domingo, 25 de setembro de 2011

A COR DA LÁGRIMA

(Alguém disse: “A lágrima é o sumo de um coração espremido”.)


A COR DA LÁGRIMA


Por que a lágrima não tem cor?
Enquanto chorava, me pus a pensar.
Se fosse vermelha como sangue,
as minhas vestes poderiam manchar.

Se a lágrima fosse amarela,
a cor da alegria,
expressar tristeza
jamais poderia.

Se fosse azul,
a cor da serenidade,
eu não choraria jamais.
Seria só tranqüilidade.

Se fosse branca
como pétalas de rosas,
não seriam lágrimas...
Mas pérolas preciosas

Ainda mais uma vez
fiquei me questionando...
Por que a lágrima não tem cor?
Se ela fosse preta,
só expressaria o horror?
Por que será que a lágrima não tem cor?

A lágrima não tem cor...
Porque nem sempre exprime dor.
E se ela fosse roxa, como poderia
expressar a alegria?

As lágrimas não têm cor
porque são expressões da alma.
Quando o espírito está chorando,
o coração diz: tenha calma!

Se a lágrima tivesse cor
deveria ter a cor do amor.
Ou mesmo a cor da paixão,
que as vezes invade o coração.

Ou talvez a cor da tristeza
que abala a alma e tira a calma,
mas faz em meu ser uma limpeza.

A lágrima não tem cor,
porque ela nos aproxima do nosso Criador.
Se a lágrima tivesse cor,
eu só iria chorar de alegria.

Mas, e a lágrima da saudade?
De que cor ela seria?
E a lágrima da decepção,
de que cor seria então?

Se a lágrima tivesse cor
deveria ter a cor de um brilhante.
Como a lágrima é preciosa,
Deus deu-lhe a cor do diamante.

Wayne W. Dyer



Dr. Wayne W. Dyer nasceu a 10 de Maio de 1940, em Detroit, Michigan, USA, é professor e escritor.
Autor de livros de auto ajuda, passou grande parte da sua adolescência num orfanato de Detroit.
Psicoterapeuta, Wayne tem um doutorado em aconselhamento educacional da Wayne State University e foi professor associado da Universidade St. John, em Nova York.
De renome internacional e palestrante na área de auto-desenvolvimento, é autor de 30 livros, criou inúmeros programas de áudio e vídeos, e já apareceu em milhares de programas de televisão e rádio.

39 comentários:

  1. Querida amiga Mariazita,

    Que poema magnífico e profundo nas reflexões. É destes poemas que " grudam" na alma e não esquecemos jamais. Obrigada querida.


    Beijos doces como o mel das abelhas da primavera e dos nossos sentimentos e belíssimo domingo e todos os dias da sua vida!

    ResponderEliminar
  2. Querida amiga que poema maravilhoso. A lágrima tem a cor da nossa alma em sofrimento.
    Bom domingo
    Beijnhos
    Maria

    ResponderEliminar
  3. Em muitos locais do Mundo
    Onde raramente cai uma gota de água
    A lágrima mata a sede aos sedentos
    e Deus não se arrependeu
    da cor que à lágrima deu

    Acho que o poema inverte as coisas:
    o diamante é que tem a côr de lágrima, água.

    ResponderEliminar
  4. Lindo,Mariazita! Poema maravilhoso! um lindo domingo e nova semana desse OUTONO aí!

    beijos,chica

    ResponderEliminar
  5. Mariazita ,

    não concordo com o poeta .
    A lágrima tem todas as cores .
    O coração é que a torna incolor , para preservar a alma .

    Um beijo ,
    Maria

    ResponderEliminar
  6. Um poema muito interessante que não conhecia.
    Obrigada pela partilha.
    Um abraço e bom Domingo

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde Mariazita,
    Cada lágrima tem a cor do momento
    Que nos dilacera ou alegra a alma!

    Maravilhoso poema!

    Beijinho,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  8. Mariazita
    Minha querida e boa amiga;

    há tanto tempo...

    tenho deixado que os olhos voem por outros horizontes e por alguns dias, afastei-me das escritas e leituras. Vi que regressaste e guardei o carinho da tua visita. Desculpa se não vim logo aqui, retribuir o abraço.

    Sabes, sobre as lágrimas, como poderiam elas não ser água, se brotam da única nascente onde, verdadeiramente, se depura toda a humanidade?!

    Um beijinho muito grande para ti e teu marido.

    ResponderEliminar
  9. Mariazita

    Que que belo poema! Tem principio, meio e fim, ruma à prefeição e ao alinhamento de cada lágrima. Depois vou repetirme-me, adoro ler também, cada biogafia do autor.
    Podes visitar TOP SECRET OLAVO. Postei ontem novo capitulo.
    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Querida Mariazita, um lindo poema que não conhecia, a lágrima não tem côr, mas é vertida como diz o poeta em diferentes momentos e reflete o estado da alma. António Gedeão, diz que a lágrima é sómente água e cloreto de sódio, comum e igual em todos os seres humanos.

    Mil beijinhos com carinho e amizade para a minha maezinha do coração.
    Uma bela e boa semana.

    Sãozita

    ResponderEliminar
  11. Tudo bem, Mariazita? Espero que sim. Mais uma vez, seu blog me enriqueceu. Eu não conhecia o Dr. Dyer. Gostei muito do poema. Bela postagem! Beijos pra você e uma festinha virtual pro seu caniche de estimação!

    ResponderEliminar
  12. Mariazita!
    Que bela escolha...
    o que dizer perante tamanha beleza...

    ResponderEliminar
  13. Olá amiga Mariazita

    Adorei ler este lindo poema.
    Acho que as lágrimas não podem ter cor. Ou então seriam matizadas de muitas cores, pois podem fazerem-se sentir por várias motivações.

    Beijinhos

    ass: Talita

    ResponderEliminar
  14. Dá vontade de chorar pela emoção que o poema suscita,pela profundidade que ele alcança pela delicadeza de seus versos lindos. ABraços, Mariazita. paz e bem.

    ResponderEliminar
  15. Mais um bom texto o que nos ofereces, nenhinha!

    Boa semana, querida.

    ResponderEliminar
  16. Lindo demais este poema à lágrima! De facto como poderiamos dar cor à lágrima se também não sabemos dar cor às emoções? Que cor tem a saudade? Não saberia dar-lhe uma cor!!! Lágrimas benditas...lágrimas malditas...lágrimas que nos aliviam a alma como um aconchego; lágrimas que parecem maldição...não param de correr tamanha é a aflição. Tanta lágrima diferente que nunca deve ser impedida de aparecer nos nossos olhos; ela é um sinal de que a vida não nos passa despercebida, ela mostra que há emoções dentro de nós. Muito obrigada, Mariazita por nos mostrares que as lágrimas escorrem dos olhos de todos os seres humanos e que devem merecer o respeito de todos nós, pois cada um sabe o motivo daquela lágrima que teima em cair; às vezes nós não a entendemos, mas há de certeza e sempre um motivo. Um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  17. Olá Mariazita, que tudo esteja bem contigo!

    Belíssimo escrito postado por cá neste teu belo espaço.
    A cor da lágrima é perfeita, da cor do diamante, tem a transparência do mesmo pra deixar que vejamos porque estamos chorando, de alegria, ou se estamos cortando a tristeza e a expulsando de dentro do nosso ser!
    Eu sempre que por cá venho é deveras agradecido por tuas sempre generosas visitas e comentários, além das palavras de conforto que por lá deixou, assim desejo a você e todos ao teu redor um intenso e feliz viver, abraços e até mais!

    ResponderEliminar
  18. Pronto, da minha parte já se foi o
    aviso.

    Beijos, querida amiga

    ResponderEliminar
  19. Bom dia!

    Que seu dia seja de paz, de sorrisos e de muitas bênçãos, e que você possa sentir a presença de Deus aonde quer que vá.

    “Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós”. (I Pedro 5:7)

    Deus seja contigo!

    Blog Yehi Or!
    http://hajalluz.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  20. Um poema muito terno em que o chorar pode ser um arco-íris na iris dos nossos olhos.

    Não conhecia o autor.

    Obrigada!

    ResponderEliminar
  21. Oi, Mariazita! Sim, consigo visitar seu blog sem problemas.
    Encontrei boas dicas na postagem "Como resolver o problema do malware no blog". Funcionaram para mim. O texto está no "Um pouco de mim", blog da Elaine Gaspareto.
    Acho que seu blog está limpo, mas, se o problema voltar, você pode ler o artigo.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  22. Mariazita

    Escrevi e postei mais um capítulo do TOP SECRET OLAVO. Quando puderes ele te espera.
    Eu deseja para ti o melhor possível.
    Beijos

    ResponderEliminar
  23. Um Poema maravilhoso que eu nãoconecia .

    ResponderEliminar
  24. Amiga Mariazita!

    Antes do comentário, aviso-te que o teu Blog tem o sinal de Malware, como muitos Blogs da Blogspot.

    Ignorei o aviso de perigo, mas assim começou com a Sarita e agora não há como entar lá.

    Espero que resolvas esta situação rapidamente.

    Voltarei para ler o post e comentar.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  25. Mariazita, amiga!

    Já apaguei parte do teu comentário. Acontece aos melhores :)

    Se o Victor te está a ajudar, ele conseguirá, mas tem de momento perdes comentadores. Há quem tenha medo e não entre.
    Já passei pelo mesmo.

    Agora vou ler e depois comento.
    Até já.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  26. Não conhecia o autor e muito menos o maravilhoso poema.
    Obrigada pela partilha.


    "Lágrimas de cristal
    de várias cores
    são feitas de água e sal
    de tristeza e desamores
    sentidos...esvaídos
    exprimidos...contidos
    apenas na essência de um instante
    feito do cristal mais cintilante"

    Desconheço o autor.

    Mais beijinhos

    ResponderEliminar
  27. Querida Amiga
    Abraço amigo de muito boa tarde!
    Hoje vim agradecer a sua carinhosa presença lá no meu cantinho através de seus carinhosos comentários!
    Pois;
    Amizade é um laço fraterno que vai se conquistando pouco a pouco.
    Amizade é um elo de Amor que vai se fortalecendo dia apôs dia.
    Amizade requer uma sabedoria toda própria, para que ela cresça e amadureça.
    Amizade é um sentimento de Amor que é perseverante nela mesma.
    O que seria de nós sem este elo de Amor!
    A amizade
    Abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  28. Minha querida Mariazita

    Um poema maravilhoso que adorei ler e deixo o meu beijinho carinhoso.

    Rosa

    ResponderEliminar
  29. Amiga Mariazita!

    Continua a aparecer, sim!
    Também o meu no Blofspot, onde só faço divulgação tinha.
    Retirei tudo da banda lateral que tivesse links, até os Blogues que seguia, e desapareceu.
    Experimenta, depois mais tarde voltas a colocá-los ou não.
    Tenho uma amiga que há anos me disse que não tinha links, exactamente por essa razão.

    Obrigada, tenho acesso ao poema todo, que é lindíssimo.

    Beijinhos
    Vou dormir mesmo.
    Sonhos bons.

    ResponderEliminar
  30. Olá mumy, tentei ligar mas não consegui que atendeçe.
    Aqui deixo pois os votos de muitos Parabéns e que o dia de hoje seja mais um de muitos, cheio de felicidade e sempre com muito carinho de todos quantos te amam.

    Muitoooooooooos beijinhos, com carinho desta tua filhota do coração que muito te estima e gosta de ti.

    Sãozita

    ResponderEliminar
  31. Encontrei uma preta
    que estava a chorar,
    pedi-lhe uma lágrima
    para a analisar.

    Recolhi a lágrima
    com todo o cuidado
    num tubo de ensaio
    bem esterilizado.

    Olhei-a de um lado,
    do outro e de frente:
    tinha um ar de gota
    muito transparente.

    Mandei vir os ácidos,
    as bases e os sais,
    as drogas usadas
    em casos que tais.

    Ensaiei a frio,
    experimentei ao lume,
    de todas as vezes
    deu-me o que é costume:

    Nem sinais de negro,
    nem vestígios de ódio.
    Água (quase tudo)
    e cloreto de sódio.

    (António Gedeão)


    Beijinhos

    ResponderEliminar
  32. Lágrima é um assunto bem familiar para mim atualmente, amiga!
    Beijos, minha querida!

    ResponderEliminar
  33. As lágrimas têm cor nós é que não a vemos.

    ResponderEliminar
  34. Não conhecia o poema. Lindo! Nenhuma cor expressaria, com verdade, os sentimentos que provocam lágrimas. Talvez, por isso, Deus as tenha feito assim, sem possibilidade de comparação, salvo com preciosidades.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  35. Mas que poesia linda...enternecedora!!
    Bela escolha!!Não conhecia este autor e sua história!Lindo!!
    Beijos pra ti!!

    ResponderEliminar
  36. Oi Mariazita, estive por aqui algumas vezes mas não consegui comentar. Adorei seu poema, absolutamente profundo e reflexivo.

    Beijos

    ResponderEliminar
  37. Mariazita,
    Feliz em estar novamente aqui contigo!
    Lindo poema partilhado conosco.
    Abraços,

    ResponderEliminar
  38. Um poema que merece ser lido e
    relido várias vezes. Muito bom
    que me tenha proporcionado lê-lo.
    Desejo que esteja bem.
    Bom fim de semana.
    Bj

    ResponderEliminar
  39. Lindo o poema! Mariazita quero parabenizá-la pelo blog. Se pudermos trocar umas figurinhas, uma troca de link, umas visitas para um cafezinho nos respectivos blogs, será um prazer. Abraços!

    ResponderEliminar

A SI, QUE VEIO VISITAR-ME, UM GRANDE
BEM HAJA!

BEIJINHOS
MARIAZITA