domingo, 16 de janeiro de 2011

ODE A FERNANDO PESSOA











ODE A FERNANDO PESSOA


Quando a gente lê Pessoa
nosso estro sobrevoa
édens de intensa beleza!
Além dessa realidade,
lê-se nele a nua verdade
de que a palavra saudade
só podia ser portuguesa!

Do seu verso a alacridade
se mescla àquela humildade
da flor que nasce no brejo!
E nele a alma lusa entoa
da Mouraria à Madragoa
as cantigas de Lisboa
debruçada sobre o Tejo!

Tudo amou como poeta,
até mesmo a luz discreta
desses lusos arrebóis...
Mesmo ao zizio das cigarras
cantava, em rimas bizarras,
o soluçar das guitarras
e o trinar dos rouxinóis!

Ler nele os descobrimentos,
é ver épicos momentos
que tod'alma lusa entoa!
É ouvir a voz magistral
dessa "Severa" imortal,
isto é fado, é Portugal,
isto é Fernando Pessoa


Humberto Rodrigues Neto


Humberto-Poeta fala de si:
Meu nome: Humberto Rodrigues Neto - nick - Humberto – Poeta
Nasci em São Paulo, Brasil, a 11 de novembro de 1935
Escrevo desde 1948 - estilo de minha escrita: Parnasiano
Meus poetas preferidos; Olavo Bilac - Guilherme de Almeida - Cruz e Souza - Vicente de Carvalho - Florbela Espanca

36 comentários:

Malu disse...

Quando a gente lê Pessoa a alma se inquieta e depois levita para um reino distante onde um misto de fantasias e realidades se fundem em amálgama perfeita...
Linda postagem e merecida lembrança ao ETERNO POETA.
Você é um doce!

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Marizaita!

Bonita evocação daquele que foi um poeta maior, que não terá sido apenas uma mas várias pessoas num só corpo, que com dificuldade as conseguia albergar...Interessante a utilização de algumas das palavras aqui usadas, com um saborzinho a novidade - de que gostei.

Beijinhos; bom do mingo.
Vitor

Bergilde Croce disse...

Certas poesias,certos autores são indescritíveis,dfíceis de comentar porque sufocam as palavras que a elas vêm referidas,basta tão somente que sejam sentidas.Já li algumas críticas da obra de Pessoa,mas a mim ficam as sensações e emoções que me provocam e é esse o valor de uma poesia,deixar,dar emoção!
Abraços e boa semana pra ti!

Graça Pereira disse...

Penso que este é o retrato perfeito de Pessoa... "Nele a alma lusa entoa / da Mouraria à Madragoa". Sentiu o fado como ninguem e chorou com as guitarras as rimas incertas da sua vida.
Parabens ao autor do Poema e a ti por o publicares. Beijos e boa semana.
Graça

Zélia Guardiano disse...

Mariazita querida
Que encanto de postagem!
Pessoa é o meu poeta. Sendo assim, estou aqui a vibrar...
Grata pelo magnífico momento!
Abraço bem apertado, amiga.

FlorAlpina disse...

Olá Mariazita,
Quando as palavras ficam pequenas perante a grandeza do poeta maior...deixo apenas,

Bjs dos Alpes

Chica disse...

Que linda escolha,Mariazita! Obrigado pelo carinho por lá e tu sabes bem comol nós cuidamos e nos grudamos aos netinhos,né? Neno está ADORANDO! UM BEIJO,CHICA

Vieira Calado disse...

Não conhecia o autor.

A propósito:

está para sair um livro meu... no Brasil!

Beijinhos

Pérola disse...

Oi minha florzinha.
Eu confesso que tenho um pouco de dificuldades de compreender o estilo dessa poesia mas tenho a compreensão de valoriza-la com afinco.
Parabéns pelo poeta e por ti amada.
Beijokas.

Néia Lambert disse...

Oi Mariazita é muito bom estar por aqui, como sempre você postando poemas lindos, essa Ode a Fernando Pessoa é demais!
Beijos

Desnuda disse...

Minha querida amiga,

Mais um belo poema de Humberto Poeta. Fernando Pessoa merece todas as honras.


Carinhoso beijo

CF disse...

"Quando a gente lê Pessoa
nosso estro sobrevoa..."
Pois é o que me acontece quando penso que leio Pessoa
De cada vez que o leio (re)descubro novas leituras, inimagináveis até então e a minha mente vagueia por mundos nunca ntes navegados...
ADORO Pessoa...
Obrigada por fazê-lo presente

Amizade disse...

Querida amiga Mariazita

Temos o prazer de convidar-te para comemorar connosco, a partir de hoje e durante três dias, o aniversário do nosso blog.

A festa ocorrerá no nosso Farol.

Contamos com a tua presença.

Um grande abraço

Argos, Tétis e Poseidón

P.S. Como prova do carinho, apoio e amizade que sempre recebemos de ti, gostaríamos que aceitasses e levasses para o teu blog o selo comemorativo do 2º aniversário do nosso “Um Farol Chamado Amizade”.

Daniel Costa disse...

Mariazita

A ODE A FERNADO PESSOA, do poeta Humberto Rodrigues Nelo e maravilhoso. Parece que o poeta brasileiro conhece bem Lisboa, quiça o Martinho da Arcada. Tu que tens "filing", para bons autores brasileiros estás de parabéns, com o escritor do poema.
Hoje postei o segundo capítulo de MISTÉRIO DO CASAL FOZ, mesmo sabendo a tua falta de disponibilidade gostaria que por lá passasses.
Beijos

Machado de Carlos disse...

Não sei como dizer dos Grandes poetas. Eles se foram, mas continual vivos como nunca. Do naipe de Fernando Pessoas, lembramos de outros que ainda circulam em nossa mente; assim como Florbela Espanca, Olavo Bilac, Alphonsus de Guimarãos, Fagundes Varella, Castro Alves, Casemiro de Abreu e muitos outros, além do próprio Fernando Pessoa.
Curvo-me perante estes grandes nomes. Nunca devemos esquecê-los!
Beijos!...

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Ler Pessoa
é acariciar a vida
com a pele da alma.

Que sempre haja tempo para os sonhos
em tua vida.

Sotnas disse...

Olá Mariazita, desejo que tudo esteja bem contigo, sempre!
Homenagear um grande mestre feito Fernando Pessoa, não é algo fácil! Parabéns ao poeta Humberto e também a você Mariazita por postar sempre belos poemas em sua Casa com os Lírios e Histórias, e que sempre me agrada visitar e comentar suas postagens. Venho também agradecer pelas suas sempre carinhosas visitas e comentários ao sotblog, muito obrigado mesmo. Desejo pra você e todos ao redor iluminada e feliz existência sempre, grande abraço e até mais!

Paula Figueiredo disse...

Muito belo poema! Obrigada pelo seu comentário em meu blog Mariazita! (:

Sim, comer a massa da barata é muito tenso e denso... rs
Há momentos mais leves de Clarice...

Fernando Pessoa é mesmo muito belo como toda a literatura portuguesa que li e leio... A língua portuguesa é belíssima e esse saudosismo português é delicioso! Amo!

Abraços!
E vamos confiar na vida!

Livinha disse...

Lindo e bem merecido o Ode a Fernando Pessoa.
Belíssima escolha minha querida, maravilhoso versos chegado de Portugal cuja autoria não conhecia...

Saudades de tu

Bjs

Livinha

Nilce disse...

Oi Mariazita

Sou apaixonada por Fernando Pessoa.
Escolhestes muito bem o poema.

Bjs no coração!

Nilce

AFRICA EM POESIA disse...

Mariazita

Um beijo grande como o mundo.

AFRICA EM POESIA disse...

Amiga
Rua das Alminhas nº22
3800-630

Cacia.

Cida disse...

Amo Fernando Pessoa!

E que saudades que me deu de Lisboa ao ver essa foto!!
Quando estive por aí (em maio de 2009), tirei uma foto sentadinha aí ao lado dele :)
É coisa bem de turista deslumbrada, mas não tem como deixar passar, não é amiga?

Tudo de bom pra você.

Beijosssss

Cid@

Lis disse...

Oi Mariazita
Fernando Pessoa sempre nos brindando com lindos poemas, gosto muito.
Essa minha viagem vai demorar um pouquinho porque estou no velho e bom apto que infelismente vim pra vender e isso além de desgastar um pouco provoca inquietaçao e lembranças que temos que desapegar .
Voce foi feliz , prepare-se para o proximo Mariazita !!
muito sol, calor e mar .Tudo brilhante se nao fosse o pensamento nas famílias que perderam seus queridos.
grande abraço
Obrigada pela partilha do poema que nao conhecia .
volto assim que puder
beijinhos

Estela disse...

Ler Fernando Pessoa é tudo de bom...
Adoro!
Bjs.

Pérola disse...

Bom dia minha linda.
Vim te deixar um beijo.
Vc esta certíssima,amei seu comentário rs.
Beijokas millll.

Desnuda disse...

Querida amiga,

Obrigada pelo carinho. Como você constatou a minha tristeza tem revolta pelos motivos que você tem conhecimento.


Carinhoso beijo amiga

São disse...

Obrigada pela apresentação de Humberto, minha querida neninha.

Bem hajas!

Fernanda disse...

Amiga Mariazita!

Perfeita descrição de Pessoa e da sua amada cidade.
Poesia com sabor muito lusitano.

Beijinhos

Rita Contreiras disse...

Pessoa põe uma luz em tudo que existe, as coisas que não são percebidas por quem não traz na alma a lente mágica de poeta e creio que quem o enxerga trilha pelo mesmo caminho de sensibilidade e beleza. Parabéns ao poeta e a sensível escolha da blogueira.

•*♥*• Sanzinha •*♥*• disse...

Mariazitaaaaa!

Tudo bem?
Que saudade!

Que lindo esse poema do seu amigo.
Fernando Pessoa é um dos meus poetas preferidos.

Beijão bem grandão!

Lilá(s) disse...

Nunca é demais homenagear Pessoa, ainda há dias tive o prazer de "tomar café com ele"...
Beijinhos

Zé do Cão disse...

Gosto do poema e vi dar uma beijoca a esta minha amiga.

Sonhadora disse...

Minha querida

Passando para te visitar...deixar um beijinho e desejar bom fim de semana.

Sonhadora

Vieira Calado disse...

E poder "trocar umas impressões"

com ele,

em pessoa,

ali no Chiado...

que tal?

Beijinhos

Maria João disse...

Pessoa escreveu, tudo o que nos habita. Soube dizê-lo tão bem, que qualquer ao lê-lo percebe, que tudo o que sente não é mistério mas apenas sentir de gente.

Adoro Fernando Pessoa!

Esta é uma Ode bem bonita e que diz muito do que também eu sinto!

Um beijinho grande minha amiga, desculpa a ausência...