sexta-feira, 28 de março de 2008

O AMBIENTE NAS NOSSAS ESCOLAS

Quem me conhece sabe que sou fã de Luís Fernando Veríssimo. O seu humor fascina-me!
Em ar de brincadeira, sempre com muita graça, consegue dizer muitas verdades, pôr o dedo em muitas feridas.
Estive a ler uns textos que tenho guardados, dele, e encontrei este. Parece-me oportuno dá-lo a conhecer.
Estamos passando por momentos muito tumultuados nas nossas escolas.
Talvez o seu conteúdo justifique, em parte (mas só em pequena parte…)o comportamento inqualificável de alguns alunos.
A pouca atenção que, por vezes, os pais prestam aos filhos, tem resultados desastrosos.
Claro que a acrescer a isso há os maus exemplos de faltas de respeito em casa, famílias desestruturadas, companhias indesejáveis, e um sem número de outras componentes.
Mas, por agora, fiquemo-nos com Luís Fernando Veríssimo.


MÃE EXECUTIVA

- Acampar ? De jeito nenhum! Você só tem 7 anos.
- Tenho 15, mãe!
- Mas já?! Não é possível! Tem certeza?
- Absoluta. É que nos últimos aniversários você estava trabalhando e esqueceu de ir.
- Esqueci, não. É que caíram em dia de semana. Se tivessem feito como eu sugeri…
- Você sugeriu que mudassem o dia do meu aniversário para o primeiro domingo de Maio.
- Exato. Domingo eu nunca trabalho.
- Papai contou que vocês se casaram num domingo e você trabalhou durante a cerimónia.
- Eu só assinei uns documentos enquanto o padre falava. Ele nem percebeu.
- E em vez do vovô…você entrou na igreja de braço dado com o contador!
-Claro! O balanço da firma era para o dia seguinte!
- E a lua de mel…
- Tá. Eu não fui. Mas mandei o boy do escritório me representando. Seu pai, no começo, resistiu, mas acabou aceitando.
- E quando eu nasci? Qual é a desculpa?
- Desculpa porquê? Você nasceu como qualquer criança.
- Nasci numa mesa de reuniões!
- Era uma reunião de diretoria! Não podia sair assim, só porque a bolsa estourou. E você devia se orgulhar! Foi o presidente de uma grande multinacional que fez seu parto.
- Já sei. E a secretária cortou meu cordão umbilical com o clipe. Não brinca. Fiquei traumatizado.
- Eu fiquei. Você nasceu em cima de uma papelada importante. Quase perdi o emprego.
- E quando você foi me pegar na escola pela primeira vez? A vergonha que eu passei!...
- Eu só estava com medo de não te reconhecer…Não te via fazia um tempinho…
- Tive que segurar um cartaz, que nem parente desconhecido em aeroporto, escrito: “Eu sou o Tiago”.
- Tiago? Foi esse o nome que eu te dei?
- Que a moça do cartório me deu! Quando completei 8 anos e consegui ir sozinho a um tabelião. Fiquei sem nome durante oito anos! Oito anos sendo chamado de pssit!
- Pssit? Até que não é feio!
- Tudo por causa dessa porcaria do teu trabalho! Faz uma coisa. P’ra provar que você quer mudar, vem acampar comigo.
- Porque nós não acampamos lá no meu escritório? Do lado do fax tem um espação! E umas samambaias artificiais. Posso contratar algum estagiário para ficar coaxando p’ra gente…
- Pára de brincar. Larga tudo e vem comigo…
- Bom, se você está insistindo tanto, eu…Então tá. Eu…Tudo bem, eu vou.
- Jura??? Ótimo! Você vai adorar!
- Ah, difícil pensar em programa melhor. Aquelas árvores, aqueles macacos guinchando, aquelas aranhas bacanas…
- Então está tudo certo.
-Só preciso saber assim…de um detalhe. A respeito do mato. Uma besteira…
- O quê? Se no mato tem mosquito? Se tem cobra?
- Não. Se no mato tem tomada.

Luís Fernando Veríssimo


4 comentários:

  1. Minha Querida,

    Que belíssimo post...que bem escrito...que oportuno...e o que eu ri...

    Pois é minha amiga, que grande escolha a tua. Este texto é o exemplo contemporâneo da vida "executiva" dos pais de "Hoje". E...assim se criam as "faltas de educação" dos "Filhos de Hoje".

    Bom Fim-de-Semana

    Beijo grande

    ResponderEliminar
  2. Querido Sérgio
    Não é por falta de consideração que só agora agradeço a tua visita...
    Ontem estive todo o dia fora. Saí de casa às 7,30, e quando regressei, às 10 da noite, com quase mil quilómetros em cima...só me apetecia descansar!
    Que bom que gostaste deste texto. Veríssimo, para mim, é nota 10!!!
    Procurarei incluir aqui mais textos dele, sempre que vier a propósito.
    Um resto de bom Domingo.
    Beijinhos
    Mariazita

    ResponderEliminar
  3. Que delícia de texto . Ameiiii.
    Até mandei pra minha irmã que é executiva ehehe
    Beijocas, querida

    ResponderEliminar
  4. Oie, querida
    Que bom ver-te aqui!
    Que surpresa boa!
    Gostei dessa de mandares à tua irmã. E, já agora, vê lá se não tens mais "irmãs" que precisem ler isto...
    Volta sempre a esta casa, pelo menos enquanto não podes vir à outra, a de cimento armado... :)
    Beijão para ti e beijinho p'ro filhote.
    Mariazita

    ResponderEliminar

A SI, QUE VEIO VISITAR-ME, UM GRANDE
BEM HAJA!

BEIJINHOS
MARIAZITA