quinta-feira, 8 de março de 2012

A SAGA DOS AFONSINHOS

A SAGA DOS AFONSINHOS
(Foto de minha propriedade)

...“Tendo recebido uma educação mais aprimorada do que seu pai, Afonsinho tinha gostos mais requintados, no que era secundado por sua mulher, Beatriz.
Por morte do pai, e com a mãe já anteriormente falecida, Afonsinho, a instâncias da mulher, decidiu ir viver para a cidade, onde se dedicou ao comércio dos têxteis, de cuja fábrica era sócio.
 Contratou capatazes para tomarem conta das suas propriedades, mantendo o solar impecavelmente limpo, pronto a habitar todas as vezes que ali se deslocavam, e onde passavam dois meses por ano, na altura das colheitas.
Encontravam-se na cidade quando lhes nasceu o primeiro filho, a quem deram o nome de Nicolau, que foi registado como Nicolau Afonsinho.
Dois anos passados Beatriz deu à luz uma menina que foi o enlevo da família. Estava, porém, destinado que não passaria muito tempo neste mundo, e, com sete anos de idade, a menina contraiu meningite e morreu.
Nicolau passou a ser tratado com cuidados redobrados, especialmente por parte da mãe, que receava que ele contraísse alguma doença fatal, o que não se verificou.
Bastante inteligente estudou com mestres em casa, adquirindo uma cultura muito acima da média para aquele tempo. Com esta educação, a somar aos seus atributos físicos, não teve dificuldade em escolher noiva entre as meninas mais prendadas da sociedade.
A sua escolha recaiu sobre Rita, uma jovem bonita, de pequena estatura mas de carácter forte.

Rita pertencia a uma conceituada família que possuía várias fábricas têxteis, especialmente de sedas, cujas origens se perdiam nos tempos. Dizia-se, em certos círculos, que possuíam sangue azul. Descendessem ou não de nobres, a verdade é que os pais de Rita nunca o apregoaram, sendo pessoas acessíveis, bastante simpáticas, embora frequentassem a alta sociedade.
Constava que as fábricas lhes garantiam um alto rendimento, e o nível de vida que mantinham assim o indicava.

Encontraram-se num baile no Ateneu quando Rita se apercebeu do interesse que despertara em Nicolau; sentiu-se envaidecida. Nicolau era bastante requisitado pelas mães das jovens casadoiras, já que a sua fama de grande fortuna o precedia onde quer que fosse.
Após as apresentações formais das duas famílias, Nicolau e Rita encetaram um namoro que decorreu em grande harmonia e se prolongou por dois anos.
Com uma cerimónia requintada, sem ser faustosa, uniram-se em matrimónio. Rita adoptou o nome do marido, como era de praxe obrigatória naquela época, passando ambos a formar o casal Afonsinho.

Com seus ancestrais burgueses do Norte do país, por um lado, e o rendimento das fábricas de sedas, por outro, a família Afonsinho era, em finais do século XIX, o que se poderia designar por abastada.
Com assinatura para a Temporada de Ópera, frequentava Concertos, Teatro, sempre nos melhores camarotes, e todos os eventos restritos a pessoas de alto nível social.
Angélica nasceu, assim, no seio de uma família considerada de alta sociedade.
Desde muito cedo Angélica revelou um carácter muito forte, rebelde, difícil de domar.
A sua única irmã, Irina, que no fundo ela adorava, foi sempre vítima da sua prepotência. Sobre ela exercia um domínio absoluto.
Apesar dos esforços da sua mãe, Rita, que a tratava com uma certa severidade, tentando inculcar-lhe hábitos de obediência, Angélica sempre acabava por fazer o que queria.
Passou a infância, a adolescência e a juventude impondo a sua vontade. Só à mãe obedecia, ainda que de má vontade.
O pai, menos severo, acabava por sucumbir aos seus desejos.
A irmã, Irina, limitava-se a viver à sua sombra, anulando-se para lhe agradar.
Muito jovem Angélica apaixonou-se por um desconhecido que avistara quando assistia a um concerto. Achou-o lindo, e logo o seu coração se lhe rendeu.
Estava-se na primeira década do século XX.
Como era de norma naquele tempo, o pai de Angélica tratou de colher informações acerca do homem que roubara o coração de sua filha.
O que soube não lhe agradou.
De condição social inferior e hábitos pouco recomendáveis, frequentava concertos e bailes a reboque dum amigo, na mira de arranjar noiva rica.
Conferenciando com Rita, sua mulher, mandaram chamar a filha. E começou a difícil tarefa de tentar demovê-la da sua grande paixão.
Obstinada, como sempre, Angélica não dava ouvidos aos conselhos acertados de seus pais.
Às escondidas, de conivência com uma das criadas, mantinha vasta correspondência com o seu amado. E assim se passaram uns meses.

Um dia em que o pai fora tratar dos seus negócios e a mãe se deslocara à modista, Angélica, acobertada pela criada, saiu de casa para um encontro com o namorado, que se encontrava de sobreaviso.
Na caleche do amigo, que a pusera à sua disposição, ambos depressa se afastaram da cidade, encaminhando-se para uma pequena paróquia, onde um humilde pároco de aldeia os aguardava e celebrou o seu casamento.
Horas mais tarde Angélica regressou a casa de seus pais, acompanhada do seu recente marido.”

Excerto do meu projecto literário com o título provisório «A saga dos Afonsinhos».

97 comentários:

Zé do Cão disse...

Não vou ler a seguir que o Afonsão, não estava disposto a aturar Afonsihos.
Cortou a mesada à "menina"? O genro era da marca do genro de "Ferreirinha"?
Ficou tudo perdoado, em bom convívio familiar?


Beijo

Maria disse...

Querida Mariazita:
Tenho andado com pouco tempo para o computador. Avarias nos electrodomésticos,problemas familiares, gripes.
Quero ler os Afonsinhos, calmamente, com tempo, para depois comentar.
Desculpe, sim?
Beijinhos
Maria

Rita Freitas disse...

Interessante, gostei do que li.

Abraço

São disse...

Cá fico à espera da concretização do projecto.

Mas, minha neninha querida, não te esqueças das estórias de África, rrss

Para ti , tuas filhas e netas desejo um excelente Dia da Mulher, querida amiga.

Abraço fraterno

Néia Lambert disse...

Mariazita, estou gostando por demais dessa história e espero ansiosa os próximos capítulos. Não posso deixar de dizer que o texto é brilhante, adoro a sua escrita.

Beijos

Desnuda disse...

Mariazitaaaaaa


Háaaaa não..quero mais e mais! Que maravilha de narração! Prendeu-me toda a narrativa e me deixou ávida de mais. Maravilha!!! Obrigada pelo presente Mariazita.


Beijos com carinho e abraçãoooo

Pelos caminhos da vida. disse...

Estrela mulher

Hei!
Linda Estrela!

Aquela que faz de simples dias
Dias especiais.

Que ilumina
A profunda escuridão.

Você é a razão da beleza
Do encanto e da magia.

Você é a presença da ternura
Com jeito de atrevida
Ou com rosto de Anjo.

Você é uma estrela
Aos olhos de Deus...

Linda estrela
Repleta de Sabedoria
E compreensão.

Você sabe seduzir
Sabe conquistar...

Sem seu brilho
A beleza não existiria
O encanto não seduziria.

Seus olhos
Hipnotizam a todos a sua volta.

Seu sorriso é a arma
Que acerta o alvo
Chamado Corações,
Que facilmente se torna dona deles.

Porque és um estrela abençoada
Estrela chamada
Mulher.

(Fabiana Thais Oliveira).

Parabéns amiga!

beijooo.

Cissa Romeu disse...

Querida Mariazita!
Estou voltando de férias e leio aqui uma história muito interessante, e o quanto podemos compreender um pouco de nós, pelos tantos costumes, tradições familiares. Aguardando mais!
Feliz dia das mulheres a todas nós e um beijo especial para ti, sempre muito atenciosa lá no meu espaço!

Graça Sampaio disse...

Mariazita, fico à espera dos próximos capítulos! Que se irá passar com a teimosa da Angélica?...

Beijinhos e bom dia da Mulher!

Carla Ceres disse...

Que primor esse texto! Isso sim é escrever com elegância, Mariazita. Vai ser um romance? Um conto? Fiquei curiosa. Quero saber como continua. Parabéns!

Marilu disse...

Querida amiga, PARABENS MULHER !!! Não pelo oito de março, nem pelo beijo e pelo abraço, nem pelo cheiro e pelo amasso. Mas por ser o que és... Humus da humanidade, Raiz da sensibilidade, Tronco da multiplicidade, Folhas da serenidade, Flores da fertilidade, Frutos da Eternidade... Essência da natureza humana.
Parabéns a todas nós mulheres. Beijocas

Sonhadora disse...

Minha querida Mariazita

Hoje passando para desejar um Feliz Dia Da Mulher e deixar um beijinho com carinho.

Sonhadora

Smareis disse...

Maravilhosa história. Você consegue me prender sempre nas escritas. Aguardo os próximos capítulos amiga querida.

Parabéns pelo Dia Internacional da mulher, sucesso sempre pra ti. Beijos!

Olinda Melo disse...

Querida Mariazita

Obrigada por este excerto do seu projecto.

Ontem como hoje, o amor vence todas as barreiras, não é?

Beijos

Olinda

Fernanda disse...

Grande Saga se prevê, amiga Mariazita.
Parece que este caso não irá acabar muito bem.
Julgo não saber que haja uma relação com a "Ferreirinha" como o amigo Zé do Cão diz, mas ele sempre fala mal da D.Antónia Adelaide Ferreira.
Sabes que éramos amigos e foi por causa da "Ferreirinha" que nos zangamos???
Agora dá-me vontade de rir, mas na altura não.
Ele disse que a Ferreirinha tinha pulgas ou carraças, algo assim... e eu, claro, soltei-lhe os cães :)))

Feliz Dia, hoje e sempre, para nós, Mulheres.

Beijinho

Magia da Inês disse...

Maravilhoso é ser mulher!
Com altos e baixos, sorrisos e lágrimas.
Parabéns pelo nosso dia!
Beijinhos.
Brasil
¸.•°`♥✿⊱╮

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Mariazita!

Estou a ver que aqui nos vais trazer um daqueles romances à moda antiga, bem condimentado: menina teimosa, contrariando os bons conselhos dos pais, resolvendo apaixonar-se por sujeito pouco recomendado.
E cá fico à espera de saber para onde nos queres levar,nesta tua nova história.

Parabéns por teres começado; agora o "mais fácil" será continuar.

Beijinhos; bom fim de semana.E tudo a correr por esse lado.
Vitor

✿ chica disse...

Essa saga vai ser boa.Estou gostando!Escreves muito bem, com detalhes que nos prendem..beijo,tudo de bom,chica

Santa Cruz disse...

Mariazita: Essa saga é muito, daquela época, agora já não há Afonsinhos, mas gostei de ler este lindo texto.
Beijos
Santa Cruz

Maria disse...

Querida Mariazita:
Já li com a maior atenção.
Parece-me que tem pernas para andar.
Que irá acontecer à Rita?
Fiquei curiosa.
Venha mais.
Beijinhos
Maria

manuela baptista disse...

Angélica regressou a casa dos pais com o recente marido?

e agora?

eu espero que sejam felizes e que a coragem de Angélica não estremeça

beijinhos

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa tarde!
História muito interessante...velhos tempos, de mais convívio, costumes e tradições familiares..enfim..gostei!
Obrigado pelo carinho de sempre!
Bom final de semana!
beijos carinhosos!

Lilá(s) disse...

Esperemos então a concretização do projecto. Estou a gostar...
Bjs

Vera Lúcia disse...

Olá Mariazita,

Tão envolvente que deixou sabor de quero mais (rsrsrsrs).

Excelente narrativa! Amei!

Aguardo a continuação.

Beijos.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Sou "ligada" numa SAGA, Mariazita!
Já estou gostando, nesse comecinho, imagino nos próximos episódios. Estarei atenta...

Por ontem, deixo meu abraço, de mulher pra mulher.

Ótimo final de semana.
Beijinhos,
da Lúcia

Maria disse...

Minha amiga as suas histórisa são sempre fascinantes.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
Vim agradecer a sua presença amiga lá no meu cantinho magico coração,
gostaria lhe oferecer um selinho dos 500 seguidores como prova de minha gratidão.
Venho pedir a voce o seu votinho para a minha poesia,
Sentindo a Vida
que está concorrendo no Ostra da poesia Blog da Lindalva
Clik no link http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com/
e conheça e vote na minha poesia.
Como votar

DIGITE O NOME DA POESIA E O LINK DO SEU BLOG
(é importante deixar o link para seu voto ser validado)
Desde já agradeço de todo o coração a seu apoio e votinho
Tenha um lindo dia
abraço amigo
Maria Alice

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

O objetivo
foi alcançado.
Plantou-se a semente,
que nos faz desejar
outras palavras.


Desejo que a alegria
faça folia em sua vida.

Lilazdavioleta disse...

Estou toda embrenhada na leitura e ... espere até à próxima .

Claro que cá estarei , e obrigada por este belo inicio .

Um beijo Mariazita

Linda Simões disse...

Mariazita,

O próximo capítulo !?

Aguardo,ansiosa.


Um abraço,


Linda Simões

Linda Simões disse...

Mariazita,

O próximo capítulo !?

Aguardo,ansiosa.


Um abraço,


Linda Simões

AFRICA EM POESIA disse...

Mariazita
Gostei muito de te ler
beijinhos e bom Domingo

Sandra Mitsue disse...

Oi Mariazita...
Ainda não estou acompanhando " A Saga dos Afonsinho" mas prometo tirar um tempinho...

Hoje deixo o final do post "Um Ano Depois" para reflexão...
"E quando sobrar um tempinho, páre para refletir sobre esses 365 dias. Agradeça a vida! Aliás, viva por todos aqueles que não tiveram a mesma sorte! E de vez em quando, olhe para o mar..."
Ótimo Final de Semana!
Beijos!
San...

manuela barroso disse...

Uma narrariva que nos prende do princípio ao fim sem aquelas intermináveis descrições para encher páginas e perder interesse.
Para publicar, não é Mariazita?
Daquelas histórias que nos remetem ao sonho e fantasia...do depois!
Sabe, gostei mesmo muito.
Obrigada pelas suas palavras!
Lindo dia com um abraço

Fernanda disse...

Desde que não tragas os Afonsinhos todos contigo, podes e deves vir tomar um chá na casinha ... do Rau.

Beijo e um feliz Domingo, que e está particularmente bonito.

Lindalva disse...

Mariazita e seus contos e histórias que nos deixam atentos ao próximo passo... Olá minha amada espero encontrar-te na paz... Teu voto no pena de ouro foi computado com sucesso. Beijos doces e perfumados no coração.

Cida disse...

Querida Mariazita,

você realmente escreve muito bem, e nos deixa com um "gostinho de quero mais"...:)

Quero muito continuar lendo essa história, pois ela me prendeu completamente.

Aproveito pra te deixar um beijo, e o desejo que sua semana seja muito linda e feliz.

PAZ & LUZ!

Cid@

Olinda Melo disse...

Querida Mariazita

Boa noite

Muito obrigada pela tua visita e também pela tua preocupação com a minha saúde. :)
Há cerca de um mês tive um acidente doméstico, numa maquineta na cozinha, em que quase ia ficando sem a falange distal do indicador direito. O pior já passou mas não está ainda totalmente bom. Penso que para lá caminha... com paciência.

Tudo de bom para ti a para a família. Desejo-te uma excelente semana.

Muitos beijinhos e mais uma vez obrigada.

Olinda

Bergilde disse...

Mariazita,
Sou leitora apaixonada pelas tuas narrativas e tenho certeza de que esta Saga vai ser muito boa,ou melhor,já é partindo dessa introdução!
Abraço carinhoso,

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa noite!
É verdade!Seu livro,projeto literário, vai ser nesta linha?Que bom!
Nunca pensei em escrever um livro, mas a sensação deve ser de muita emoção!
Obrigado pelos carinho de sempre!
Boa semana!
beijos

nacasadorau disse...

Ainda não há mais novidades dos Afonsinhos ...

Fico à espera, entretanto deixo-te um beijo e um abração.

Zilani Célia disse...

OI MARIAZITA!
GOSTEI DA SAGA DOS AFONSINHOS, VOU VOLTAR PARA LER O PRÓXIMOCAPÍTULO.
ABRÇS
Zilanicelia.blogspot.com
Click AQUI

helia disse...

Uma história muito interessante que me deliciou ! Aguardo a continuação.
Uma boa semana .

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia minha querida amiga!
Tão cheia de vigor e tão cheia de criatividade.
Muito boa sua saga.Quero ser uma das suas leitoras no próximo capítulo, pois és uma boa escritora,
bjsssssssssssssssssssss

Ia esquecendo!
Dá uma passadinha no meu blog que lá tem um convite para vc visitar o Pedro que está doente...

Vera Lúcia disse...

Olá minha querida,

Obrigada pela visita sempre gentil e
agradável.

Beijos.

Cecília Romeu disse...

Mariazita,
passei para deixar um beijinho e agradecer ao belíssimo comentário que fizeste no post sobre as mulheres,
obrigada!

AFRICA EM POESIA disse...

Mariazita
Para os Leões que tens em casa e com a Esperança parA 5ª FEIRA
BEIJOS

SAndra
fica a minha paixão~~



O português é mesmo assim...
As letras são as mesmas...
As ideias é que variam...

Como eu digo...

As palavras encontram-se
E desencontram-se
E as mesmas palavras...
Podem querer dizer
Duas coisas diferentes...
Aqui é que está a magia...
Das palavras...
Do golo...
Do pontapé...
Do Jogo...
Da multidão...
Do Grito...
Viva o SPORTING!

LILI LARANJO (lIVRO sPORTING EM pOESIA)

AFRICA EM POESIA disse...

Mariazita
Para os Leões que tens em casa e com a Esperança parA 5ª FEIRA
BEIJOS

SAndra
fica a minha paixão~~



O português é mesmo assim...
As letras são as mesmas...
As ideias é que variam...

Como eu digo...

As palavras encontram-se
E desencontram-se
E as mesmas palavras...
Podem querer dizer
Duas coisas diferentes...
Aqui é que está a magia...
Das palavras...
Do golo...
Do pontapé...
Do Jogo...
Da multidão...
Do Grito...
Viva o SPORTING!

LILI LARANJO (lIVRO sPORTING EM pOESIA)

Leninha disse...

Mariazita querida,

Aguardando com ansiedade os demais capítulos desta emocionante história,que está a me encantar.
Muito forte o teu enredo e colorido com bela paleta de cores e emoções.
Bjsssss,
Leninha

Silenciosamente ouvindo... disse...

Deve ser uma história muita
interessante, duma certa época
do nosso país. Força...
Beijinhos e que tudo esteja
a ir pelo melhor.Bj.Irene

Daniel Costa disse...

Mariazita

Amei este teu auspicioso recomeço.
A tua "SAGA DOS AFONSINHOS", está bem delineada, tem tudo para ser uma maravilhosa história. Os amores proibidos parecem ser o teu ponto forte. Cada post Deixa um gostinho: quero mais.
E... como viste, o Olavo conhecia a casa de Samaiões.
Beijos

elvira carvalho disse...

Espero poder acompanhar esta saga.
Tenho andado ausente por motivos de saúde. Primeiro do marido e depois eu mesma, comecei com uma crise alergica, e mais tarde uma crise aguda de sinusite que me ia endoidecendo de dores de cabeça.
Um abraço e boa escrita.

nacasadorau disse...

Já jantaste ??? ^^

Eu nem isso vou comer. Talvez mais tarde beba um copo de soja ou nem isso. Comi duas laranjas das minhas, deliciosas e há pouco um chá. Chega.

O amigo Zé do Cão, nunca mais quis nada comigo :) nadinha.
A verdade é que já lá vão uns anitos e isto aconteceu no tempo do SJ, mas eu já tinha esquecido. Lembrei-me porque o vi aqui e a fazer referência novamente à Ferreirinha :)))
Não sou de guardar rancor, nem a quem me faz mal ... muito menos a ele.

Então vamos ter primeiro África e só depois os Afonsinhos.
Grande empreitada essa, mas sei que darás conta do recado.

Beijo e votos de bom trabalho.

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Isto promete... Fiquei curiosa com esta saga e desejosa de a ler toda!
"Os Afonsinhos" vão dar que falar e o sucesso está garantido!
Estive ausente numa época de memórias que acontece cada ano nos princípios de Março! Não sei ou...não consigo sair dela!-O resto ,está parado por tudo isto!
A Primavera irá renovar-me!
Beijo doce
Graça

Ana Martins disse...

Mariazita, boa noite!
Já lá vão uns dias que publicou este texto, mas como actualmente não tenho dedicado muito tempo à net e aos blogs, ando sempre atrasada.

Amores proíbidos, haviam muitos antigamente, há deles que desconhecemos, que dariam maravilhosas histórias de amor narradas em livro.

Aguardo o que se segue.

Beijinho,
Ana Martins

Ana Martins disse...

Mariazita, boa noite!
Já lá vão uns dias que publicou este texto, mas como actualmente não tenho dedicado muito tempo à net e aos blogs, ando sempre atrasada.

Amores proíbidos, haviam muitos antigamente, há deles que desconhecemos, que dariam maravilhosas histórias de amor narradas em livro.

Aguardo o que se segue.

Beijinho,
Ana Martins

São disse...

Neninha , vinha saber de mais textos...assim só te deixo um agrande abraço, amiga

Smareis disse...

Mariazita maravilhoso é pouco pra essa história. Fiquei encantada lendo suas escritas. A Saga dos Afonsinhos execelente. Aguardo os proximos capitulos.

Beijos!

Smareis disse...

Mariazita maravilhoso é pouco pra essa história. Fiquei encantada lendo suas escritas. A Saga dos Afonsinhos execelente. Aguardo os proximos capitulos.

Beijos!

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Pois é Mariazita...histórias que já não são muito usuais hoje em dia, mas que conheci algumas desse tipo quando era criança. Hoje já não se impede os filhos de casarem com quem quiserem. Adorei o que escreveste e agora cá fico à espera do próximo capítulo. Um beijinho e parabéns!
Emília

lis disse...

Oi Mariazita
Geralmente quando os pais são contra o casamento as possibilidades de fracasso são maiores.
Muito bem desenvolvido como voce é mestra em contar histórias.
Fico aguardando o desfecho dessa saga que promete!
com beijinhos

Sonhadora disse...

Minha querida

passando para te reler, pois as tuas histórias nunca são maçadoras.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Pérola disse...

As palavras deixaram-me presa ao ecrâ. Gostaria de conhecer mais da saga dos Afonsinhos. Lindo, querida!

Magia da Inês disse...

Hoje reli com mais atenção a saga... uma excelente narrativa matizada com costumes e sentimentos de época.

º°❤ Bom fim de semana!
°º✿ Beijinhos.
º° ✿ ✿⊱╮Brasil.

Maria João disse...

Querida Mariazita

Gosto das tuas narrativas. Bem o sabes!
Este pequeno excerto de, A Saga dos Afonsinhos, aguça, sem dúvida, a curiosidade para a continuação da leitura.
Continua a escrever, amiga. Vou gostar de ler tudo!

Um beijinho

lita duarte disse...

Boa noite, Mariazita.

Belo texto!
Deixa um sabor de quero mais.:)

Bjos.

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa disse...

Minha Querida Mariazita:
Bem hajas pelo teu cuidado, que tanto me enterneceu! Está tudo bem. Apenas tenho sido assolada por sucessivas avalanches de trabalho e, como tal, não tenho podido visitar os amigos com a assiduidade que eles merecem.
Bem interessante este teu excerto de "A Saga dos Afonsinhos". E o teu ouytro projecto das tuas memórias de África? Ou faz parte do mesmo projecto? Para quando a publicação?
E a tua saúde, Mariazita? Os teus olhos? Não me refiro aos da alma, que esses estão excelentes.
Um abraço do tamanho de África, que sei que também trazes no coração.

Sandra Mitsue disse...

Oi Mariazita...
Hoje agradeço a você que carinhosamente
desejou-me feliz aniversário.
Foi um dia muito feliz por descobrir
que tenho pessoas maravilhosas que me cercam..
uns bem perto, outros bem longe..
não importa a distância e sim o carinho..
isso é um presentão de Deus na minha vida!
Arigatou né! Eu Simplesmente adorei!!!Ótimo Final de Semana!
Beijos!
San...

Táxi Pluvioso disse...

E anda um pai a criar uma filha para que um javardolas lhe fique com a virtude e a massa. Boa sorte para o projeto. boa semana

CLEMENTE GERMANO MULLER disse...

Bom domingo minha querida amiga Mariazita. Teu (per)seguidor veio correndo agradecer tua amável visita em nosso diário, obrigado e obrigado também por ser minha (PER)seguidora, KKK. Um grande beijo, FIQUE COM DEUS.

Sandra disse...

Hoje é domingo e venho lhe fazer uma visita bem especial. Agora só posso vir nos finais de semana. Tenho um pouco mais de tempo.

Gosto das Pessoas que são Gente muito Espciais.

"Gosto de Gente que ama e curte saudades, gosta de amigos, cultiva flores, ama animais.
Admira paisagens, poesia e mares.

Gente que tem tempo para sorrir bondade, semear perdão, repartir ternuras,
compartilhar vivências e dar espaço para emoções dentro de si,
emoções que fluem naturalmente dentro de seu ser".

Um grande abraço bem Especial para Ti.
Sandra

Jorge Pimenta disse...

mariazita,
deixa-me, antes de mais, felicitar-te (e congratular-me) pelo teu regresso à blogosfera, desta feita com todos os problemas técnicos solucionados. e que bom, pois, para além da tua excelente companhia, temos sempre boas leituras garantidas por aqui. esta saga familiar dos afonsinhos é envolvente; falta-nos, agora, saber como prossegue. mais adiante, por certo.

um beijinho!

C. disse...

Oi Mariazita, como vai, amiga? Muita saudade daqui!

Bons tempos esses, em que a vontade da família ainda valia pra alguma coisa na vida dos filhos. A atualidade mostra o contrário. Sempre tem uma Angélica e uma Irina, já notou isso? E também as Angélicas sempre se dao mal e as Irina bem... você sempre trazendo textos envolventes :)

Um abracao, queridona!!

Evanir disse...

Com muito carinho agradeço sua amizade
desejo a todos nós uma semana abençoada e feliz.
beijos no coração.
Com saudades pois tive que me
mais espero marcar minha presença sempre.
Evanir.

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
De todo o coração eu venho o agradecer o carinho e apoio, o qual foi fundamental para que eu chegasse a final da 6º Pena do Ouro, na Ostra Poesia., no Blog da Lindalva.
Mais uma vez venho pedir a voce o seu votinho para a minha poesia.
Sentindo a Vida
Para votar
Clik no link
http://ostra-da-poesia.blogspot.com.br/
Como votar
DIGITE O NOME DA POESIA E O LINK DO SEU BLOG
(é importante deixar o link para seu voto ser validado)
Desde já agradeço de todo o coração a seu apoio e votinho
Tenha um lindo dia coberto de muita paz e alegria
abraço amigo
Maria Alice

Severa Cabral(escritora) disse...

Minha querida amiga!
Hoje venho vestida de blogueira para pedir e desejar felicidade prá vc,prá mim,prá nossos amigos que fazem esse mundo acontecer,virar,mexer,remexer o mundo do bloguista...
meu recadindo para seus típanos;vc é uma blogueira da qual tiro o chapéu por ser boa comentarista,com porte de boa amiga da qual aprendi a amar como aquela amiga que mora do outro lado da nossa rua,que temos o prazer de sentir sua energia.Continue assim,que continuarei te amando neste universo tão globolizado,ou melhor,tão nosso,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
bjs meu docinho de côco!

manuela barroso disse...

Olá Mariazita!
E para quando este livro em que adivinha um enredo cheio de peripécias? Pela sinopse é muito atraente e lê-se com vontade de saber mais. Admiro a capacidade de pessoas como a sua com uma fértil imaginação!
E deixo-lhe um ramo de orquídeas com todo o carinho!
Obrigada, sempre pelas suas palavras sempre gentis!
Abraço amigo

Lindalva disse...

E ai minha amada cade a Saga dos Afonsinhos parte II? :) olá querida vim validar teu voto no pena de ouro e deixar um abraço apertado pelo nosso dia (dia do blogueiro) na ilha tem selo pela data e outras datas da semana, que estou a oferecer aos amigos. Um enorme beijo no coração!

Evanir disse...

Parabéns para nos que tanto carinho temos pelas nossas amizades
quantos vezes mesmo cansados procuramos de alguma forma acarinhar
nossos amigos(AS).
Na verdade ao longo do tempo fez nossa amizade crescer
hoje somos como irmãos .
Uma verdadeira nação de blogueiros unidos no amor.
Um beijo carinhoso pelo nosso dia.
Que muitos anos possamos comerar cada vez mais unido essa Dia.
Carinhos meus.Evanir..

Fernanda disse...

Ainda os Afonsinhos !!!
Não me queixo, sei qual é a razão. Vá lá... ao trabalho.

Beijo, querida Mariazita

Sonhadora disse...

Minha querida Mariazita

passando para te deixar um beijinho e dizer que se me quiseres conhecer, tenho uma foto actual no meu mural do Facebook.

Rosa

Livinha disse...

E o que fica é a curiosidade de saber e aí?
Que reação poderá ter tido o Sr Afonsinho e sua companheira Rita com a decisão abusada de sua herdeira?
Será que haverá um proximo capítulo, o povo quer saber e Livinha também rsrss

Bom minha querida,
dizer que quando nos dicidimos um querer, não há obstáculos que nos vença ainda mais na questão do amor. Quanto ao resultado do que será, bom essa questão se dirá respeito a mocinha que foi lá e fez. De resto vem a contento...

Minha amiga, ontem se pairou no espaço o dia do blogueiro e por tantas visitas que nos disponibilizamos estarmos de mãos dada com esse circulo amigo, somente agora cá chegando.
Logo acima lá no meu recanto, do lado direito à postagem, tem um selinho que oferto também a você pela grande amiga pela qual sinto-me honrada e feliz por abraçar. Passe lá...

Sempre a aplaudir os teus contos.

Doce beijo

Livinha

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
De todo o coração eu venho o agradecer o carinho e apoio, o qual foi fundamental para que eu chegasse a final da 6º Pena do Ouro, na Ostra Poesia., no Blog da Lindalva.
Mais uma vez venho pedir a voce o seu votinho para a minha poesia.
Sentindo a Vida
Para votar
Clik no link
http://ostra-da-poesia.blogspot.com.br/
Como votar
DIGITE O NOME DA POESIA E O LINK DO SEU BLOG
(é importante deixar o link para seu voto ser validado)
Desde já agradeço de todo o coração a seu apoio e votinho
Tenha um lindo dia coberto de muita paz e alegria
abraço amigo
Maria Alice

Carla Ceres disse...

Oi, Mariazita! Muito obrigada pelos comentários bem-humorados no meu blog e no Diário do Engenho! Ri muito com a história sobre Cancun. Estivemos lá em 97 e o trânsito era exatamente como você descreveu. :) Pelo visto, Paracas pretende se tornar um tipo de Cancun. Os motoristas já estão prontos, dirigem igualmente mal. :) Beijos!

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa Tarde Amiga,
Lhe agradeço de todo o coração!
Que o Amor de Deus esteja sempre com Voce!
Tenha uma linda tarde!
Abraço muito amigo!
Maria Alice

Smareis disse...

Mariazita minha amiga, ando meia ausente por isso as vezes demoro pra passar aqui, mais espero o proximo capitulo da Saga dos Afonsinhos.

Beijos e ótima semana.

Evanir disse...

O Poeta é um fingidor,
finge tão completamente que chega a
fingir que é dor a dor que deveras sente .
*Fernando Pessoa*
Um Feliz Dia Internacional Da Poesia
Creio Que Existe Em Todos Nos Um
Cantinho De Poetar No Coração.
Mais Esse Dom Não Foi Dado
A Todos.
Um Abraço Carinhoso Pelo
Dia Internacional Do Poeta.
De Um Dia Tão Importante Para Todos Nos.
Tem Um Mimo Na Postagem .
Caso Gostar Foi Feito Com
Muito Carinho.
Beijos e Beijos.
Evanir.

SONINHA disse...

Minha amiga escritora talentosíssima!!!
Quero te parabenizar por mais dois motivos: mulher e blogueira!!!!
Beijocas!

BRISA disse...

QUERIDA AMIGUXA
QUE HISTORIA LINDA.OBRIGADA POR ESSA NARRATIVA QUE VC NOS DÁ DE PRESENTE QUANDO CHEGAMOS ATÉ O SEU BLOG. BOA TARDE E UMA BELA QUINTA FEIRA. BJ NO TEU CORAÇÃO
BRISA

lili Rebuá disse...

Estou passando para te deixar um abraço e te dizer que embora eu nã0 estou te visistando como gostaria, mas o teu carinho e o seu blog é sempre especial prá mim...
Beijocas!!!

Luís Coelho disse...

Retalhos de uma sociedade que a todo o custo se protegia de misturas indesejadas ou de nível inferior.

Uma leitura muito agradável.
A narrativa transforma o leitor e as personagens ganham força interior.

Bom fim de semana

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Mariazita!

Ainda não passámos da primeira dinastia dos Afonsos, e imagino porquê: por razões bem mais importantes.

Que a vida vos vá correndo de feição, e um bom fim de semana para aí.

Beijinhos.
Vitor

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa tarde!
Tudo bem?
Espero que sim!
Obrigado pelo carinho da visita!
Boa sexta!
Beijos

Lilazdavioleta disse...

Mariazita ,

continuando à espera do seguimento da saga dos Afonsinhos , deixo um beijo e votos de bom fim de semana ,
Maria

Luis disse...

Minha Querida Amiga Mariazita,
Siga em frente com a "Saga dos Afonsinhos" pois tudo leva a crer que será um "best seller"!
Ainda bem que continua no nosso convívio pois ficámos tristes quando nos afirmou que iria fugir...
Beijinhos muito amigos e desejos de boa saúde.

Regina Magnabosco disse...

Oi, Mariazita!
Que bom estar de volta ao seu blog. Tenho passado um tempo muito atribulado com o trabalho, mas nas últimas semanas estou readequando aos poucos meu tempo para as coisas de que mais gosto: ler e escrever.
Li o seu último post, que é o início da Saga dos Afonsinhos, e agora este. Que belo texto! E que bela história está sendo composta. Parabéns. Quero muito acompanhar o seu trabalho e, quando estiver num livro, vou querer adquiri-lo.
Por mais que a tecnologia nos apresente novas formas à eterna literatura, eu amo o papel.
Um beijo carinhoso,
Regina

Maria disse...

Querida amiga passei para desejar uma Páscoa muito feliz, plena de paz, saúde e amor.
Beijinhos
Maria