quinta-feira, 14 de agosto de 2008

NÃO VOU REPETIR…

Não vou repetir que vou de férias. Já o disse no SEMPRE JOVENS , e poderia parecer provocação…
Mas a verdade é que VOU DE FÉRIAS! Deixem-me gritar bem alto.
Se os vizinhos ouvirem não há problema, é tudo gente boa.
Quanto aos assaltantes, nem pensem! A minha casa (onde resido, não esta vossa “Casa”) vai continuar habitada. Portanto, não vale a pena tentarem. Não têm chance.
Que isto de ir de férias e deixar as casas desabitadas, sem segurança, é um risco muito grande que se corre. Com os amigos do alheio todo o cuidado é pouco…

À laia de despedida lembrei-me de vos deixar aqui um presentinho. Depois de muito pensar ocorreu-me que seria interessante qualquer coisa que vos levasse a meditar…
Enquanto forem meditando vão se lembrando de quem vos deixou motivo para reflexão. Haverá coisa melhor do que isso???

“Amigos são como estrelas. Nem SEMPRE as podemos ver, mas sabemos que elas estão SEMPRE lá”.

O texto que se segue não é de minha autoria. Recebi-o por email, sem indicação de autor. Sempre que conheço a autoria indico-a.
Os posts que aqui publiquei, inteiramente escritos por mim, são apenas (por enquanto…) os que têm a etiqueta «Os meus rabiscos» e «Os meus rabiscos/África”.

E agora, o texto para reflexão.

ATRITOS

Ninguém muda ninguém; ninguém muda sozinho; nós mudamos nos encontros.
Simples, mas profundo, preciso. É nos relacionamentos que nos transformamos.

Somos transformados a partir dos encontros, desde que estejamos abertos e livres para sermos impactados pela idéia e sentimento do outro.

Você já viu a diferença que há entre as pedras que estão na nascente de um rio, e as pedras que estão em sua foz?

As pedras na nascente são toscas, pontiagudas, cheias de arestas. À medida que elas vão sendo carregadas pelo rio, sofrendo a ação da água e se atritando com as outras pedras, ao longo de muitos anos, elas vão sendo polidas, desbastadas.

Assim também agem nossos contatos humanos. Sem eles, a vida seria monótona, árida.
A observação mais importante é constatar que não existem sentimentos, bons ou ruins, sem a existência do outro, sem o seu contato.

Passar pela vida sem se permitir um relacionamento próximo com o outro, é não crescer, não evoluir, não se transformar.
É começar e terminar a existência com uma forma tosca, pontiaguda, amorfa.

Quando olho para trás, vejo que hoje carrego em meu ser várias marcas de pessoas extremamente importantes.

Pessoas que, no contato com elas, me permitiram ir dando forma ao que sou, eliminando arestas, transformando-me em alguém melhor, mais suave, mais harmônico, mais integrado.
Outras, sem dúvida, com suas ações e palavras me criaram novas arestas, que precisaram ser desbastadas.

Faz parte...
Reveses momentâneos servem para o crescimento.

A isso chamamos experiência.


Penso que existe algo mais profundo, ainda nessa análise. Começamos a jornada da vida como grandes pedras, cheias de excessos.

Os seres de grande valor, percebem que ao final da vida, foram perdendo todos os excessos que formavam suas arestas, se aproximando cada vez mais de sua essência, e ficando cada vez menores, menores, menores...

Quando finalmente aceitamos que somos pequenos, ínfimos, dada a compreensão da existência e importância do outro, é que finalmente nos tornamos grandes em valor.

Já viu o tamanho do diamante polido, lapidado? Sabemos quanto se tira de excesso para chegar ao seu âmago. É lá que está o verdadeiro valor...

Cada um de nós nasceu com um âmago bem forte e muito parecido com o diamante bruto, constituído de muitos elementos, mas essencialmente de AMOR.

Foi dado, a cada um de nós essa capacidade, a de AMAR... Mas temos que aprender como.
Para chegarmos a esse âmago, temos que nos permitir, através dos relacionamentos, ir desbastando todos os excessos que nos impedem de usá-lo, de fazê-lo brilhar.

Por muito tempo em minha vida acreditei que amar significava evitar sentimentos ruins.
Não entendia que ferir e ser ferido, ter e provocar raiva, ignorar e ser ignorado faz parte da construção do aprendizado do amor.

Não compreendia que se aprende a amar sentindo todos esses sentimentos contraditórios e... os superando.


Ora, esses sentimentos simplesmente não ocorrem se não houver envolvimento...
E envolvimento gera atrito.

Minha palavra final: ATRITE-SE!

Não existe outra forma de descobrir o AMOR.

E sem ele a VIDA não tem significado.

Fiquem bem. Sejam felizes. Saibam AMAR.


38 comentários:

canduxa disse...

Querida Mariazita,

Já estou de partida, tal como tu, mas ainda deu para ver o teu novo post.
Lindo, como sempre!
Falamos muito de amor, saber amar……
Não é fácil amar
incondicionalmente, acredito que é esse o amor que levará o Mundo a ter paz.
Lembrei-me do meu poema “aprender a amar” que aqui deixo.
Até breve
Beijinhos e muito amor.
Canduxa

APRENDENDO A AMAR

Aprende a ouvir os sinais do Universo
Para começar
Mantém tua fé, vive cada momento
Aguarda o tempo certo, segue o firmamento
Estás acreditar

Encara em cada dia a possibilidade da vitória
Vais alcançar
Tudo muda num segundo sem querer
Continua a viver, procura compreender
Sabe esperar

Encontra a tua verdadeira essência do ser
A meditar
Livra-te da insatisfação, aprende a ser feliz
Escuta com atenção o que o coração te diz
Para mudar

Evita a raiva, o egoísmo, o orgulho
Vais perdoar
Procura o equilíbrio, olhando internamente
Ama, deixa fluir, esvazia tua mente
Estás a transformar

Esquece a solidão, o sofrimento, a dor
Vai terminar
Finalmente a paz vai chegar ao coração
És livre, vais voar e cantar tua canção
Aprendeste a amar

Táxi Pluvioso disse...

Eis um conceito que não conheço. Só me lembro de férias quando andava a estudar.

Boas férias!!!

A. João Soares disse...

Querida Amiga Mariazita,

Desejo umas férias muito boas. Mesmo que as circunstâncias não sejam a 100%, elas acabarão por ser mesmo boas, porque todo o mundo fica a torcer por isso, dada a publicidade feita com todos os requintes do moderno marketing.
Cá ficamos à espera de um regresso com muita energia que dê até às próximas férias.
Beijos
João

Mariazita disse...

Querida Canduxa
Eu quero amar, amar, amar... só por amar...
Isto é poesia (e da boa, da nossa saudosa Florbela Espanca).
Mas eu acredito no amor incondicional. Ou quase...
É aquele que, em troca, queres apenas que te amem.
Não amas assim os teus filhos?
Deles não queremos apenas amor?
E então?
Boas mini-férias para ti.
Vemo-nos em Setembro, e, em pensamento, todos os dias.
Beijinhos especiais...
Mariazita

Mariazita disse...

Canduxinha, desculpa, querida, não referi o teu poema que, tu SABES, eu já conhecia, e que considero de grande beleza.
Pus-me a falar de amor...deu nisto!
Toma lá mais beijitos
Mariazita

Mariazita disse...

Caro Táxi
Aprenda a viver, meu amigo!
As férias são necessárias.
De vez em quando não precisa trocar a bateria do táxi???
As nossas são recarregáveis...
Ponha-as à carga!
Obrigada. Até Setembro.
Um abraço.
Mariazita

Mariazita disse...

João, ser Gaiteira implica marketing, meu querido amigo...
Ou não???
Se o tempo não pregar partidas, as férias serão boas (desde que haja saúde, é claro!). Porque praia com chuva não tem gracinha nenhuma.
Acenda aí uma velinha ao S.Pedro (é ele que manda no estado do tempo???) para que haja sol, muito sol!
Beijinhos muito amigos
Mariazita

João Paulo Cardoso disse...

E lá vai tudo de férias...

Até o meu barbeiro, onde sou fiel cliente desde a adolescência foi de férias.
Começo a correr o risco de me parecer a Isabel Figueira e de engatar, sem querer, um jogador de futebol.

Beijos.

Gerlane disse...

Boas férias, amiga!

Divita-se! Descanse e renove-se!

Abraços!

José Gomes disse...

Este blog é uma delícia, minha amiga.
Tem umas boasférias.
Até Setembro.

José Gomes
http://chuviscos.blogspot.com/

Mariazita disse...

Ó João Paulo
Vira essa boca p'ra lá!
Com a falta de homens que por aí há...Que ideia mais macaca!!!
-:))) Até Setembro.
Beijos
Mariazita

Mariazita disse...

Oi, Gerlane
Vou seguir o seu conselho:
Divertir-me, descansar e renovar-me!
Vou regressar fresca que nem uma rosa orvallhada...
Abraço cainhoso
Mariazita

Mariazita disse...

Obrigada, José, pelo teu carinho.
Que passes um tempo feliz até ao meu regresso - depois desejo para mais tempo :-)))
Beijos
Mariazita

mundo azul disse...

Que sejam as melhores férias da sua vida!!!

Volte logo, pois nos fará muita falta...

Beijos de luz e o meu carinho!

Jorge P.G disse...

ÓPTIMAS FÉRIAS!

EM SETEMBRO CÁ ESTAREMOS!

com senso disse...

De facto Mariazita, a vida é feita de tantas coisas boas e más que só querer as mais prazeirosas, as mais agradáveis é amputar-nos do conhecimento da realidade, que nos leva ao amdurecimento.
Os relacionamentos humanos comportam tudo, amor e raiva, crença e desconforto, a tese e a antitese!
Mais um excelente texto, o seu.
Há coisas que já sabemos, outras que apenas intuímos, mas ler estas reflexões colocadas de maneira tão lúcida e inteligente fazem-nos parar para pensar, de uma forma global, ainda que por apenas alguns minutos, sobre o que é verdadeiramente importante na vida.
Bem-haja! Votos de boas férias e um beijinho com amizade...
Em meados de Setembro será a minha vez de repetir a dosezinha de férias deste ano, que tão bem me sabem...
Muita saúde, para si e para todos os seus!

De Amor e de Terra disse...

Então boas férias e obrigada pelo mote para reflexão.

Abraço

Maria Mamede

Pena disse...

Linda Amiga:

O que escreveu é de um sentimento fantástico.
Um hino ao amor e à vida.
Sim! A alucinante corrida da água na nascente impura até à foz provoca alterações similares no mundo dos homens.
Gostei do termo "ATRITE-SE"!
Original. Peculiar. Que comporta uma mensagem.
Desculpe, se não comentei há mais tempo.
Tenho uma ideia a seu respeito de um ser admirável e genial.
OBRIGADO por tudo o que nos fez pensar.
O seu cantinho é de sonho. Lindo!
Parabéns sinceros.
Bj amigos de estima, respeito e admiração.
Sempre a estimá-la

pena

Victor disse...

Querida Mariazita
Também aqui renovo o desejo de umas óptimas férias. Escreves da forma que eu mais aprecio, com muita simplicidade. Voltarei muitas vezes mais.
Beijinhos.

Sei que existes disse...

Que tenhas uma férias excelentes!
Beijocas grandes

Oliver Pickwick disse...

Por mim, pode gritar a vontade, Mariazita. Afinal, férias são sempre bem vindas. E, tenho certeza, que são bem merecidas.
Gostei da analogia entre amizade e as estrelas.
Um beijo!

Anita disse...

A fé em Deus faz-nos crer no incrível, ver o invisível e realizar o impossível!

Um dia lindo para ti amiga e boas férias também irei na próxima semana se Deus quiser.
Beijos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Divirta-se, você as merece!Bjs

Gui disse...

Boas férias.

Multiolhares disse...

e é provocação (lol) as minha ainda não chegaram

beijos

xistosa - (josé torres) disse...

Cheguei!

O atrito provoca calor ... o calor dilata os corpos ... está bem visto.

É por isso que os dias no Verão são maiores que no Inverno!

Boas férias!

São disse...

Vai de férias? Que bom!
DEsejo que elas decorram como as sonhou.
Boa e repousante semana.

Anónimo disse...

Oi, meu nome é FELICIDADE

Faço parte da vida daqueles que têm amigos, porque quem
tem amigos é FELIZ !!!
Faço parte da vida daqueles que vivem cercados por pessoas como você, pois viver assim é ser Feliz!

Faço parte da vida
daqueles que acreditam que:
Ontem é passado,
amanhã é futuro,
HOJE é uma dádiva, e por isso é chamado PRESENTE

Faço parte da vida daqueles que acreditam na força do Amor, que acreditam que para uma história bonita não há ponto final.

Eu sou casada sabiam?
Sou casada com o TEMPO.

Ele é responsável pela resolução de todos os problemas.
Ele reconstrói corações, ele cura magoados, ele vence a Tristeza...
Juntos, eu e o TEMPO tivemos três filhos:

A AMIZADE, a SABEDORIA e o AMOR

A AMIZADE é uma menina linda, sincera, alegre.
Brilha como o sol.
Une pessoas, pretende nunca ferir, sempre consolar.

A do meio é a SABEDORIA, culta, íntegra, sempre foi mais apegada ao Pai, o TEMPO.
A SABEDORIA e o TEMPO andam sempre juntos.

O terceiro é o AMOR.
Ah! como esse me dá trabalho! É teimoso, às vezes decide encantar apenas um coração...
Eu vivo dizendo:
AMOR, você foi feito para unir dois corações, e não para infiltrar-se em apenas um.

O AMOR é complexo, mas é lindo, muito lindo!

Quando ele começa a fazer estragos eu chamo logo o pai dele, o TEMPO, e aí o TEMPO sai fechando todas as feridas que o AMOR abriu!

Tudo no final sempre dá certo, se ainda não deu, é porque não chegou o final.
Por isso, acredite sempre na minha família.

Acredite no TEMPO, na AMIZADE, na SABEDORIA e, principalmente, no AMOR.

Aí, com certeza, um dia eu, a FELICIDADE, baterei à sua porta!!!

Tenha TEMPO para os Sonhos!!!
Eles conduzem sua carruagem para as Estrelas.
Tenha um óptimo dia !!!

E não esqueça: Sorria... Sempre!!!
e... Seja muito FELIZ !!!!

Boas Férias!
IMP

Je Vois La Vie en Vert disse...

Também estou quase a ir de férias e voltarei depois delas acabar para visitar o teu cantinho com mais calma.
Boas férias!
Beijijnhos verdinhos da
Verdinha

Mariazita disse...

Caro Com senso
Regressei de férias ontem, bastante tarde, trazendo na boca um gostinho de "quero mais"...
Mas, por este ano, o assunto está arrumado. Não quer dizer que não faça, de vez em quando, uma escapadinha de dois ou três dias...mas férias a sério...já lá vão!
Brevemente chegará a sua vez. Mas até lá ainda nos "vemos".
Grata pelas suas palavars sempre gentis, deixo um beijinho de muita amizade.
Mariazita

Mariazita disse...

Amigo Pena
As suas palavras sensibilizam-me sempre muito.
Dão ânimo a qualquer um para continuar. Para quem regressa de férias isso é muito importante, já que nem sempre a vontade é muita...
Um grande bem haja!
Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Oie, Oliver
Linda analogia, não? É assim que eu penso, no que se refere a amizade verdadeira.
Tão breve quanto possível visitarei o condado. Será que já há novidades? Ainda não tive tempo de fazer uma única visita...
Beijinho, beijinho
Mariazita

Mariazita disse...

Olá, Zé Torres
Seja benvindo!
Chegou há uma semana, mais coisa menos coisa...Eu cheguei ontem.
E agora...mãos ao trabalho!
Brevemente irei ver as novidades.
Estive completamente desligada destas andanças.
Um abraço
Mariazita

Mariazita disse...

Olá, Luna
Não foi provocação, não! Foi euforia autêntica! -:)))))))))
As tuas também vão chegar. Espero!
Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Anónimo IMP
Fartei-me de dar voltas à cabeça, mas não consegui lembrar-me de ninguém com estas iniciais...
Lamento.
Este comentário é, no fundo, a transcrição de um texto muito bonito, que eu já conhecia, mas gostei de relembrar.
Obrigada!
Beijos
Mariazita

Mariazita disse...

A(o)s amiga(o)s:
Zélia,
Jorge P.G.,
Maria Mamede,
Víctor,
Sei que existes,
Anita,
Vanuza,
Gui,
São e
Verdinha,
um MUITO OBRIGADA pelos vossos votos de boas férias.
O meu carinho para todos vós.
Beijinhos
Mariazita

mundo azul disse...

Passei, pois pensei que já tinha voltado...Não voltou!
Sinal de que as férias estão muito boas! Que bom!!!

Beijos de luz...

Vilma Tavares disse...

Que delícia de texto. Nós, as vovós, nos enquadramos nele com muito orgulho.
Os netinhos são o resgate de nossa juventude; com eles esquecemos os cabelos brancos,as rugas e nos inserimos no mundo mágico da criança, que é o mais puro que existe. Quer coisa mais bonita?
De bom gosto, amiga. Meus parabéns!