinhos com TODO o carinho do mundo.
    Tua
    Mena

    ResponderEliminar
  59. Minha Querida Amiga.
    É com grade emoção que te digo que está aqui um texto (ficcionadamente) real e que não encontro tanta objectividade em grandes Tratados sobre a Maternidade.
    Dar-te os Parabéns, fica curto para aquilo que senti e sinto.
    Decerto bem entenderás.

    Beijo
    SOL

    ResponderEliminar
  60. Parabéns pela lindíssima história dedicada as mães. Adorei!
    Beijinhos

    ResponderEliminar

  61. Lindo texto sobre o milagre da vida Mariazita!
    fui mãe 3 vezes
    parece um sonho :)
    beijos
    Angela

    ResponderEliminar
  62. Excelente texto, adorei! Como mãe identifico-me completamente com ele. Beijinhos

    ResponderEliminar

A SI, QUE VEIO VISITAR-ME, UM GRANDE
BEM HAJA!

BEIJINHOS
MARIAZITA