segunda-feira, 31 de março de 2014

MOMENTO DE POESIA - Se

SE…

 Se esse olhar  fosse p’ra mim
Se fosse meu o teu amor
Eu te juro, ajoelhada,
Por meu Deus, seja onde for,
Que seria tua escrava
Se fosse meu o teu amor.

Se tu quisesses ouvir
O que diz meu coração
Eu garanto que daria
Só a ti a minha mão
Mandando, então, repetir
O que diz meu coração.

Se teu olhar me falasse
Se fosse meu o teu beijo
Se me desses teu carinho
P’ra matar o meu desejo
Eu te dava o meu amor
Se fosse meu o teu beijo

Se fosse meu o teu sorriso
Se me desses teu amor
Eu seria tão feliz
Tão feliz e sem temor...
Estaria no paraíso
Se me desses teu amor

Ah! Se um dia compreendesses


Tudo que eu sinto por ti
Dar-me-ias teu amor.
Verias que pressenti
Que, um dia, entenderias
Tudo o que sinto por ti.
Mariazita
2014, Março 


75 comentários:

✿ chica disse...

Linda e tão bem inspirada poesia,Mariazita e os olhares acima dela, na foto, lindos! beijos,chica

Vall Nunnes disse...

Que linda e bem construída poesia. Tão musicada, traduz a verdade nos olhares trocados, capturados pela câmera fotográfica.
Aiii...deu até vontade de ser olhada assim, olhar de promessa cumprida e compartilhada!
Bom dia querida e agradeço seu carinho e presença indispensáveis para mim.
Até logo!

Silvana Haddad disse...

Mariazita:
Existem 2 maneiras de seguir meu blog:
1 - Pelo Google Friend Connect: que aparentemente está com problemas e não tem aceitado novos seguidores;
2 - Pelo ícone, isto é, o botão Participar desse site.
Pelo que entendi, você fez a tentativa nessa segunda maneira, e por isso sua "carinha" não apareceu e nem aparece, porque é uma maneira temporária que eu adicionei no meu blog, enquanto estamos enfrentando a dificuldade de receber novos seguidores.
Mas, pelo que percebi, agora sua "carinha" já aparece no mosaico de seguidores do Google Friend Connect, o que é uma boa novidade.
Quando voltar ao meu blog, verifique e depois me diga se entendeu minha explicação, ok.
Bjs.:
Sil
http://meusdevaneiosescritos.blogspot.com.br/

São disse...

Neninha, não há como te dizer quanto me emocionou este teu tão sentido post.

Por isso, minha querida, só te deixo um apertado abraço com todo o carinho.

Pedro Coimbra disse...

De uma beleza impressionante!!
Boa semana

Bell disse...

Profundo!!!

Por vezes queremos ser amadas mas nem sempre o objeto do nosso amor é correspondido.

bjokas =)

Miguel disse...

Nina minha, querida
Começando pelo princípio… sou forçado a afirmar:
A composição fotográfica está excelente.
O fundo é maravilhoso; os sorrisos muito bem captados.
Das centenas, se não milhares, de sorrisos que gravaste ao longo de tantos anos, estes foram muito bem escolhidos; o primeiro, algo tímido, reflectindo o amor de quem vai iniciar uma vida a dois; o segundo irradiando felicidade, numa alegria que se antevê nos largos sorrisos que se adivinham.
Resultado final… uma obra-prima de composição.

Se… Já reparaste que a nossa vida está cheia de “ses”?
“Se” eu pudesse adivinhar…”se” eu pudesse voltar atrás…

Se tu quisesses ouvir o que diz meu coração, como eu seria feliz, acredites tu ou não…  (também sei fazer versos… -:)

Este poema está perfeito. Eu não lhe acrescentaria uma vírgula :)

Beija-te o teu
Miguel

Daniel Costa disse...

Mariazita, que belos momentos de poesia proporcionaste!
No fundo, temos a conclusão que sempre poderemos procurar paz dentro de nós e com ela a tranquilidade de espírito. O teu poema, é exemplar nesse ponto.
Beijos de amizade

Carla Ceres disse...

Que bom, Mariazita, você resolveu postar seus poemas também! Agora todo mundo vai saber que você é ótima em prosa e verso. Adorei o poema. Beijinhos!

Sotnas disse...

Olá Mariazita, e que tudo esteja bem contigo!


Fico contente que esteja compartilhando todo o teu sentimento com os amigos, ainda que seja uma maneira de amenizar a tua dor. E você sabe deveras transpor sentimentos em belas e simples palavras, obrigado por compartilhar, e também pelas gentis visitas, e comentários!
E assim poetisa eu deixo meu desejo para que tenha sempre em teu feliz viver este amor intenso, um grande abraço e, até mais!

Labirinto de Emoções disse...

Minha querida...
O teu Se...foi um sorriso que foi teu... um olhar que foi teu...um coração que foi teu...e um GRANDE AMOR que foi teu...:-)))
O poema é lindo, e nunca digas que não sabes fazer poesia, porque está bem explicita a tua veia poetica.
As fotos são lindas, não podias ter escolhido melhor.
Um beijão do tamanho do mundo
Teresa

Daniel Costa disse...

Querida amiga, não me digas que conheces o Paimogo!
nasci lá perto, fui lá muito e o poema, nesse sentido é expressivo. No caso, o poema é muito naturalista. É verdade exata da minha história de vida,
Sobre o poema, se já gostava dos poemas da "Maispa". Os teus a meu ver os ultrapassam.
Beijos

Zilani Célia disse...

OI AMRIAZITA!
QUE VERSOS TOCANTES.
LINDO DEMAIS.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Graça Pires disse...

Um poema cheio de musicalidade. Muito bom para cantar.
Beijo.

Labirinto de Emoções disse...

Miha querida Mariazita
Obrigada pela tua visita, gosto sempre de "te sentir" em minha casa..:-)))
De ti admito todas as brincadeiras, sei que são de coração.
Sabes a musica é a minha grande companhia, escrevo e pinto a ouvi-la, faz-me sentir menos sozinha,nela encontro os abraços e o "colo" que me faltam...tu sabes do que eu falo!
Um imenso beijinho e obrigada por algumas horas de companhia que já me tens feito..:-)))

O Árabe disse...

Apaixonados e sinceros versos, Mariazita! Gosto muito do que escreves,amiga. Boa semana.

Daniel Costa disse...

Querida amiga Mariazita, estava alheio, a ser preciso a confirmação. Obrigado pela informação, já pus em ordem.
A arriba do Paimogo, subi e desci muitas vezes. A mesma continua. Agora Paimogo já tem marina.
O Forte estava já muito degrado, mas a câmara da Lourinhã reciclou.
Beijos de consideeração

YoSueño disse...

Precioso poema cuanto sentimiento.Un Fuerte ABRAZO

Beatriz Bragança disse...

Querida Mariazita
Foi um belo momento, ler a sua poesia!
É mesmo poesia pura, sincera, sentida,ritmada, muito agradável!
Uma constatação do que poderia ter sido, muito poética!
Parabéns.
Uma semana muito feliz.
Beijinho
Beatriz

Cândida Ribeiro disse...

Minha Manita linda, mas que poema de amor tão lindo!
Essa ideia de fazeres poema foi excelente.
Adorei esses olhares...tão cheios de amor.

Beijinhos com muita luz

Ariel El vikingo dark disse...

Hola Mariazita, buenas noches,

como amante de la pesía, debo decirte que me parecio realmente hermosa.

Un final estupendo!
me ha encantado.

Te deseo una bonita noche
un beso y un fuerte abrazo

Laura Santos disse...

Um poema certamente escrito com alguém muito especial na ideia.
Nem sei se são as fotos que ilustram o poema, ou vice-versa, mas em ambas as coisas sinto um grande amor, e um grande olhar para além do corpo.
Um poema muito belo, Mariazita! Gostei muito, e não me digas que só agora é que começaste a escrever poesia, porque não posso acreditar...:-)
Parabéns por tão belos sentimentos.
xx

Fernando disse...

Olá Mariazita
Que coisa linda essa poesia hem :)
Sempre bom vir aqui e apreciar a beleza e a riqueza do nosso idioma.
Bjsss
Blog Fernu Fala II

Smareis disse...

Maravilhosa, e bem construída.
beijos e ótima semana!

Regina Magnabosco disse...

Lindo poema, Mariazita, na ideia e no soar das palavras, na forma como você as organizou.
Amor amor é sempre bom, só de o sentir.
O "Se" correspondido, que bem mostra a alma de sua poesia, faz o amor bastar-se.
Muito bom, amiga!
Beijo!

Marilene Domingues disse...

Querida amiga Mariazita! Que lindo e doce poema, envolvente assim como dever ser dois olhares apaixonados...Inspiração é o que não te falta, coração sensível e poeta. Adorei! Amiga fico feliz que tenha conseguido resolver o problema dos seguidores, muitos e muitos estão com o mesmo problema, eu mesma estava em falta com alguns lá no blog, hoje graças a Deus também consegui fazer-me seguidora.Tomara que o Sr.Google não nos bloqueie novamente.
Beijos com imenso carinho.
Marilene

PINTA ROXA disse...

Lindo o Poema.
mariazinha eu não vi a data do outro blog, até pensei que era tambem teu. Li, gostei e comentei.
Beijinhos e obrigada

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Poesia lindíssima Mariazita,que bom receber a sua visita em meu espaço.
Não parei,somente dei um tempo,mas já estou de volta.
bjs amiga
Carmen Lúcia.

Lourdinha Vilela disse...

Linda inspiração. E o que não faríamos por amor?
bjs.

Bruno Mello Souza disse...

Muito bonito!

Abraços.
www.dilemascotidianos.blogspot.com

Ana Oliveira disse...

Gostei muito de ter passado por aqui. Vou ficar.
Beijo.
Ana

Carlos Hamilton disse...

Um poema forte que fala da força do amor.

Abraços

Táxi Pluvioso disse...

Desde que apareceu a MultiOpticas que desapareceu a poesia do olhar... mas ficámos a ver melhor :)))) bfds

Lourdes disse...

Mariazita:
Gosto da sua prosa mas gosto igualmente da sua poesia. Adorei particularmente este seu poema de mulher apaixonada.
Beijinhos

Rita Freitas disse...

Com uma simplicidade tão bonita que enche a alma.

Beijinhos e bom fim de semana

Anne Lieri disse...

Mariazita,eu amei essa poesia! Tão ritmada que temos que ler em voz alta! Parabéns pela bela inspiração! bjs,

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Mariazita!

Não sabia que aqui tivesses um novo post;daí este meu comentário tardio...mas que espero ainda a tempo.

Eu, que para a poesia sou canhestro, até acho que "será muito fácil escrevê-la", quando o poeta nela põe com verdade os seus sentimentos.
Está muito bonito e tocante o poema - e a transbordar de ternura. Parabéns!

E termino com a razão que aqui me trouxe: a de te desejar um bom fim de semana.
Beijinhos amigos
Vitor

SAM disse...

Mariazita, minha querida

Que poema lindo! Ver este romantismo escancarado de forma tão linda é um bem pra alma. Amor assim, amor/amar de verdade, nada mais lindo e você soube muito bem representá-lo nos seus versos. Gostei imensamente!

Deste rostinho sorridente, também :)

Beijo grande e doce ( estou devorando uma barra de chocolate :) ) e abraço apertado.

Sarinha Freitas

ReltiH disse...

AHHHHHH. UNA POESÍA MUY APACIBLE...!!
UN ABRAZO

Olinda Melo disse...


Querida Mariazita

Acho que os teus 'Ses' são só liberdade poética. Estou a ver nas imagens dois momentos que parecem documentar o que eu digo... :)))
Tu e o teu amor, aqueles olhares, aqueles sorrisos, não enganam. E a saudade é muita, não é? Mas as recordações aí estão para minorar a ausência.

Gostei muito deste teu poema.

Bom fim de semana.

Beijinhos

Olinda

LUZ disse...

Olá, querida Mariazita!

Como tem passado? O frio e a chuva não nos deixam, e portanto, andamos sombrios e desmotivados. Este tempo é que é a verdadeira crise, em meu entender.

Não sei onde mora a Mariazita, nem vem ao caso sabê-lo, mas sempre que me deixa comentário, aparece no Live Traffic do meu blogue, "Algés", que conheço mal. Não sei se corresponde ou não à verdade, porque o Blogger poe-nos, onde ele muito bem entende. Eu, há dois/três dias, que "vivo" na "Póvoa da Galega", que não sei sequer, se é povoação do norte, centro ou sul do país.
Talvez seja deformação profissional, mas a circunstância espaço temporal, para mim, tem muita importância, facto que não lhe consigo explicar.

Ora, cá estou eu, mais cedo, do que o habitual, embora, no dia 31 de Março tivesse lido o seu poema, que é todo condicional, à exceção da última sextilha.

Se eu analisasse o que, aqui, o seu "eu-poético" escreveu, sem saber, um pouco de si e da sua história de amor, diria que o seu poema é uma ardente súplica, pouco contemporânea, diga-se, dirigida a um homem, que, ainda não entendeu que o ama, portanto, ou anda, ou é distraído mesmo, ou se já entendeu, não a ama, simplesmente, mas não o quer dizer (até pode afirmar o contrário, porque não gosta de A desagradar, portanto, é, acima de tudo, um "tipo" bajulador) para a não magoar, e esta última hipótese, dói, a quem tanto o ama. Casos houve na poesia do século XIX, em que o homem dizia amar, só porque as damas não podiam ser "ofendidas", ou melhor, esclarecidas.

Por vezes, amizade e amor, confundem-se, e até há pensadores, que afirmam, que entre um homem e uma mulher não pode haver, NUNCA, amizade. O homem pensa, SEMPRE, mesmo involuntariamente, no hipotético amor/sexo, físico, pois com certeza.
Daí, se explica a aberração de um pai fazer sexo/amor com uma filha (até me está a custar escrever), e uma mãe, MUITO RARAMENTE, sente esse desejo.

É um poema muito bem construído, quanto à rima e a outras aspetos, mas a maneira como dispôs a temática, embora muto correta, já é pouco utilizada.

Evidente que a poesia, tal como tudo, é cada vez mais livre, e sofre mutações, naturalmente, mas deve ter, em minha opinião, regras, como tem o Código da Estrada, por exemplo, e que são transgredidas, como sabe, o que não foi o seu caso.

As fotos estão e são muito significativas, embora, em momentos diferentes. A sua, acho que está como é (mera intuição).

Feliz e sorridente fim de semana.

Beijinhos, com apreço e amizade.

Cris Henriques disse...

Olá Mariazita.

Tão lindo o teu poema...
Parabéns!
A vida não é feita de "Ses", minha amiga. O "se" é uma ilusão, criada por nós. Não existe na verdade.

Beijos e boa semana,

Cris Henriques

http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com/

Tatiana disse...

Nossa Mariazita, que declaração mais liiiiinda, que inspiração,hein?
Ser amado assim é tudo de bom!!!
Bjks

Susana Custodio disse...

Bom Dia Mariazita,
Eu e Eugénio muito agradecidos pelo seu lindo comentário no nosso Blog.
Humberto Poeta também é muito nosso amigo.
Virei depois com mais tempo ler poemas seus.
Este que acabei de ler é muito bom.
Votos de bom domimgo
Susana Custódio

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Para uma manhã de domingo, sair "arruando" e encontrar esse "MOMENTO DE POESIA"...foi tudo de bom!
Um lindo domingo, Mariazita, e boa semana...
Beijo,
da Lúcia

Duarte disse...

Que momento e que poesia!...
Quando o verso flui, assim de mansinho, noto uma sensação que me invade de satisfação.
O amor é assim, se existe, de BELO.
Recitei o poema amar com a leitura desta bela declaração de amor. Feliz ele, a quem foi dirigida.
Abraços de vida, querida amiga

Ana Cecilia Romeu disse...

Mariazita, querida amiga!
Lindo poema, pois em versos colocaste toda uma vida que se pode multiplicar em dois ou mais a causa do amor. E as hipóteses são apenas contingentes de mãos atadas ao universo, que podemos tentar desamarrar e dar-lhes vida, não?

Quanto aos aniversários, agradeço sua atenção, querida amiga. De minha filha Luíse foi no dia 24 de fevereiro; e o meu, será no dia 5 de maio.

Grande beijo e ótima semana!

O Árabe disse...

Aguardo o próximo post, Mariazita. Boa semana!

Túlia Catalão disse...

A música e o amor numa só poesia
bjis

helia disse...

Um Poema com muitos SE , mas muito bonito !

Renata Maria disse...

Se me desses um olhar, não saía ao pé de ti.
Lindo poema, muito bem construído. Costumava ler as suas histórias e não os seus poemas, mas o tempo passou, não é? Porém, cá estou.
Um beijo da sempre amiga,
Renata Maria Parreira Cordeiro

Silenciosamente ouvindo... disse...

Maravilhoso poema.
Só quem sabe o que é o Amor
o poderia escrever.
Gostei muito.
Desejo que esteja bem.
Bj.
Irene Alves

Evanir disse...

O tempo foi passando sonhava voar como um colibri,
e voei nos meus pensamentos na velocidade do beija flor.
Em cada jardim beijava colhendo o nectar das flores
e sonhava com a felicidade a cada quilometro de voou.
Alguns anos se passaram meus sonhos mudaram
hoje sonho voar como a Àguia quem
sabe alçar livre meu último voou ,
ir de encontro ao firmamento e finalmente encontrar
a paz para meu coração.
Que bom é estar perto de ti
Sentir tua paz em meu coração .
Deus abençoe o seu Dia e o meu também.
Paz e Luz de Jesus.
Evanir.
A sala abaixo é para vc escolher aquilo que vc gostar
por favor deixar o recado que levou estarei fazer um award do seu blog
e colocando no rolando junto com os outros.
Que esta a esquerda do blog.
http://aviagempremiosoferecidos.blogspot.com.br/
Desde já meu agradecimento pela sua amizade.
Breve estarei me afastando de vocês.
Eu acredito que não vou conseguir
continuar sem me afastar
talvez a partir do final desse mês.
Agradeço o carinho que sempre recebi de si
Deus é pai e sabe quanto amo cada um de vcs
que sempre dedicou o melhor de si
para mim.
www.aviagem1.blogspot.com

Lilá(s) disse...

Olhares bem capturados, para sempre...
Beijo grande

Gracita Fraga disse...

Olá Mariazita
Uauuuuu! A sua tessitura poética ficou tão exuberante que merece aplausos. Belíssimos versos plenos de amor.
Hoje estou passando para avisar que o blog “gracita” foi excluído por um capricho da tecnologia. E como a Fênix estou renascendo... Uma nova casa virtual já foi criada. E eu espero contar com a tua amável companhia. Que os laços de amizade que estreitamos nos dois anos de convivência no “gracitamensagens” se estenda à minha nova casa, “Momentos de Amor e Poesia” Acesse para conhecer... http://momentosdeamorepoesia.blogspot.com.br/
Que o teu dia tenha o doce aroma das pétalas de rosas.
Que o Criador derrame sobre você pétalas de amor
para que o seu dia seja iluminado.
Com carinho deixo um beijo perfumado pra ti.
Gracita

M. disse...

Mariazita, lindo, emocionante e cheio de sentimento!!! É um prazer lê-la!
Beijinhos, bom dia!

Marilene Domingues disse...

Querida amiga Mariazita, hoje o meu comentário é em forma de convite.
O blog esta fazendo hoje 2 aninhos e deixei agradecimento aos amigos. Ficarei feliz com o seu carinho e sua presença por lá.
Beijos carinhosos
Marilene
Marilene Folhas Flores e Sutilezas

Marilene Domingues disse...

Amiga Mariazita, o Sr. Google esta mesmo a nos fazer de bobos ultimamente, tantos problemas tem acontecido, esperemos que em breve tudo fique normalizado...O seu comentário lindo e carinhoso foi direto para o post de aniversário do blog, também não entendo oque acontece. mas ele esta lá bem delicadinho.Deixo aqui o link para que você possa ver o post, clik nele e ira direto pra lá.
Marilene Folhas Flores e Sutilezas
Beijos com muito carinho e uma linda noite pra você.
Marilene

Jardineiro do Rei disse...

Minha Amiga,,,
Depois de ler o teu poema, apetece-me dizer:
Para quê tanto Amor platónico? Ganha coragem, Amiga, vai ter com ele e diz tudo o que sentes. Não te esqueças que ninguém é recordado pelos seus pensamentos secretos.

Um abracinho

João

Arco-Íris de Frida disse...

Que lindo o poema... me emocionei...

Gracita Fraga disse...

Olá Mariazita
Você está a bordo de um novo dia. Diga: bom dia, dia! Bom dia, vida! Bom dia, sensibilidade! Bom dia, fé! Bom dia, coragem! Bom dia, talento! Bom dia, trabalho! Bom dia, alegria! Bom dia, felicidade!
Obrigada por sua companhia no meu novo espaço
Bom dia pra você!
Beijos com carinho e ternura
Gracita

Ana Cecilia Romeu disse...

Querida Mariazita,
desta vez sou eu a pedir-te um favor!

Postei há pouco um conto no meu espaço virtual, e gostaria muito de sua opinião, por favor. É importante para mim.

Deixo os votos de ótimos dias.

Grande beijo!

Mirtes Stolze. disse...

Bom dia Mariazita.
Linda poesia.
Esta ótima no foto.
Um belíssimo final de semana.
Beijos.

Maria Luisa Adães disse...

Sentido o seu poema
"Se"...eu seria amada por ti...

E assim será feito!!!

Maria Luísa - os7degraus -

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Mariazita!

Soalheiro e quentinho, o fim de semana promete.Que ele te saiba bem!

Beijinhos amigos
Vitor

PM disse...

Esta é uma visita de cortezia, para agradecer a visita à minha caverna.
E agora calcule o que senti ao entrar num blog com todos os efes e erres e com muitas dezenas de seguidores e comentadores, sendo o meu uma brincadeira seguida por 3 ou 4 pessoas! :)
Portanto o meus cumprimentos pelo seu blog.
Quanto ao poema... que dizer?
Que tem cabeça, tronco e membros e está muito bem construido. Gostei.
Bjo.

PM disse...

O PM é um tal Carapau....:)

Vera Lúcia disse...


Que linda poesia, Mariazita!
Tão doce!
Adorei a composição fotográfica, refletindo olhares ternos, cúmplices e amorosos.

Belo momento poético.

Ótimo final de semana.

Beijo.

Unknown disse...

Querida amiga, com certa facilidade e muita convicção tornas público aos amigos, os laços de amor com seu eterno namorado. Sabes o que estou dizendo. Só a certeza da cumplicidade, torna possível abrir a porta do coração para o mundo exterior. Quanto aos seus dotes literários, onde incluo poemas, já me é conhecido e vem confirmar o que conheço e aplaudo. Abraço fraterno, Mariazita.

Berço do Mundo disse...

Se as ternas palavras não bastassem, havia ainda esses olhares introdutórias tão eloquentes...
Beijinho, minha querida Mariazita, um doce domingo
Ruthia d'O Berço do Mundo

Zé do Cão disse...

Mariazita. Tenho o hábito, de, depois de ler, fazer o meu comentário. Depois vejo quem passou por cá, encontrar, rever amigos e apreciar os comentários.
nos amigos, destaco a minha querida amiga São. E senti desejo de voltar a escrever as minhas desventuras.

"Sobre Momentos de Poesia"
Na minha modesta opinião, este poema é um hino de sentimento, escrito por quem AMOU.
Concordo com o «Jardineiro do Rei»
Beijos

Pérola disse...

Uma poesia rimada no condicional e de amor presente.

Beijinhos

Cris Henriques disse...

Olá Mariazita.

Tem um prémio no blog para ti! :)

Beijos,

Cris Henriques

http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.pt/2014/04/the-cracking-chrispmouse-bloggywog-award.html

Nilson Barcelli disse...

Gostei muito do teu poema.
Rimas, métrica, sonoridade, etc., etc., tudo muito perfeito.
Mariazita, minha querida amiga, tem uma boa Páscoa.
Beijo.

Humberto Maranduva disse...

Mariazita:
Acabo de constatar que tenho em si uma óptima concorrente, no que à escrita diz respeito (prosa e poesia).
Gostei muito deste seu poema sobre o amor que trocamos por amor. "O imaginário tece-se pelas palavras, mas radica no inconsciente", como muito bem viu Jacques Lacan, e as palavras esgrimem o desejo de sermos felizes na companhia do outro a quem amamos. Aquelas alinham-se no poema, numa harmonia incendiada que busca a essência transcendente do sentido, rumo ao significado vivo e renovado do desejo.
Beijinhos