domingo, 18 de abril de 2010

LUZ E ESCURIDÃO

O MENINO QUE TROUXE LUZ AO MUNDO DA ESCURIDÃO

Um dia um menino de três anos estava na oficina do Pai vendo-o fazer arreios e selas. Quando crescesse queria ser igual ao Pai.
Tentando imitá-lo, agarrou um instrumento pontiagudo e começou a bater numa tira de couro.
O instrumento escapou da pequena mão, atingindo-o no olho esquerdo.
Logo de seguida uma infecção atingiu o olho direito, e o menino ficou totalmente cego.
Com o passar do tempo, embora se esforçasse para se lembrar, as imagens foram gradualmente desaparecendo, e em breve ele não se lembrava mais das cores.
Aprendeu a ajudar o Pai na oficina, trazendo ferramentas e peças de couro.
Ia para a escola e todos se admiravam da sua memória.
Na verdade ele não estava feliz com os seus estudos. Queria ler livros, escrever cartas, como os seus colegas.
Um dia ouviu falar de uma escola para cegos.
Aos dez anos Louis chegou a Paris levado pelo Pai, e matriculou-se no Instituto Nacional para crianças cegas.
Ali havia livros com letras grandes, em relevo.
Os estudantes sentiam, pelo tacto, as formas das letras, e aprendiam as palavras e frases.
Logo o jovem Louis descobriu que era um método limitado. As letras eram muito grandes. Uma história curta enchia muitas páginas.
O processo de leitura era muito demorado.
A impressão de tais volumes era muito cara.
Em pouco tempo o menino tinha lido tudo o que havia na biblioteca. Queria mais.
Como adorava música tornou-se estudante de piano e violoncelo.
O amor à música aguçou o seu desejo pela leitura. Queria ler também notas musicais.
Passava noites acordado, pensando em como resolver o problema.
Ouviu falar de um capitão do exército que tinha desenvolvido um método para ler mensagens no escuro.
A escrita nocturna consistia em conjuntos de pontos e traços em relevo no papel.

Os soldados podiam, correndo os dedos sobre os códigos, ler sem precisar de luz.
Ora, se os soldados podiam, os cegos também podiam – pensou o garoto.
Procurou o capitão Barbier que lhe mostrou como funcionava o método:
Fez uma série de furinhos numa folha de papel com um furador semelhante ao que cegara o pequeno Louis.
Noite após noite e dia após dia Louis trabalhou no sistema de Barbier, fazendo adaptações e aperfeiçoando-o. Suportou muita resistência.
Os donos do Instituto tinham gasto uma fortuna na impressão dos livros com as letras em relevo. Não queriam que tudo fosse por água abaixo.
Com persistência, Louis Braille foi mostrando o seu método. Os meninos do Instituto interessavam-se. À noite, às escondidas, iam ao seu quarto para aprender.
Finalmente, aos vinte anos de idade, Louis chegou a um alfabeto legível, com combinações variadas, de um a seis pontos.
O método Braille estava pronto.
O sistema permitia também ler e escrever música.
A ideia acabou por encontrar aceitação.
Semanas antes de morrer, no leito do hospital Louis disse a um amigo:
- Tenho a certeza que a minha missão na terra terminou.
Louis Braille faleceu dois dias depois de completar 43 anos.

Nos anos seguintes à sua morte o método espalhou-se por vários países.
Finalmente foi aceite como método oficial de leitura e escrita para invisuais.
Assim, os livros puderam passar a fazer parte da vida dos cegos.
Tudo graças a um menino imerso em trevas, que dedicou a sua vida a fazer luz para enriquecer a sua vida e a de todos que se encontram privados da visão.

Há quem use as suas limitações como desculpa para nada fazer.

Louis Braille nasceu a 4 de Janeiro de 1809, em Coupvray, França; faleceu a 6 de Janeiro de 1852.


Autor: William J. Bennett – Livro das Virtudes II, Capítulo “O menino que trouxe luz ao mundo da escuridão”
William J. Bennett

William John Bennett, (nasceu dia 31 de julho de 1943 - ), político estadunidense, foi Secretário de Educação dos Estados Unidos da América, entre 1985 a 1988.

38 comentários:

  1. Lindo de chorar de viver!
    Parabéns!
    Beijos******
    *************

    Um poema for you, my dear friend, que enxerga longe****************

    ****************

    *O Olho é uma espécie de globo,

    é um pequeno planeta

    com pinturas do lado de fora.

    Muitas pinturas:

    azuis, verdes, amarelas.

    É um globo brilhante:

    parece cristal,

    é como um aquário com plantas

    finamente desenhadas: algas, sargaços,

    miniaturas marinhas, areias, rochas, naufrágios e peixes de ouro.

    Mas por dentro há outras pinturas,

    que não se vêem:

    umas são imagem do mundo,

    outras são inventadas.

    O Olho é um teatro por dentro.

    E às vezes, sejam atores, sejam cenas,

    e às vezes, sejam imagem, sejam ausências,

    formam, no Olho, lágrimas.



    MAPA DA ANATOMIA: O OLHO*
    Cecília Meireles

    Não estou bem, mas dei um pulinho aqui porque a Mariazita vale a pena!
    Beijos
    ATè

    ResponderEliminar
  2. Querida amiga Mariazita,

    Volto mais logo para comentar.
    Agora quero só deixar-lhe um beijinho e um abração.

    ResponderEliminar
  3. Boa noite Mariazita,
    Faleceu muito novo, mas com a certeza de que a sua missão na terra fora cumprida.
    Lutador, inteligente e persistente este Homem merece esta e todas as homenagens que lhe possam fazer, não deve nunca ser esquecido.

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  4. Mariazita,

    luz divina, amiga! Um post que emociona pelo teor da escrita e pela existência de Louis. E é lendo sobre pessoas assim tão iluminadas e preparadas e determinadas para cumprir missões que beneficiam o planeta que agradeço a Deus e as forças cósmicas que estão sempre atuando a nosso favor. Emocionante post, amiga! E fico realmente emocionada. Obrigada, Mariazita!

    Um iluminado fim de semana, querida amiga. Beijos, com carinho.

    ResponderEliminar
  5. Uma história - uma lição de vida

    Mariazita grande beijo e um bom domingo

    ResponderEliminar
  6. Formidável e adorei saber da história- que desconhecia.
    Obrigada.

    ResponderEliminar
  7. O blog de minha amiga é pura cultura,
    é sempre um prazer passar por cá.
    Tem uma semana de muitas bençãos, luz e amor.
    Se tiver um tempinho passe no meu cantinho e diga-me se agrada o novo visual,beijão, és especial.

    ResponderEliminar
  8. Maravilhooooooooooooso.
    Ñ existe obstáculos,o q falta é força de vontade.
    Parabéns,eu adorei rs.
    Beijokas amada.

    ResponderEliminar
  9. Olá Mariazita!
    E uma história de vida inspiradora, esta que hoje aqui encontramos. A fé, neste caso em si próprio,permitiu mover-lhe montanhas, quando o aparentemente mais fácil seria acomodar-se ao seu infortúnio: Mas tinha ele um interior grande e rico que o não deixou ir por aí, e, ao invés disso, o incitou a ir pelo caminho mais difícil, mas certamente muito mais gratificante e saboroso face aos resultados que alcançou.
    Mas, não deixa de ser irónico que tenha sido a infortúnio de alguém - o dele - a tornar possível a "felicidade" de muitos mais, que dele têm beneficiado ao longo de todos estes anos.
    É uma bonita historia, e como sempre bem contada.

    Beijinhos, e bom domingo.
    Vitor

    ResponderEliminar
  10. Bem analisado querida amiga! Uma letra de música simples ironizando uma " patricinha" que caiu nas voltas que o mundo dá, em desgraça. Tendo vivido com valores supérfluos e esnobes. E agora amargando a ironia da vida e dos amigos que sempre humilhou. Um alerta a todos. E foi assim que esta música simples foi apontada como rito de passagem do rock para a idade da razão e um verdadeiro hino.


    Beijãoooooooooooo amiga linda!

    ResponderEliminar
  11. Querida Mariazita

    Uma homenagem bonita e merecida escrita com muita sensibilidade.

    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  12. Hoje à partir das 18hrs meu blog:

    Pelos Caminhos da Vida,

    estará participando da COPA BLOG, venho por meio dessa msg pedir um voto pra vc, a votação vai até o dia 21/04, o site para entrar e votar é esse aqui;

    http://dado.pag.zip.net/

    Caso vc não consiga acessar o site através dessa mensagem, no final do post meu tem o site e por lá entra direto.

    Obrigada.

    beijooo.

    ResponderEliminar
  13. Olá Mariazita

    Amiga passei apenas para a convidar a passar em meu blog e levantar o prémio TALENTO POETICO
    na barra lateral.

    Iniciei um tratamento pré-cirurgia e não tenho dificuldade de ler.

    O premio é extensivel aos lírios.

    Beijos

    Alvaro

    ResponderEliminar
  14. Amiga Mariazita

    Não comhecia a história de Louis Braile e é na verdade comovente e admirável.
    São histórias como estas que nos fazem acreditar que às vezes até o impossível é possível e que é preciso manter a fé e a persistência nas lutas que travamos, por mais complexas e dificeis que se nos apresentem.
    Mais um momento notável nesta bela casa.
    Um beijinho com votos de uma boa semana.

    ResponderEliminar
  15. Minha Boa Amiga Mariazita,
    Que grande lição de vida que ele nos deu. Lindo post a merecer toda a divulgação possível. A adversidade deu-lhe força para ajudar-se a si e aos outros. Como ele próprio disse cumpriu bem a sua missão na vida.
    Um beijinho amigo.

    ResponderEliminar
  16. Querida amiga Mariazita,

    Conhecia a história por alto, agora sei de tudo.
    Muito obrigada.
    Louis o menino que trouxe a a luz ao mundo dos cegos.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Muito bom, querida Maria, você divulgar essa história sobre o criador do método de leitura para cegos. Pra quem como eu não sabia, foi precioso conhecer a origem desse método. E Braille é um exemplo para ser seguido. Um beijo e uma excelente semana.

    ResponderEliminar
  18. Amiga,

    Adorei conhecer esta história. Como vês nunca sabemos tudo verdadeiramente.
    Sabia o nome do criador do alfabeto para invisuais mas não sabia a sua história toda.

    Todos temos uma missão na vida e nem nos damos conta disso. A dele foi muito importante para ele e todos os que padeciam do mesmo mal.

    Obrigada uma vez mais amiga

    ResponderEliminar
  19. Querida amiga portuguesa, linda história! Não conhecia bem, mas através de sua postagem ampliei o meu conhecimento.

    Parabéns mais uma vez pela escolha de sua postagem.

    Beijos brasileiros, Teresa

    ResponderEliminar
  20. Olá, querida!

    - Hoje trago-te uma coisa da terra que é bonita e tem lá dentro alegria. Chama-se vinho. Quem bebe fica cheio de alegria. (...) - É muito encarnado e muito perfumado - disse ela - Conta-me o que é o vinho.- (...) O seu sabor não sei contar. Bebe, se queres saber como é. E a menina do mar bebeu o vinho, riu-se e disse: - É bom e é alegre. Agora já sei o que é a terra. Agora já sei o que é o sabor da Primavera, do Verão e do Outono. Já sei o que é o sabor dos frutos. Já sei o que é a frescura das árvores. Já sei como é o calor de uma montanha ao sol.

    Sophia de Mello Breyner Andresen

    Porque assim como eu preciso, você também precisa. A palavra é Solidariedade.
    Estou voltando; aos poucos, melhor agora depois que a Mariazita passou por lá.
    Muito obrigada!
    Beijosssss
    Tudo de bom!
    Adorei!

    ResponderEliminar
  21. Mariazita

    É sempre extraordinário o trabalho e a dedicação que alguns seres humanos desenvolvem para benefício da humanidade inteira. Este é um bom exemplo!

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  22. Louis Braile, um ser iluminado,um texto iluminado amiga.

    Obrigada pelo seu voto, obrigada.

    Dia de muita luz, paz e saúde pra vc.

    beijooo.

    ResponderEliminar
  23. Mariazita,acredito que essa foi e é uma das mais importantes criações para a história da humanidade.Um ser indiscutivelmente iluminado,um verdadeiro gênio que buscando resolver seus próprios problemas acabou salvando tantas almas da ignorância e da escuridão.
    Grande abraço,Bergilde

    ResponderEliminar
  24. LINDO LINDO LINDO!!!
    Amiguita amada, estou aqui sensibilizada e encantada com tão linda postagem. Não conhecia a história do Sr Braille, e você com sua dose certa de ternura nos proporcionou tão deliciosa leitura.
    Obrigada por teu carinho e presença constante em minha vida.
    Por tudo que me dás é que aprendi a sentí-la aqui dentro do meu coração.
    E hás de ficar sempre, porque a amizade que te tenho é sincera, linda e repleta da ternura que que cativou a principio.
    Beijos e carinhos pra tí amiga querida.
    Estou aos tropeços da vida, mas em breve tudo estará resolvido se Deus quiser.
    Um dia lindo, suave e colorido pra tí.
    Tua amiga Jady

    ResponderEliminar
  25. Mariazita

    Quem como gosta de biografias, é sempre agrádavel ler, ainda que a história da cegueira de Louis Braile, até por dever de ofício (filatelia), a trenha passado bastante.
    Está em equação a persistência, um atributo que sempre deve ter tido em conta.
    Beijos
    Daniel

    ResponderEliminar
  26. Desculpa, querido Mariazita, mas eu preciso te confessar que hoje eu acordei, com vontade de te ver... de te ver...
    Foi uma noite longa, mas logo estaremos em algum lugar...
    Aonde ninguém possa nos encontrar...
    Olho o céu azul, estamos prontos para cair na estrada...
    Sempre na linha do horizonte, em direção ao sol...
    Só penso em te encontrar,
    Eu preciso te tirar do sério,
    E desvendar os teus mistérios...
    Hoje eu acordei com vontade de esquecer.... de esquecer
    Todas as preocupações e ir depressa para algum lugar....
    Aonde o tempo pareça não existir...
    Olho o céu azul, estamos prontos pra viver um dia belo...
    Sempre na linha do horizonte, em direção ao sol...
    Só penso em te encontrar,
    Eu preciso te tirar do sério,
    E desvendar os teus mistérios...

    Eu precico te tirar do sério + vem andar comigo
    reabri este blog, e deixo o convite para que conheças. Nem que seja só pra espiar.
    http://wwwrenatacordeiro.blogspot.com/


    Beijos, Loura Linda!

    ResponderEliminar
  27. Querida Mariazita,

    a minha ausência tem explicação: carrinho novo que fui buscar a Cascais no fim-de-semana. Tão perto de ti mas sempre em reuniões.
    O abraço saudoso e os beijinhos de luz deixo-tos aqui e obrigado por esta história verdadeira que mal conhecia.
    Temos sempre uma missão na Terra….precisamos de aceitar as nossas limitações e desenvolver os nossos dons.

    tua manita

    ResponderEliminar
  28. Nena, obrigada por me teres dado a conhecer a coragem e a vida de Braille.

    Meu DEus, existem realmente pessoas extraordinariamente fortes!!

    Umm abraço grande.

    ResponderEliminar
  29. Quando fazemos das fraquezas forças!
    Um exemplo de vida, desafio a todos os que não fazem senão inventar desculpas para passar pela vida nada fazendo!
    Beijo e obrigado pelas suas visitas e comentários

    ResponderEliminar
  30. A coisa mais importante que você possui hoje, é o dia de hoje.

    O dia de hoje, mesmo que esteja espremido entre o ontem e o amanhã, deve merecer total prioridade.

    Só hoje você pode ser feliz...

    O amanhã ainda não chegou... e já é muito tarde para ter sido feliz ontem.

    A maior parte das nossas dores é fruto dos restos de ontem ou de medos do amanhã.

    Viva o dia de hoje com sabedoria...

    Decida como irá alimentar os seus minutos, o seu trabalho, o seu descanso...

    Faça tudo o que seja possível para que o dia de hoje seja seu, já que ele lhe foi dado tão generosamente.

    Respeite-o de tal maneira que, quando for dormir, você possa dizer: hoje eu fui capaz de viver e amar...

    Hoje fui feliz!!!

    Bom dia amiga.

    beijooo.

    ResponderEliminar
  31. Faleceu muito jovem. Mas seus bons frutos ficaram pra inspirar as pessoas!

    Bjos!

    aislinnahimana.blogger.com.br

    ResponderEliminar
  32. Olá minha amiga Mariazita, primeiro obrigado pela participação constante com seus comentários em meus blogs.

    Isso me deixa muito honrado em te-la como comentarista. Com referencia à dúvida que ficou em relação ao post " Você sabe o que se comemorara hoje " prefiro que vc mesma leia; para isso estou enviando este link. Tem tudo a ver com seu país. (copie e cole o link abaixo)


    http://kidureza.blogspot.com/2008/04/muitos-brasileiros-infelizmente-no-sabe.html

    Ah, e por sua participação ofereço a vc o selo "TOP COMENTARISTA". É só pegar.

    Bj

    ResponderEliminar
  33. Com um beijinho


    venho devagarinho deixo poesia e um beijinho

    SOU MESMO...


    Sou mesmo...
    Da mesma terra que tu
    Da terra do chão vermelho
    Da terra batida cheirando a pó...

    Sou mesmo...
    Da mesma terra que tu
    Onde todos saltamos os rios
    Corremos a apanhar borboletas...

    Borboletas de cores lindas...
    De gafanhotos que saltavam
    Que pulavam à minha frente
    Como quem brinca às escondidas...

    E brincava na palha do café
    Apanhava bitacaias nos pés
    Comia manga, safú e goiaba
    Apenas porque...
    Sou mesmo...
    Da mesma terra que tu...

    LILI LARANJO

    ResponderEliminar
  34. MOMENTO DE AGRADECIMENTO.

    É muito gratificante cada vez que abro a página do meu espaço e encontro meus amigos por aqui.
    Cada visita, cada comentário, mesmo que seja um simples OI me dá uma satisfação grande em continuar abri-la diariamente.
    Vocês enriquecem meus dias.
    Me esforço a cada dia para somar emoções com vocês, e as vezes nem respondo à altura.
    A quase dois anos de blog, cresci muito, aprendi muito, devo isso a todos vocês meus amigos e seguidores.
    Não importa o sexo, religião, valores e sim a dedicação diária em comentarem no blog.
    Tenho um respeito enorme por vocês.
    Obrigado por vocês existirem.
    Obrigado a todos vocês amigos e seguidores que votaram no meu blog. Se ele chegou até aqui devo tudo isso a vocês.
    Obrigado por vocês caminharem junto comigo "Pelos Caminhos da Vida".
    Vamos aguardar a próxima votação.

    Ana.

    Fique com Deus.

    beijooo.

    ResponderEliminar
  35. Emocionante, a luta deste homem que, desde criança não se conformou com a sua situação e acabou por oferecer a tantas outras pessoas a possibilidade de serem "alguém" na vida.
    Beijinhos
    Lourdes

    ResponderEliminar
  36. Nena um bom fim de semana ...para ti para os teus!

    Beijonhos.

    ResponderEliminar
  37. Vim desejar Boa Noite, Mariazita. Não sei se venho amanhã, excusado dizer por quê.
    Beijossssssss

    **********

    HOMENAGEM AO *25 DE ABRIL* DOS POVOS DESTES E D´ALÉM-MARES

    Do jeito da Renata M. P. Cordeiro

    Surdo murmúrio do rio,
    a deslizar, pausado, na planura.
    Mensageiro moroso
    dum recado comprido,
    di-lo sem pressa ao alarmado ouvido
    dos salgueirais:
    a neve derreteu
    nos píncaros da serra;
    o gado berra
    dentro dos currais,
    a lembrar aos zagais
    o fim do cativeiro;
    anda no ar um perfumado cheiro
    a terra revolvida;
    o vento emudeceu;
    o sol desceu;
    a primavera vai chegar, florida.

    ANUNCIAÇÃO

    Miguel Torga

    Tags: Primavera, Liberdade, Solidariedade, Amor.

    Muito obrigada, querida.
    Durma bem.

    ResponderEliminar
  38. Felizmente que os meninos não imitam o pai, se o pai é do Benfica, o filho é do Sporting, se o pai é comunista, o filho é social-democrata, e la vie en rose... bfds

    ResponderEliminar

A SI, QUE VEIO VISITAR-ME, UM GRANDE
BEM HAJA!

BEIJINHOS
MARIAZITA