domingo, 2 de maio de 2010

DIA DA MÃE

"Em geral, as mães, mais que amar os filhos, amam-se nos filhos."
(Friedrich Nietzsche)


MÃES SÓ MORREM QUANDO QUEREM

"Eu tinha 7 anos quando matei minha mãe pela primeira vez.

Eu não a queria junto a mim quando chegasse à escola em meu 1º dia de aula.
Eu me achava forte o suficiente para enfrentar os desafios que a nova vida iria me trazer.
Poucas semanas depois descobri, aliviado, que ela ainda estava lá, pronta para me defender não somente daqueles garotos brutamontes que me ameaçavam, como das dificuldades intransponíveis da tabuada.

Quando fiz 14 anos eu a matei novamente.

Não a queria me impondo regras ou limites, nem que me impedisse de viver a plenitude dos vôos juvenis.
Mas logo no primeiro porre eu felizmente a redescobri viva; foi quando ela não só me curou da ressaca, como impediu que eu levasse uma vergonhosa surra de meu pai.

Aos 18 anos chei que mataria minha mãe definitivamente, sem chances para ressurreição.

Entrara na faculdade,iria morar em república, faria política estudantil, atividades em que a presença materna não cabia em nenhuma hipótese.
Ledo engano: quando me descobri confuso sobre qual rumo seguir voltei à casa materna, único espaço possível de guarida e compreensão.

Aos 23 anos me dei conta de que a morte materna era possível, apenas requeria lentidão...

Foi quando me casei, finquei bandeira de independência e segui viagem.
Mas bastou nascer a primeira filha para descobrir que o bicho mãe se transformara num espécime ainda mais vigoroso chamado avó.
Para quem ainda não viveu a experiência, avó é mãe em dose dupla...
Apesar de tudo continuei acreditando na tese da morte lenta e demorada, e aos poucos fui me sentindo mais distante e autônomo, mesmo que a intervalos regulares ela reaparecesse em minha vida desempenhando papéis importantes e únicos, papéis que somente ela poderia protagonizar...

Mas o final dessa história, ao contrário do que eu sempre imaginei, foi ela quem definiu: quando eu menos esperava, ela decidiu morrer.
Assim, sem mais nem menos, sem pedir licença ou permissão, sem data marcada ou ocasião para despedida.
Ela simplesmente se foi, deixando a lição de que “mães são para sempre”.

Ao contrário do que sempre imaginei, são elas que decidem o quanto esta eternidade pode durar em vida, e o quanto fica relegado para o etéreo terreno da saudade..

Desconheço a autoria

Não espere pela partida da sua Mãe para lhe dar Amor.
Se a tiver ainda ao seu lado, dê-lhe um beijo e um abraço e diga-lhe o que ela mais gosta de ouvir:
ADORO-TE, MÃE. OBRIGADA POR EXISTIRES!

E se ela já não estiver ao seu lado, se já tiver partido...
Feche os olhos e faça uma prece em seu louvor, agradecendo-lhe pela vida que lhe deu. Pode também dizer que a ama, porque onde ela se encontra vai escutar o que você lhe está dizendo... e vai sentir-se muito feliz.

19 comentários:

Canduxa disse...

Querida Mariazita,

Linda a tua escolha para celebrar este dia da Mãe.

Parabéns pela linda Mãe que és e pelos lindo filhos que tens.

Desejo-te um dia cheio de paz.

mil beijinhos da tua manita

Desnuda disse...

Sensacional, Mariazita! Como tudo é verdadeiro! Eu amei este texto, amiga.

Um grande viva para todas as mães (inclusive nós hahahaahaha) e as mulheres, enfim.


Beijo estalado de bom!

Sonhadora disse...

Minha querida Mariazita
Que ternura de texto.
Infelizmente perdi a minha mãe há 40 anos, mas estará sempre na minha lembrança.

Deixo o meu carinho e um beijinho

Sonhadora

com senso disse...

Amiga Mariazita

Acabei de ler o texto que nos trouxe e que achei muito belo. Mais bela ainda a conclusão que escreveu para finalizar esta sua dedicatória à Mãe.
São quase 8 da manhã, deste dia da Mãe e estou quase a cumprir uma das minhas actividades diárias que é levantá-la da cama, não sabendo, como nunca sei, se o vou conseguir sozinho, se ela me vai ou não conhecer, se me esperam ou não dificuldades ou problemas novos.
A morte da Mãe, é algo muito díficil de aceitar, principalmente nos casos em que sabemos que não é ela que vai decidir partir, nos casos em que sabemos que é a vida vai saíndo dela, cada dia um pouco mais, transformando-a num ser que já não é mais, de facto, o ser humano que ela foi!
O que continua contudo é o sentimento que me agarra a ela e que me faz saber, em cada dia em que vejo a sua decadência, que ela é a minha Mãe.
Por isso eu sei que, mesmo quando ela se for definitivamente, ela continuará comigo, enquanto a memória existir. E tenho tantas memórias felizes com a minha Mãe!
Para já é mais um Dia da Mãe, que durante muitos anos entendi que era mero dia de apelo ao consumismo, mas que hoje independentemente dessa realidade, eu encaro de uma forma mais intíma e especial, porque faço do Dia da Mãe um dia importante para mim e para ela, porque apesar de tudo, a vida continua e no fundo dos olhos dela eu ainda a consigo rever como sempre a conheci!
E, tal como eu ouvi sempre desde pequeno: Quem tem uma Mãe tem tudo!
Feliz dia da Mãe também para si Mariazita, com muito amor dos seus filhos e netinhos!
Um beijinho com amizade!

Fernanda disse...

Minha querida amiga Mariazita,

Mais um texto fabuloso, maravilhoso para assinalar o dia da Mãe.

Este é o amor de mãe que supera todos os outros.

Beijinhos

São disse...

Nena, um feliz Dia para ti.

Abraço-te com estima.

Irene Moreira disse...

Querida Mariazita
Estou aqui com os olhos cheio de lágrimas, pois como seu texto diz " mães são para sempre" e a minha mãe seja aonde estiver recordo e sinto falta daquele colinho que,por muitas vezes, me aninhou e aliviou de momentos que a vida nos lega.
Obrigado por sua visita e respondendo ao que perguntastes já até deixei lá em comentário-no Brasil o dia das mães é comemorado no 2ºdomingo de maio ou seja dia 9.

Feliz dia junto de mãe, filhos, netos , noras enfim de todos que estiverem perto.
Beijos

Tite disse...

Realmente!!!!!

O bicho Mãe tem uma força sem conta nem medida... GRAÇAS A DEUS que nos entregou a um Anjo da Guarda Especial e não se enganou na sua protecção Divina.

Felizmente Sou Filha, Mãe e Avó.
Não há vacina que me derrote.

Beijossssss

PS - Já conhecia o texto mas reli-o de novo e sempre voltarei a le-lo tal a profundida... ou será a proximidade/identificação com o conteúdo?

Pelos caminhos da vida. disse...

Uma belissíma escolha amiga.

Feliz dia das Mães.

Hoje à partir das 18 hrs, meu blog está concorrendo mais uma votação da Copa Blog, conto com seu voto amiga.Essa votação termina dia 05/05 e, depois aguardar a semi- final.

Meu blog é:

http://anamgs.blogspot.com

O site para a votação é esse aqui:

http://dado.pag.zip.net/

Caso não consiga acessar por aqui, o link está no final do post atual meu.

Desde já fico-lhe grata.

Uma semana de muita luz.

beijooo.

Luis disse...

Minha Querida Amiga Mariazita,
O seu post é belo e muito a propósito e mais ainda o seu comentário/nota no seu final! Eu já cá não A tenho há alguns anos e por isso como senti as suas belas palavras finais eu que a tive sempre a meu lado nos bons e maus momentos. Viveu até aos 92 anos numa lucidez plena e sempre uma boa companheira do filho e dos netos! Rezei por Ela para que esteja Bem onde se encontrar! Está de certeza num lugar paradisíaco pois bem o merece!
Um grande e muito amigo beijinho para Si que também é Mãe.

Desnuda disse...

Mariazitaaaaaaaaa! Aqui não é comemorado hoje. Embora todos os dias são nossos, pois mãe não tem férias hahahahaha. Deixo aqui uma rosinha virtual, mas com muito afeto e brotada do meu coração




____________███__█_████
____________ ██__██_____█
___________ ███_█__█_____█
__________ ████_____██___██████
_________ █████______██_█______██
________ █████_______██________█_██
________ █████_______█_______█
________ ██████_____ █_______█
_________ ██████____ █______█
__________ ████████_______█
__ ███_________ ██______██
███████__________██
_███████_________█
__██████_________█_█
___███___█_______██
___________█_____█__█
_______████_█___█
_____██████__█_██
____███████___██
____█████______█


E muitos beijos!

AFRICA EM POESIA disse...

gostei deste bocadinho o dia da Mãe...
Um feliz dia...

JADY*ALVES disse...

Amiguita linda!
Na eternidade minha mãezita com certeza vela por mim.
Que Deus a tenha em seus braços.
Feliz Dia Minha Querida!

Meu beijo e meu carinho com amor pra essa Mãezinha Linda, Forte, Amiga, Heroina e Abençoada!
Fica com Deus.
Beijos e carinhos da Jady

Pérola disse...

Que emocionante amada.
Parabéns minha linda.
Tu deve ser uma mãe linda e maravilhoooooooooosa.
Um beijo embrulhados com muito carinho,me perdoe pelo atraso amiga.
Saudades e muiiiiiiiiiitas.

JADY*ALVES disse...

Mariazitaaaa!!!
Não se preocupe pois eu a entendo perfeitamente, sei da tua luta e sei da falta de tempo que nos afasta provisoriamente, mas; estamos embora ausentes uma da outra, presentes estaremos no coração, pois a tenho como irmã de alma.
Adoro-te Mariazita. Obrigada por exisitires.

Eu amo muiiiito a minha mãe, esteja ela onde estiver jamais a sentirei longe de mim, pois a tenho eternamente em meu coração.

Parabéns por esse lindo e grandioso dia.
Mais carinhos meus pra tí amiga.
Afetuosamente,
jady

Anakoelho disse...

Lindo seu post sobre as mães,adorei!
A minha já partiu...
Gostei de seus blogs,parabéns.
Uma ótima semana


Ana.

M. Lourdes disse...

Mariazita
Revi-me completamente no texto que partilhou connosco.
Este foi um dia de sentimentos muito controversos. Sentiainda mais a falta da minha Mãe que só foi um pouco atenuada com a presença dos filhos.
Beijinhos
Lourdes

Daniel Costa disse...

Mariazita

Não sem certa comoção, gostei muito do texto do anónimo.
1º. recordei a minha doce mâe!
2º. voltei a concluir que as pessoas devem ser amadas enquanto estão connosco, quando deixam recordações agradáveis, fica o sinal da sua missão bem cumprida, no tempo que lhe foi dado cá na terra.
Beijos
Daniel

Francisco Sobreira disse...

Querida Maria,
Um bonito texto. Pena você não ter podido identificar o autor. Alergia é uma coisa muito chata, mas existem piores. Espéro que você se recupere o mais breve possível. Um beijo.